FAULDPAMI

Para que serve FAULDPAMI

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


PAMI_V.07-14

1


FAULDPAMI

pamidronato dissódico

APRESENTAÇÕES
Solução injetável com 90 mg de pamidronato dissódico em cada frasco-ampola (10 m

L). Embalagens contendo 1
frasco-ampola.

USO EXCLUSIVO INTRAVENOSO
USO ADULTO

COMPOSIÇÃO
Cada 1 m

L da solução contém 9 mg de pamidronato dissódico.
Veículos: ácido fosfórico, hidróxido de sódio, manitol e água para injeção.


INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUÊ ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?
Indicado no tratamento de metástases ósseas, hipercalcemia induzida por tumor e doença óssea de Paget.



COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?
FAULDPAMI

®

é um medicamento antineoplásico, cujo princípio ativo é o pamidronato dissódico, que exerce sua atividade

terapêutica através da inibição da reabsorção óssea..

QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
FAULDPAMI

®

é contraindicado no caso de reações alérgicas ao pamidronato dissódico, a outros bisfosfonatos, ou a

qualquer componente de sua formulação.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Informe seu médico se você tem ou teve problemas renais, sanguíneos (como anemia) ou asma. É recomendável
avaliação odontológica preventiva antes do início do tratamento. Enquanto estiver sob tratamento, você deve evitar
procedimentos odontológicos invasivos, se possível. Caso seja necessário realizar algum procedimento, seu médico
deve avaliar o risco-benefício.
O uso de FAULDPAMI

®

pode causar, ocasionalmente, dor muscular, óssea e/ou articular, sendo o tempo de duração dos

sintomas variável (de um dia a vários meses) após a interrupção da terapia. A maioria dos pacientes sente alívio dos
sintomas após a interrupção do tratamento.
Seu médico precisará fazer exames de sangue e urina regularmente enquanto você estiver usando este medicamento.


Não é necessário ajuste de dose em pacientes com insuficiência renal, ou com insuficiência hepática leve a moderada,
desde que utilizado nos esquemas terapêuticos usualmente recomendados.
Durante o tratamento, os pacientes não devem dirigir veículos ou operar máquinas, devido à sonolência e/ou
tontura.
Mulheres grávidas:
informe seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término.
Não se sabe se o pamidronato passa para o leite materno, portanto, a amamentação durante o tratamento não é
aconselhada. O médico irá avaliar o risco-benefício para o lactente (bebê) e para a paciente (mãe).
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica. Informe imediatamente
seu médico em caso de suspeita de gravidez.
FAULDPAMI

®

administrado em associação com outros antineoplásicos não demonstrou interações significativas. Não

deve ser administrado simultaneamente com outros bisfosfonatos. Deve-se ter cautela ao administrá-lo com outros
medicamentos potencialmente nefrotóxicos (tóxicos aos rins).
Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.
Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?
Este medicamento deve ser armazenado em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C) e protegido da luz.
Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.
As soluções para infusão tem estabilidade físico química de 24 horas, quando armazenadas sob refrigeração (2ºC
e 8ºC) e protegidas da luz.

A solução injetável é límpida, incolor e deve estar livre de partículas visíveis.
Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma
mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

PAMI_V.07-14

2

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.


COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Seu médico irá determinar quanto e qual a frequência em que você receberá a medicação. As doses terapêuticas variam
conforme o estádio da doença. O limite da dose depende do paciente e do protocolo utilizado.
Sua medicação será dada através de uma cânula que será introduzida através de uma cateter em uma de suas veias,
normalmente do braço, pulso ou das mãos e algumas vezes do peito (administração intravenosa ou infusão IV).
Um enfermeiro ou outro profissional capacitado irá administrar os medicamentos para seu tratamento.
Avise imediatamente se algum destes medicamentos caírem na sua pele ou espirrar em seus olhos; ou se você sentir dor
quando da punção da agulha na veia.
Risco de uso por via de administração não recomendada:
este medicamento deve ser administrado somente por via
intravenosa.
Dosagem
-

Metástases ósseas predominantemente líticas e mieloma múltiplo

A dose recomendada para o tratamento de metástases ósseas (predominantemente líticas) e mieloma múltiplo é de 90
mg, administradas em infusão única a cada quatro semanas. Em pacientes com metástases ósseas recebendo
quimioterapia a intervalos de três semanas, o pamidronato dissódico também deve ser administrado a cada três semanas.


