Donepezilo Wynn

Para que serve Donepezilo Wynn

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


FOLHETO INFORMATIVO

INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Donepezilo Wynn 5 mg Comprimidos Donepezilo Wynn 10 mg Comprimidos (Cloridrato de donepezilo)

Leia atentamente este folheto antes de utilizar este medicamento. - Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler. - Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico. - Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas. - Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto: 1. O que é o Donepezilo Wynn e para que é utilizado 2. Antes de tomar Donepezilo Wynn 3. Como tomar Donepezilo Wynn 4. Efeitos secundários possíveis 5. Como conservar Donepezilo Wynn 6. Outras Informações

1. O que é o Donepezilo Wynn e para que é utilizado

O Donepezilo Wynn pertence a um grupo de medicamentos denominados inibidores da acetilcolinesterase.

Classificação farmacoterapêutica 2.13.1 Sistema Nervoso Central. Outros medicamentos com acção no Sistema Nervoso Central. Medicamentos utilizados no tratamento sintomático das alterações cognitivas. Medicamentos utilizados no tratamento sintomático da demência de Alzheimer. Indicações terapêuticas O Donepezilo Wynn é utilizado no tratamento de sintomas de demência em pessoas a quem foi diagnosticada Doença de Alzheimer ligeira a moderadamente grave. Este medicamento é para utilização apenas em doentes adultos.

2. Antes de tomar Donepezilo Wynn

Não tome Donepezilo Wynn - se tem hipersensibilidade (alergia) ao cloridrato de donepezilo, aos derivados da piperidina ou a qualquer outro componente de Donepezilo Wynn; - se estiver a amamentar

Tome especial cuidado com Donepezilo Wynn - se já teve úlceras gástricas (no estômago) ou duodenais; - se já teve convulsões; - se tem problemas cardíacos; - se tem asma ou outra doença pulmonar prolongada; - se já teve problemas hepáticos (de fígado) ou hepatite; - se tem dificuldade em urinar;

- se está grávida ou pensa que pode estar grávida. Tomar Donepezilo Wynn com outros medicamentos Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica, especialmente, medicamentos analgésicos (para a dor) ou indicados no tratamento da artrite reumatóide, antibióticos ou antifúngicos, relaxantes musculares, antidepressivos, anticonvulsivantes ou medicamentos indicados para problemas cardíacos. Se for submetido a uma intervenção cirúrgica para a qual seja necessária anestesia geral, informe o seu médico ou anestesista que está a tomar Donepezilo Wynn. Informe o seu médico ou farmacêutico sobre quem é o seu cuidador. O seu cuidador poderá ajudá-lo a tomar a medicação conforme lhe foi receitada pelo seu médico. Gravidez e aleitamento Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento. Não tome este medicamento se estiver grávida, a não ser por indicação do seu médico. Comunique ao seu médico se engravidar durante o tratamento. Mulheres que estejam a tomar Donepezilo Wynn não devem amamentar. Condução de veículos e utilização de máquinas A Doença de Alzheimer pode prejudicar a condução de veículos ou comprometer a capacidade de utilizar máquinas. Não desempenhe estas actividades excepto se o seu médico lhe disser que é seguro fazê-lo. Adicionalmente, o Donepezilo Wynn pode induzir fadiga, tonturas e cãibras musculares, principalmente aquando do início da terapêutica, ou aquando do aumento da dose, pelo que se for afectado por estes sintomas não deverá conduzir ou operar máquinas. Informações importantes sobre alguns ingredientes de Donepezilo Wynn Este medicamento contém lactose. Se foi informado pelo seu médico que tem alguma intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento.

