Desloratadina Ciclum

Para que serve Desloratadina Ciclum

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


APROVADO EM 06-11-2013 INFARMED FOLHETO INFORMATIVO

INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Desloratadina Ciclum 5 mg comprimidos revestidos por película
Desloratadina

Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento.
- Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler.
- Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.
- Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros. O medicamento pode
ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.
- Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detetar quaisquer efeitos secundários
não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto:
1. O que é Desloratadina Ciclum e para que é utilizado
2. Antes de tomar Desloratadina Ciclum
3. Como tomar Desloratadina Ciclum
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Desloratadina Ciclum
6. Outras informações


O QUE É DESLORATADINA CICLUM E PARA QUE É UTILIZADO

Desloratadina Ciclum é um medicamento antialérgico que não causa sonolência. Ajuda a
controlar a reação alérgica e os respetivos sintomas.
Desloratadina Ciclum alivia os sintomas associados a rinite alérgica (inflamação das vias
nasais causada por alergia, por exemplo, febre dos fenos ou alergia aos ácaros do pó).
Estes sintomas incluem espirros, corrimento ou prurido nasal, comichão no palato e
comichão, lacrimejo ou vermelhidão dos olhos.
Desloratadina Ciclum é também utilizada para aliviar os sintomas associados a urticária
(uma alteração da pele causada por alergia). Estes sintomas incluem comichão e pápulas.
O alívio destes sintomas tem a duração de um dia inteiro e ajudá-lo-á a retomar as suas
atividades diárias normais e o sono.


ANTES DE TOMAR DESLORATADINA CICLUM

Não tome Desloratadina Ciclum
- se tem alergia (hipersensibilidade) à desloratadina ou a qualquer outro componente de
Desloratadina Ciclum ou à loratadina.

Desloratadina Ciclum está indicada em adultos e adolescentes (a partir dos 12 anos de
idade).

Tome especial cuidado com Desloratadina Ciclum APROVADO EM 06-11-2013 INFARMED - se tem a função renal comprometida.
Por favor verifique com o seu médico antes de tomar Desloratadina Ciclum, se este caso
se aplicar a si, ou se não tiver a certeza.

Ao tomar Desloratadina Ciclum com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente
outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Não existem interações conhecidas de Desloratadina Ciclum com outros medicamentos.

Ao tomar Desloratadina Ciclum com alimentos e bebidas
Desloratadina Ciclum pode ser tomado com ou sem alimentos.

Gravidez e aleitamento
Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento durante a
gravidez ou amamentação.

Se está grávida ou a amamentar, não é recomendado que tome Desloratadina Ciclum.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Na dose recomendada, não é previsível que Desloratadina Ciclum lhe provoque
sonolência ou perturbe o seu estado de alerta. Contudo, muito raramente, algumas
pessoas poderão sentir sonolência, o que pode afetar a sua capacidade de conduzir ou
utilizar máquinas.

Informações importantes sobre alguns componentes de Desloratadina Ciclum
Este medicamento contém isomalte. Se foi informado pelo seu médico que tem
intolerância a alguns açúcares, consulte-o antes de tomar este medicamento.


COMO TOMAR DESLORATADINA CICLUM

Tome este medicamento exatamente como indicado pelo seu médico. Fale com o seu
médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Adultos e adolescentes (a partir dos 12 anos de idade): tome um comprimido uma vez por
dia. Engula o comprimido inteiro com água, com ou sem alimentos.
No que se refere à duração do tratamento, o seu médico irá determinar o tipo de rinite
alérgica de que sofre e durante quanto tempo deverá tomar Desloratadina Ciclum. Se a
sua rinite alérgica é intermitente (presença de sintomas durante menos de 4 dias por
semana ou durante menos de 4 semanas), o seu médico irá recomendar-lhe um esquema
de tratamento que dependerá da avaliação dos antecedentes da sua doença. Se a sua rinite
alérgica é persistente (presença de sintomas durante 4 dias ou mais por semana e durante
mais de 4 semanas), o seu médico poderá recomendar-lhe um tratamento prolongado.
Para a urticária, a duração de tratamento pode ser variável de doente para doente e
portanto deverá seguir as instruções do seu médico. APROVADO EM 06-11-2013 INFARMED Se tomar mais Desloratadina Ciclum do que deveria
Tome Desloratadina Ciclum de acordo com que lhe foi prescrito. Não são previsíveis
problemas graves em caso de sobredose acidental. Todavia, se tomar uma dose de
Desloratadina Ciclum superior à recomendada, contacte o seu médico ou farmacêutico.

Caso se tenha esquecido de tomar Desloratadina Ciclum
Caso se tenha esquecido de tomar a sua dose na hora apropriada, tome a dose de que se
esqueceu logo que possível e retorne, de seguida, ao seu esquema posológico regular.
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.


EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como todos os medicamentos, Desloratadina Ciclum pode causar efeitos secundários, no
entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Nos adultos, os efeitos secundários foram aproximadamente os mesmos do que os
observados com um comprimido de placebo. Contudo, fadiga, boca seca e dor de cabeça
foram relatadas mais frequentemente do que com um comprimido de placebo. A dor de
cabeça foi o efeito secundário mais notificado nos adolescentes.
Durante a comercialização de desloratadina, foram notificados muito raramente, casos de
reações alérgicas graves (dificuldade em respirar, respirar ruidosamente, comichão,
urticária e inchaço) e exantema. Foram também notificados muito raramente casos de
palpitações, batimento cardíaco rápido, dor de estômago, náusea (sentir enjoo), vómitos,
mal-estar do estômago, diarreia, tonturas, sonolência, incapacidade de dormir, dores
musculares, alucinações, convulsões, agitação com aumento dos movimentos do corpo,
inflamação do fígado e testes da função do fígado anormais.

Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detetar quaisquer efeitos secundários
não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.


COMO CONSERVAR DESLORATADINA CICLUM

Manter fora da vista e do alcance das crianças.

Não conservar acima de 30ºC.

Conservar na embalgem de origem para proteger da humidade.

Não utilize Desloratadina Ciclum comprimidos revestidos por película após expirar o
prazo de validade impresso na embalagem após “

VAL.

” O prazo de validade
corresponde ao último dia do mês indicado. Informe o seu farmacêutico caso detete
qualquer alteração no aspeto dos comprimidos.
APROVADO EM 06-11-2013 INFARMED Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico.
Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita.
Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.


OUTRAS INFORMAÇÕES Qual a composição de Desloratadina Ciclum

A substância ativa é a desloratadina. Cada comprimido contém 5 mg desloratadina.

Os outros componentes são:
Núcleo do comprimido: isomalte (E953), amido de milho pré-gelificado, celulose
microcristalina, óxido de magnésio pesado, hidroxipropilcelulose, crospovidona,
estearato de magnésio.
Revestimento do comprimido: álcool polivinílico, dióxido de titânio (E171),
macrogol/PEG3350, talco e azul FD&C #2 / Laca de alumínio de indigotina (E132).

Qual o aspeto de Desloratadina Ciclum e conteúdo da embalagem

Desloratadina Ciclum 5 mg comprimidos revestidos por película são comprimidos azuis,
redondos, biconvexos, com um diâmetro de aproximadamente 6,5 mm.
Desloratadina Ciclum 5 mg comprimidos revestidos por película são acondicionado em
blisters de policlorotrifluoretileno (PCTFE)/Cloreto de Polivinilo (PVC)/Alumínio.

Desloratadina Ciclum 5 mg comprimidos revestidos por película são acondicionado em
blisters unidose em embalagens de 7, 10, 15, 20, 30, 50, 60, 90, 100, 120, 150, 180
comprimidos revestidos por película.

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricantes

Titular da Autorização de Introdução no Mercado

Ciclum Farma Unipessoal, Lda.
Quinta da Fonte
Edifício D. Amélia - Piso 1, Ala B
2770-229 Paço de Arcos

Fabricantes

STADA Arzneimittel AG
Stadastrasse 2-18
D-61118 Bad Vilbel
Alemanha
APROVADO EM 06-11-2013 INFARMED Specifar S.A.
1, 28 Octovriou str.,
Ag. Varvara, 12351 Atenas
Grécia

Este medicamento encontra-se autorizado nos Estados Membros do Espaço Económico
Europeu (EEE) sob as seguintes denominações

Áustria: Desloratadin STADA 5 mg Filmtabletten Bélgica: Desloratadine EG 5mg filmomhulde tabletten Alemanha: Desloratadin STADA 5 mg Filmtabletten Dinamarca: Desloratadin STADA Espanha: Desloratadina STADA 5 mg comprimidos recubiertos con película EFG Finlândia: Desloratadin STADA França: DESLORATADINE EG 5 mg, comprimé pelliculé Hungria: Desloratadine Stada Itália: Desloratadina EG compresse rivestite con film Luxemburgo: Desloratadine EG 5mg comprimés pelliculés
Holanda: Desloratadine CF 5 mg, filmomhulde tabletten Portugal: Desloratadina Ciclum Suécia: Desloratadin STADA filmdragerade tabletter Eslováquia: Dezloratadin STADA

Este folheto foi aprovado pela última vez em


DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Febre: Elevação da temperatura corporal acima de um valor normal, estabelecido entre 36,7ºC e 37ºC, quando medida na boca.
  2. Pápula: Uma pequena lesão endurecida, elevada, da pele.
  3. Rinite: Inflamação da mucosa nasal, produzida por uma infecção viral ou reação alérgica. Manifesta-se por secreção aquosa e obstrução das fossas nasais.
  4. Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.

Síguenos

X