Cálcio Farmalíder

Para que serve Cálcio Farmalíder

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


APROVADO EM 22-07-

08 INFARMED



FOLHETO INFORMATIVO

INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR
Cálcio Farmalider 1200 mg/10 ml Suspensão oral

Carbonato de cálcio













Neste folheto:
O que é Cálcio Farmalider e para que é utilizado.
Antes de tomar Cálcio Farmalider
Como tomar Cálcio Farmalider
Efeitos secundários possíveis
Como conservar Cálcio Farmalider
Outras informações


O QUE É Cálcio Farmalider E PARA QUE É UTILIZADO

Cálcio Farmalider é uma suspensão oral de cor branca. Apresenta-se em
embalagens com 30 saquetas monodose.

O carbonato de cálcio pertence ao grupo de medicamentos chamados
suplementos minerais (cálcio).

Este medicamento está indicado para a prevenção e tratamento da deficiência
de cálcio, como suplemento de cálcio como adjuvante do tratamento específico
na prevenção e tratamento da osteoporose e como quelante de fosfato na
hiperfosfatemia


ANTES DE TOMAR Cálcio Farmalider

Não exceder as doses recomendadas na posologia.
Em caso de dúvida, peça o conselho do seu médico ou farmacêutico.

Não tome Cálcio Farmalider. Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento. - Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler.
- Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
- Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos
sintomas. - Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou
farmacêutico APROVADO EM 22-07-

08 INFARMED S

e tem alergia (hipersensibilidade) á substância activa, carbonato de cálcio, ou
a qualquer outro componente de Calcio Farmalider.
Se apresenta hipercalcemia (nível de cálcio anormalmente elevado no sangue)
tais como mieloma, metásteses ósseas ou outra doença maligna.
Se sofre hiperparatiróidismo primário
Se apresenta hipercalcinúria (eliminação exagerada de cálcio na urina)
Se sofre de insuficiência renal grave ou de cálculos renais
Se apresenta insuficiência hepática grave e gravidez
Em caso de imobilização prolongada (nestes casos só pode iniciar o tratamento
depois de ter recuperado a mobilidade)



Tome especial cuidado com Cálcio Farmalider.
Há situações em que é necessário tomar algumas precauções antes de se
iniciar um tratamento com determinado medicamento de modo a poder-se
beneficiar o mais possível das vantagens do tratamento sem os inconvenientes
que lhe possam estar associados.
Assim, dado que em alguns indivíduos a administração de cálcio facilita a
formação de cálculos nas vias urinárias, se já teve cálculos urinários consulte o
seu médico antes de iniciar o tratamento com Calcio Farmalider. Também se
estiver a tomar este medicamento numa dosagem elevada ou durante um
período de tempo prolongado, os níveis de cálcio tanto no sangue como na
urina podem aumentar muito. Nestes casos tem de se submeter a um controlo
médico periódico.

Se tem insuficiência renal (incapacidade do rim para realizar correctamente a
sua função), cálculos renais, uma doença do coração ou se encontra em
tratamento com glicósidos cardíacos (medicamentos utilizados quando existe
uma incapacidade do coração para realizar correctamente a sua função).
Se recebe um tratamento conjunto com vitamina D, tem uma insuficiência renal
ou está submetido a um tratamento prolongado ou com doses elevadas de
suplementos de cálcio é possível que o seu médico deva efectuar controlos
clínicos de forma regular. O seu médico indicar-lhe-á a frequência destes
controlos.

Ao tomar Cálcio Farmalider com outros medicamentos.
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado
recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem
receita médica

Quando se utiliza mais do que um medicamento ao mesmo tempo por vezes
pode ocorrer uma alteração do efeito de qualquer um deles, podendo também
surgir efeitos que não estavam previstos para os medicamentos quando
administrados isoladamente. Neste caso o seu médico pode considerar
necessário tomar certas precauções, como por exemplo, alterar a dose ou o
regime de tratamento. Por tudo isto informe sempre o seu médico ou
farmacêutico sobre todos os medicamentos que esteja a tomar.
APROVADO EM 22-07-

08 INFARMED N?

?o se recomenda tomar cálcio junto com corticoesteróides (medicamentos
utilizados para tratar doenças como a asma e a artrite reumatóide, entre outras)
e glicósidos cardíacos digitálicos como a digoxina ou metildigoxina
(medicamentos utilizados quando existe uma incapacidade do coração para
realizar correctamente a sua função), vitamina D ou fluoroquinolonas.