3. Como tomar Donepezilo Wynn

Tome sempre Donepezilo Wynn de acordo com as indicações do seu médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas. Posologia e modo de administração Deve tomar o seu comprimido Donepezilo Wynn à noite, antes de deitar. A dose a tomar depende da duração do tratamento e da indicação do seu médico. Habitualmente, o tratamento é iniciado com 5 mg à noite. Ao fim de um mês o seu médico poderá aumentar-lhe a dose para 10 mg à noite. A dose máxima recomendada é de 10 mg por dia. Não interrompa o tratamento, nem altere a dose do medicamento que está a tomar, a não ser por indicação expressa do seu médico. Duração do tratamento O seu médico ou farmacêutico indicar-lhe-ão a duração do tratamento com Donepezilo Wynn. Deve consultar o seu médico regularmente, para revisão do seu tratamento e avaliação da evolução dos sintomas. Se tomar mais Donepezilo Wynn do que deveria Não tome mais que um comprimido por dia. Se tomar acidentalmente demasiados comprimidos, ou se outra pessoa ou criança tomar o seu medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico. Caso se tenha esquecido de tomar Donepezilo Wynn

Tente tomar diariamente o medicamento conforme indicado pelo seu médico. No entanto, se se esqueceu de tomar uma dose, deverá tomá-la assim que se lembrar, em vez de a tomar na altura da dose seguinte, seguindo depois o esquema habitual. Não tome uma dose a dobrar para compensar a dose que se esqueceu de tomar. Se se esquecer de tomar o medicamento por mais de uma semana, contacte o seu médico antes de retomar a medicação. Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.

4. Efeitos secundários possíveis

Como rodos os medicamentos, Donepezilo Wynn podem ter efeitos secundários em algumas pessoas. Os efeitos secundários mais frequentes incluem diarreia, náuseas, vómitos, cãibras musculares, fadiga e insónias (dificuldades em dormir), perturbações abdominais, sintomas de resfriamento, erupção cutânea, anorexia, alucinações, agitação, comportamento agressivo, desmaios, tonturas, prurido, incontinência urinária, dores de cabeça, dores, acidentes. Durante o tratamento, houve ainda doentes que relataram efeitos secundários pouco frequentes, convulsões, batimentos cardíacos lentos, hemorragia e úlceras gástricas e duodenais, aumentos mínimos nas concentrações séricas de creatininacinase muscular. Mais raramente foram relatadas perturbações hepáticas incluindo hepatite, sintomas extrapiramidais e bloqueio sinoauricular e bloqueio aurículoventricular. Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários não detectados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

5. Como conservar Donepezilo Wynn

Manter fora do alcance e da vista das crianças. Não utilize Donepezilo Wynn após expirar o prazo de validade indicado na caixa. Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.

6. Outras informações

Qual a composição de Donepezilo Wynn A substância activa é deste medicamento é o cloridrato de donepezilo. Cada comprimido revestido por película contém 5 mg e 10 mg de cloridrato de donepezilo, respectivamente. Os outros componentes do núcleo comprimido são: lactose mono-hidratada, celulose microcristalina, amido de milho, hidroxipropilcelulose, estearato de magnésio. Os componentes do revestimento são: hipromelose 2910 (5 cps), dióxido de titânio (E171), macrogol 400 e óxido de ferro amarelo (E172) (para a dosagem de 10 mg). Qual o aspecto de Donepezilo Wynn e conteúdo da embalagem O Donepezilo Wynn apresenta-se na forma de comprimido revestido por película, estando disponível em embalagens de 7, 10, 14, 20, 28, 56 ou 60 comprimidos. É possível que não sejam comercializadas todas as embalagens.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado

Wynn Industrial Pharma, S.A. Rua Tierno Galvan, Torre 3, 16º Piso, Amoreiras 1070-274 Lisboa

Fabricante

Krka, d.d. Šmarješka cesta 6 80501 Novo Mesto Eslovénia

Este folheto foi aprovado pela última vez em



DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Demência: Deterioração irreversível e crônica das funções intelectuais de uma pessoa.
  2. Incontinência: Incapacidade de controlar o esvaziamento da bexiga ou do reto. Como resultado produz-se perda de urina ou matéria fecal involuntariamente. As pessoas com incontinência podem apresentar um defeito adquirido ou congênito no mecanismo esfincteriano, ou alguma anormalidade neurológica que as impeça de reconhecer o estado de plenitude da bexiga ou reto e de promover esvaziamento destes quando for conveniente.
  3. Hemorragia: Perda de sangue para um órgão interno (tubo digestivo, cavidade abdominal) ou para o exterior (ferimento arterial). De acordo com o volume e velocidade com a qual se produz o sangramento uma hemorragia pode produzir diferentes manifestações nas pessoas, desde taquicardia, sudorese, palidez cutânea, até o choque.
  4. Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.

Síguenos

X