ABFOR GERIN

Para que serve ABFOR GERIN

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


ABFOR GERIN

acetato de racealfatocoferol + nitrato de tiamina + riboflavina + nicotinamida + pantotenato de cálcio + cloridrato

de piridoxina + ácido fólico + cianocobalamina + ácido ascórbico + óxido cúprico + sulfato de zinco

APRESENTAÇÕES

Forma farmacêutica: comprimido revestido

Concentração: 45 mg de acetato de racealfatocoferol (equivalente a 30,195 mg de d-alfatocoferol) + 30 mg de

nitrato de tiamina (equivalente a 24,317 mg de tiamina) + 10 mg de riboflavina + 100 mg de nicotinamida + 25

mg de pantotenato de cálcio (equivalente a 22,975 mg de ácido pantotênico) + 10 mg de cloridrato de piridoxina

(equivalente a 8,227 mg de piridoxina) + 0,5 mg de ácido fólico + 25 mcg de cianocobalamina + 600 mg de ácido

ascórbico + 3 mg de óxido cúprico (equivalente a 2,397 mg de cobre) + 23,9 mg de sulfato de zinco (equivalente

a 9,681 mg de zinco) / comprimido revestido

Apresentação: cartucho contendo frasco de plástico opaco com 30, 45 e 60 comprimidos revestidos.

USO ORAL

USO ADULTO

COMPOSIÇÃO

Cada comprimido revestido contém:

acetato de racealfatocoferol (equivalente a 30,195 mg de d-alfatocoferol) ........................................ 45 mg

nitrato de tiamina (equivalente a 24,317 mg de tiamina) ................................................................. 30 mg

riboflavina ................................................................................................................................... 10 mg

nicotinamida ............................................................................................................................... 100 mg

pantotenato de cálcio (equivalente a 22,975 mg de ácido pantotênico) ............................................... 25 mg

cloridrato de piridoxina (equivalente a 8,227 mg de piridoxina) .......................................................... 10 mg

ácido fólico .................................................................................................................................. 0,5 mg

cianocobalamina .......................................................................................................................... 25 mcg

ácido ascórbico ........................................................................................................................... 600 mg

óxido cúprico (equivalente a 2,397 mg de cobre) ............................................................................... 3 mg

sulfato de zinco (equivalente a 9,681 mg de zinco) ........................................................................ 23,9 mg

excipientes* q.s.p. ................................................................................................ 1 comprimido revestido

* lactose, amido, estearato de magnésio, álcool etílico, Eudragit L 30%, silicato de magnésio, dióxido de titânio,

corante amarelo laca nº 6, corante amarelo de tartrazina, polissorbato 80, trietilcitrato, macrogol, simeticona e

água purificada.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Este medicamento é um suplemento vitamínico e/ou mineral em dietas restritivas e inadequadas.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

O medicamento ABFOR GERIN é um suplemento vitamínico-mineral com formulação desenvolvida para corrigir as

deficiências de vitaminas e minerais do organismo, as quais muitas vezes estão associadas ao stress fisiológico.

As vitaminas do complexo B, as quais o organismo não é capaz de armazenar, e cuja concentração no sangue

encontra-se diminuída nos casos de atividade excessiva, de existência de alcoolismo e em dietas inadequadas,

estão presentes no medicamento visando suprir estas perdas.

O ácido ascórbico desempenha importante papel nos processos de proteção celular contra as lesões causadas por

radicais livres e na formação do colágeno, etapa necessária para o processo de cicatrização.

Além disso, o zinco, um dos princípios ativos presentes no ABFOR GERIN , é um mineral indispensável em várias

reações enzimáticas do organismo e também na síntese de proteínas relacionadas ao processo de regeneração

tissular.

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Este medicamento não é indicado para pessoas alérgicas aos componentes da formulação.

Este medicamento é contraindicado para uso por menores de 12 anos.

Componentes do

ABFOR GERIN

Posologia

% Ingestão Diária Recomendada (IDR) –

Resolução RDC nº 269/2005

1 comprimido revestido

Adultos

Gestantes

Lactantes

alfatocoferol

(vitamina E)

30,195 mg

301,95%

tiamina

(vitamina B1)

24,317 mg

2026,42%

1736,93%

1621,13%

riboflavina

(vitamina B2)

10 mg

769,23%

714,28%

625,00%

nicotinamida

(vitamina B3)

100 mg

625,00%

555,56%

588,24%

ácido pantotênico

(vitamina B5)

22,975 mg

459,50%

382,92%

328,21%

piridoxina

(vitamina B6)

8,227 mg

632,84%

433,00%

411,35%

ácido fólico

(vitamina B9)

0,5 mg

208,33%

140,84%

169,49%

cianocobalamina

(vitamina B12)

25 mcg

1041,67%

961,54%

892,86%

ácido ascórbico

(vitamina C)

600 mg

1333,33%

1090,91%

857,14%

cobre

2,397 mg

266,33%

239,70%

184,38%

zinco

9,681 mg

138,30%

88,01%

101,90%

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do

cirurgião-dentista.

Atenção diabéticos: contém açúcar.

Este produto contém o corante amarelo de TARTRAZINA que pode causar reações de natureza

alérgica, entre as quais asma brônquica, especialmente em pessoas alérgicas ao ácido

acetilsalicílico.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES

Como qualquer medicamento, nos casos de mulheres grávidas ou que estão amamentando, ABFOR GERIN

somente deve ser utilizado sob orientação médica.