A administração de bisfosfonatos como alendronato, etidromato, tiludronato
(utilizados no tratamento de doenças ósseas), levotiroxina (utilizada em
situações nas que existe uma quantidade insuficiente de hormonas tiroideas),
fenitoína (utilizado para o tratamento da epilepsia), fosfomicina (antibiótico),
sais de ferro (sulfatos de ferro), fluoreto de sódio ou tetraciclinas tais como la
doxiciclina (antibiótico) com Cálcio Farmalider deve separar as tomas de pelo
menos 3 horas

Ao tomar Cálcio Farmalider com alimentos e bebidas.
É recomendável tomá-lo preferentemente durante as refeições, se bem que
certas substâncias da dieta diminuem a absorção do cálcio. Estas substâncias
incluem o ácido oxálico, que se encontra em grandes quantidades nos
espinafres; o ácido fítico, que se encontra no farelo e nos cereais; e o fósforo,
que se encontra no leite.

Gravidez e aleitamento

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.
Cálcio Farmalider pode administrar-se durante últimos meses de gravidez e
durante o aleitamento como suplemento ou prevenção.
Em mulheres grávidas e a amamentar, a preparações de cálcio devem ser
tomadas com um intervalo de duas horas em relação às refeições, devido a
possível diminuição na absorção de ferro.

Condução de veículos e utilização de máquinas.
Cálcio Farmalider não afecta a sua capacidade para conduzir ou utilizar
máquinas.

Informações importantes sobre alguns componentes de Cálcio Farmalider
Este medicamento contém sacarose.
Se foi informado pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares,
contacte-o antes de tomar este medicamento.


COMO TOMAR Cálcio Farmalider

Tomar Cálcio Farmalíder sempre de acordo com as indicações do médico. Fale
com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

As doses devem ser individualizadas de forma a manter os níveis de cálcio
plasmático de 9-10 mg/dl; o tratamento requer que o paciente receba un
suplemento adequado, mas não excessivo de cálcio
APROVADO EM 22-07-

08 INFARMED A

dose habitual é:
Adultos
Prevenção e tratamento da deficiência de cálcio:1 saqueta (1200 mg/10 ml de
cálcio) por dia
Tratamento adjuvante à osteoporose: 1 saqueta (1200 mg/10 ml de cálcio) por
dia
Hiperfosfatemia: Dosificação individual. Habitualmente são necessários 1200-
3600 mg de cálcio (1-3 saquetas) por dia divididos em 1-3 doses.

A suspensão deve tomar-se com as refeições com o objectivo de que se unam
ao fosfato dos alimentos.

Crianças
Carência de cálcio no período de crescimento: A dose diária é em função da
idade, segundo a opinião do médico.

Idosos
Não é necessário ajustar a dose para este grupo de idade.

Forma e via de administração
Cálcio Farmalider deve ser tomado de preferência às refeições, uma vez que é
melhor absorvido quando administrado conjuntamente com alimentos.
Uma vez que é uma suspensão, deve homogeneizar-se antes de tomar como
se indica na seguinte figura: 1 – Pressionar com os dedos a parte superior e inferior do envelope várias
vezes.
2– Pressionar desde a parte inferior à superior e vice-versa durante um mínimo
de 30 segundos

Duração do tratamento
O seu médico indicar-lhe-á a duração do seu tratamento com Cálcio
Farmalider. Não suspenda antes o tratamento.

Siga estas instruções a não ser que o seu médico lhe tenha dado outras
indicações distintas. Nestes casos é conveniente solicitar ao médico as
instruções por escrito e certificar-se de que as entendeu correctamente.

