Dafalgan

Para que serve Dafalgan

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.



FOLHETO INFORMATIVO


DAFALGAN Recém-nascidoParacetamolSupositóriosLeia este folheto com atenção antes de começar a tomar o medicamento. Este folheto contémum resumo com informações sobre o medicamento. Se tiver alguma dúvida ou desejar maisinformações, não hesite em perguntar ao seu médico ou farmacêutico. Guarde este folheto poispode desejar voltar a lê-lo.

DAFALGAN Supositórios Recém-nascido

COMPOSIÇÃO

Paracetamol: 80 mg Excipientes: gliceridos semi-sintéticos q.b. para 1 supositório

FORMA FARMACÊ

UTICA

SupositóriosEmbalagem de 10 supositórios.CLASSE FÁRMACO-TERAPÊ

UTICA

Analgésico (elimina a dor).Antipirético (faz baixar a febre).

TITULAR DA AUTORIZAÇÃO DE INTRODUÇÃO NO MERCADO

Bristol-Myers Squibb Farmacêutica Portuguesa, LdaEdifício Fernão de Magalhães, Quinta da Fonte, 2780-730 Paço de ArcosQUANDO SE DEVE USAR DAFALGAN?Tratamento sintomático da dor e da febre.QUANDO NÃO SE DEVE USAR DAFALGAN?O medicamento NÃO DEVE SER UTILIZADO nas seguintes situações:- Hipersensibilidade ao paracetamol ou qualquer dos excipientes do medicamento. - Doença hepática grave. Se tiver alguma dúvida ou desejar mais informações, não hesite em perguntar ao seu médico oufarmacêutico.

INFORMAÇÃO IMPORTANTE ANTES DE TOMAR DAFALGAN

PRECAUÇÕ

ES

- Indicado para lactentes dos 3 meses a 1 ano (5 kg a 10 kg). - Nas crianças de 1 ano a 6 anos deve utilizar-se o DAFALGAN INFANTIL; nas criançascom mais dos 6 anos deve utilizar-se o DAFALGAN JÚNIOR. - Não ultrapassar as doses indicadas e consultar imediatamente o médico em caso desobredosagem acidental.

- Manter o medicamento fora da vista e do alcance das crianças. - Não utilizar o medicamento em tratamento prolongado sem o conselho do médico. Utilizar este medicamento com precaução no caso de sofrer de doença grave do rim(insuficiência renal grave).Este medicamento não deve ser utilizado para a auto-medicação da dor, durante mais de 7 diasnos adultos ou mais de 5 dias em crianças, excepto se prescrito pelo médico, pois uma dorintensa e prolongada pode requerer avaliação e tratamento médico.Este medicamento também não deve ser usado para auto-medicação da febre elevada (superio a39ºC), febre de duração superior a 3 dias ou febre recorrente, excepto se prescrito pelo médico,pois estas situações podem requerer avaliação e tratamento médico.PODE TOMAR DAFALGAN COM OUTROS MEDICAMENTOS?Para evitar eventuais interacções entre vários medicamentos deve informar o seu médico ou ofarmacêutico sobre os medicamentos que está a tomar.Potenciação dos efeitos da varfarina com a toma continuada de doses elevadas de paracetamol.O paracetamol aumenta as concentrações plasmáticas de cloranfenicol.A toma concomitante de paracetamol e AZT pode aumentar a incidência ou agravar aneutropenia.A associação de paracetamol e medicamentos anti-epilépticos pode provocar ou agravar a lesãohepática.A associação de paracetamol e rifampicina pode provocar ou agravar a lesão hepática.Em situações de alcoolismo crónico a toma de paracetamol pode provocar ou agravar a lesãohepática.Não associar a outros medicamentos contendo paracetamol, salicilatos ou outros anti-
inflamatórios não esteróides.A administração de paracetamol pode falsear o doseamento do ácido úrico pelo método doácido fosfotúngstico e a determinação da glicémia pelo método da glucose oxidase-peroxidase.Este medicamento contém 80 mg de paracetamol por supositório. Outros medicamentos contêma mesma substância activa, pelo que não os deve associar para não se ultrapasarem as dosesmáximas que são aconselhadas (ver posologia).

COMO UTILIZAR ESTE MEDICAMENTO

POSOLOGIA

Administração por via rectal.A posologia é determinada em função do peso da criança: 60 mg/kg/dia, a repartir em 4 tomasdiárias.. Lactentes de 3 meses a 1 ano (5 kg a 10 kg): 1 a 2 supositórios 4 vezes por dia.O intervalo entre cada toma deve ser de 4 a 6 horas.

EFEITOS INDESEJÁ

VEIS

Como para toda as substâncias activas, este medicamento pode provocar em certas pessoasefeitos indesejáveis.Os efeitos indesejáveis do paracetamol são raros; em certos casos pode surgir urticária, pruridoe edema, náuseas, vómitos, diarreia, dor abdominal, disúria, oligúria, hemoglobinúria,

hemorragia, anemia hemolítica, diminuição na contagem das células sanguíneas,metahemoglobinemia, febre hipoglicemia, icterícia e insuficiência hepática. Se ocorrer reacçãoalérgica torna-se necessário suspender imediatamente o tratamento e avisar o médico.COMUNICAR AO MÉDICO OU AO FARMACÊ

UICO TODOS OS EFEITOS

INDESEJÁVEIS,

E EM PARTICULAR OS QUE NÃO ESTÃO REFERIDOS NESTE

FOLHETO.Conservar ao abrigo do calor (15ºC-25ºC) e da humidadeNão utilizar o medicamento para além da data limite que está mencionada na embalagemexterior.Este folheto foi aprovado pela última vez em:T:\632790601422343750.docfilenameH:\Medicamentos\Dafalgan\Fi\Submetido\DAFALGAN 80 FI 1002 F.docEste FI substitui o submetido em Julho de 2002

HCM

1 October, 2002



DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Edema: Acúmulo anormal de líquido nos espaços intercelulares dos tecidos ou em diferentes cavidades corporais (peritôneo, pleura, articulações, etc.).
  2. Febre: Elevação da temperatura corporal acima de um valor normal, estabelecido entre 36,7ºC e 37ºC, quando medida na boca.
  3. Icterícia: Pigmentação amarelada da pele e mucosas devido ao aumento da concentração de bilirrubina no sangue. Pode ser acompanhada de sintomas como colúria (ver), prurido, etc. Associa-se a doenças hepáticas e da vesícula biliar, ou à hemólise (ver).
  4. Hemorragia: Perda de sangue para um órgão interno (tubo digestivo, cavidade abdominal) ou para o exterior (ferimento arterial). De acordo com o volume e velocidade com a qual se produz o sangramento uma hemorragia pode produzir diferentes manifestações nas pessoas, desde taquicardia, sudorese, palidez cutânea, até o choque.
  5. Oligúria: Eliminação de urina em volume inferior a 500 ml por dia. ?? produzida por desidratação, estados de choque (ver), infecções graves, insuficiência renal, etc.
  6. Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
  7. Neutropenia: Queda no número de neutrófilos no sangue abaixo de 1000 por milímetro cúbico. Esta é a cifra considerada mínima para manter um sistema imunológico funcionando adequadamente contra os agentes infecciosos mais freqüentes. Quando uma pessoa neutropênica apresenta febre, constitui-se uma situação de ???emergência infecciosa???.
  8. Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.

Síguenos

X