Por conter vitamina C em sua formulação, ABFOR GERIN deve ser utilizado com cautela em pacientes com pedras

nos rins.

O ácido fólico, um dos ativos presentes na formulação do ABFOR GERIN , pode ocultar quadro de anemia

perniciosa (diminuição de células vermelhas do sangue causada pela deficiência de vitamina B12).

O uso prolongado deste medicamento pode causar neuropatia (doenças nervosas). Além disso, foram relatados

problemas com o uso crônico de medicamentos contendo tiamina. Já, o uso excessivo de piridoxina (vitamina B6)

está relacionado a distúrbios de memória.

Foram relatados problemas respiratórios com o uso deste medicamento por crianças.

O uso em pacientes idosos requer especial atenção para o ajuste de dose, devendo-se observar as condições

clínicas destes pacientes.

Atenção diabéticos: contém açúcar.

Este medicamento contém o corante amarelo de TARTRAZINA que pode causar reações de natureza

alérgica, entre as quais asma brônquica, especialmente em pessoas alérgicas ao ácido

acetilsalicílico.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do

cirurgião-dentista.

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS

Por conter nicotinamida (vitamina B3) em sua formulação, este medicamento não deve ser utilizado

concomitantemente com carbamazepina, já que pode ocorrer um aumento da concentração deste fármaco no

sangue.

Pode haver diminuição na concentração plasmática de fenobarbital, quando este fármaco for utilizado junto a

medicamentos contendo piridoxina (vitamina B6), como é o caso do ABFOR GERIN .

Além disso, a administração concomitante de medicamentos utilizados para o tratamento dos sintomas da Doença

de Parkinson, contendo levodopa, e de suplementos vitamínicos contendo piridoxina, pode diminuir o efeito da

levodopa. Este efeito não é observado quando a carbidopa é administrada juntamente à levodopa.

O uso concomitante de vitamina C, presente no medicamento ABFOR GERIN , com barbitúricos, tetraciclina e

salicilatos, pode aumentar a excreção desta vitamina pela urina.

A utilização de altas doses de vitamina C pode resultar em um aumento da ação da deferoxamina. Além disso, a

utilização de altas doses de vitamina C com indinavir, reduz a concentração deste fármaco no plasma sanguíneo.

Foi observado, ainda, que a vitamina C aumenta os níveis de etinilestradiol presentes no sangue e que

contraceptivos orais reduzem a quantidade de ácido ascórbico nos leucócitos e no plasma em mulheres saudáveis.

Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?

Conservar em temperatura ambiente (temperatura entre 15 e 30 ºC). Proteger da luz e umidade.

Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.

O medicamento ABFOR GERIN é apresentado como comprimido revestido de forma homogênea e de coloração

laranja.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você

observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Uso oral.

Ingerir um comprimido revestido ao dia ou conforme orientação médica.

Utilizar apenas a via oral. O uso deste medicamento por outra via, que não a oral, pode causar a perda do efeito

esperado ou mesmo provocar danos à saúde.

Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação

do farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião-

dentista.

Este medicamento não deve ser partido, aberto ou mastigado.


O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Caso haja esquecimento da ingestão de uma ou mais doses deste medicamento, a posologia indicada deverá ser

retomada, não havendo necessidade de repor as doses esquecidas.

Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Após o uso de nicotinamida (vitamina B3), pode ocorrer, em percentuais bastante reduzidos, reações

caracterizadas por náusea (enjoo), vômito, diarreia, constipação, sensação de calor e rubor (vermelhidão) na face.

Existem relatos de que a ingestão de vitamina C aumenta os níveis de oxalato e ácido úrico. Porém, este aumento

não foi associado com a ocorrência de pedras nos rins.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis

pelo uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE

MEDICAMENTO?

A administração de altas doses e por períodos prolongados de piridoxina (vitamina B6) pode levar ao

aparecimento de síndrome de neuropatia sensorial, que inclui sintomas como alterações de sensibilidade, fraqueza

muscular, dores ósseas, contrações musculares involuntárias e dormência nas extremidades.

Além disso, há relatos de que o uso de 100 mg de piridoxina por dia pode causar insônia (alteração ou ausência

de sono).

Raramente, doses maiores do que 3 g de vitamina C podem causar leves efeitos gastrintestinais. Neste caso,

deve-se interromper o uso e procurar orientação médica.

Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e

leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para

00 722 6001

, se você precisar

de mais orientações.

M.S.

1.4493.0051

Farmacêutico Responsável: Letícia Mello Rechia – CRF/SC 6967

AIRELA INDÚSTRIA FARMACÊUTICA LTDA.

Rodovia SC 440, km 1, nº 500 – Bairro: Ilhota/Distrito Industrial

Pedras Grandes – Santa Catarina – CEP 88720-000

CNPJ 01.858.973/0001-29

INDÚSTRIA BRASILEIRA

SIA

00 646 2010

sia@airela.com.br

Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas procure orientação médica.

Esta bula foi aprovada pela ANVISA em (dia/mês/ano).



DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Neuropatia: Doença que afeta a um (mononeuropatia) ou vários nervos (polineuropatia). Seus sintomas dependem da localização e tipo de nervo comprometido, podendo ser motores (fraqueza muscular) ou sensitivos (diminuição da sensibilidade, dor). Entre suas causas figuram certos tóxicos, distúrbios metabólicos, infecções, doenças degenerativas, etc.

Síguenos

X