Se pensa que a acção de Cálcio Farmalider é demasiado forte ou débil,
comunique-o ao seu médico ou farmacêutico.
Lembre-se de tomar o seu medicamento.

Se tomar mais Cálcio Farmalíder do que deveria:
Se tomou mais suspensão de Cálcio Farmalider da que devia, consulte
imediatamente o seu médico ou farmacêutico ou telefone ao Serviço de
Informação Toxicológica, indicando o medicamento e a quantidade tomada. APROVADO EM 22-07-

08 INFARMED R

ecomenda-se levar a embalagem e o prospecto do medicamento ao
profissional sanitário.

Os sintomas em caso de sobredose são: náuseas, vómitos, anorexia, dor
abdominal, secura da boca ou poliúria, ou então, irritabilidade, letargia, estupor
e coma em casos graves. As medidas a tomar consistem em, além da retirada
da medicação, instaurar tratamento de apoio e sintomático e manter o equilíbrio
hidroeletrolítico.

Caso se tenha esquecido de tomar Cálcio Farmalíder :
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de
tomar.

Se parar de tomar Cálcio Farmalíder .
Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o
seu médico ou farmacêutico.


EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como os demais medicamentos, Cálcio Farmalíder pode causar efeitos
secundários, no entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Pouco frequente ( ? 1/1.000, <1/100): hipercalcemia (níveis altos de cálcio no sangue) e hipercalciúria (níveis altos de cálcio na urina).
Em raras ocasiões ( ? 1/10.000, <1/1.000): prisão de ventre, flatulência, náuseas, dor epigástrica, diarreia e litíase renal.
Em muito raras ocasiões (<1/10.000): prurido (comichão), exantema (erupção
da pele) e urticária (manchas), reacção anafilática, edema da face, edema
angioneurótico.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos
secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou
farmacêutico.


COMO CONSERVAR Cálcio Farmalider

Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Manter na sua embalagem original.

Não utilizar Cálcio Farmalíder após o prazo de validade impresso na
embalagem exterior. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês
indicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo
doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de
que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente. APROVADO EM 22-07-

08 INFARMED



OUTRAS INFORMAÇÕES

Qual a composição de Cálcio Farmalíder .
O princípio activo é Carbonato de cálcio.
Cada saqueta monodose contém 3.000 mg de carbonato de cálcio (equivalente
a 1.200 mg de cálcio).

Os outros componentes são Brometo de domifeno sacarose, citrato de sódio,
goma xantana, aroma de iogurte, aroma de laranja e água purificada.

Qual o aspecto de Cálcio Farmalíder e conteúdo da embalagem
Suspensão oral de cor branca.
Apresenta-se em embalagens com 30 saquetas monodose.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado

FARMALIDER, S.A.
C/ Aragoneses, 15,
28108 Madrid (Espanha)
Tel: + 34.91.661.23.35
Fax: + 34.91.661.04.42
e-mail: farmalider@farmalider.com
Fabricante
KERN PHARMA
C/ Venus 72, Pol. Ind. Colon II –
08228 Terrassa (Barcelona) ESPANHA


Para quaisquer informações sobre este medicamento, queira contactar o
representante local do Titular da Autorização de Introdução no Mercado:

Portugal
Laboratórios Azevedos – Indústria Farmacêutica, S.A
Laboratorios Azevedos Industria
Farmacêutica S.A
Estrada Nacional 117-2, 2614-503
AMADORA
e-mail: azevedos@mail.telepac.pt
Este folheto foi aprovado pela última vez em


DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Cálculo: Formação sólida, produto da precipitação de diferentes substâncias dissolvidas nos líquidos corporais, podendo variar em sua composição segundo diferentes condições biológicas. Podem ser produzidos no sistema biliar (cálculos biliares) e nos rins (cálculos renais) e serem formados de colesterol, ácido úrico, oxalato de cálcio, pigmentos biliares, etc.
  2. Edema: Acúmulo anormal de líquido nos espaços intercelulares dos tecidos ou em diferentes cavidades corporais (peritôneo, pleura, articulações, etc.).
  3. Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
  4. Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.

Síguenos

X