A taxa de infusão não deve exceder 60 mg/h (1 mg/min) e a concentração de pamidronato dissódico na solução não
deve exceder 90 mg/250 m

L.
-

Hipercalcemia induzida por tumor

Recomendado que os pacientes sejam reidratados com soro fisiológico a 0,9%, antes e/ou durante o tratamento.
Tratamento inicial: a dose total pode ser administrada por infusão única, ou dividida em duas ou quatro doses diárias
consecutivas. A dose total recomendada para cada tratamento com pamidronato dissódico está relacionada à
concentração plasmática inicial de cálcio. Os esquemas posológicos a seguir são derivados de dados clínicos sobre
valores de cálcio não corrigidos:

Cálcio sérico inicial *

(valores não corrigidos)

Dose total recomendada

(mmol/L) (mg%)

(mg)

Até 3,0

Até 12,0

15 – 30

3,0 – 3,5

12,0 – 14,0

30 – 60

3,5 – 4,0

14,0 – 16,0

60 – 90

> 4,0

> 16,0

90

* Valores medidos não corrigidos para albumina

A dose máxima para cada tratamento é de 90 mg, tanto para o tratamento inicial, como para tratamentos subsequentes.
Uma diminuição significativa do cálcio sérico é geralmente observada entre 24 e 48 horas após a administração de
pamidronato dissódico e sua normalização entre três e sete dias. Se a normalização do nível de cálcio não ocorrer neste
período, uma dose adicional poderá ser administrada. A duração da resposta pode variar em cada paciente e o
tratamento pode ser repetido quando houver recorrência de hipercalcemia.
-

Doença óssea de Paget

O ciclo de tratamento recomendado consiste de uma dose total de 180 mg, administrada em doses unitárias de 30 mg,
uma vez por semana, por seis semanas consecutivas, ou 60 mg a cada duas semanas, durante seis semanas. A
experiência disponível até o momento sugere que quaisquer efeitos indesejáveis leves e transitórios (vide “Reações
adversas”) tendem a ocorrer após a primeira dose. Desta forma, se forem usadas doses unitárias de 60 mg, recomenda-
se, no início do tratamento, uma dose adicional de 30 mg (aumentando-se assim a dose total para 210 mg). Cada dose
de 30 ou 60 mg deve ser diluída, respectivamente, em 125 ou 250 m

L de infusão intravenosa de soro fisiológico a 0,9%,
com taxa de infusão não excedendo 60 mg/hora (1 mg/min). Este esquema, omitindo-se a dose inicial, pode ser repetido
a cada seis meses, até que a remissão da doença seja atingida ou haja recorrência.
Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não
interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Este medicamento deve ser dado mediante um esquema regular de tratamento. Se você perder uma dose, avise seu
médico, cuidador ou profissional responsável para receber as devidas instruções.
Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?
As reações adversas do FAULDPAMI

®

geralmente são leves e transitórias. As reações adversas mais comuns são: sintomas

semelhantes à gripe com febre branda; dor de cabeça; náusea; vômito; reações no local da infusão (dor, vermelhidão,
edema e endurecimento).

PAMI_V.07-14

3

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do
medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.


O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE
MEDICAMENTO?
Pacientes que receberem doses de FAULDPAMI

®

acima das recomendadas devem ser cuidadosamente monitorados. Pode

ocorrer aumento das reações adversas.
Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a
embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para

00 722 6001

, se você precisar de mais orientações.

MS nº: 1.0033.0141
Farmacêutica responsável: Cintia Delphino de Andrade – CRF-SP nº: 25.125

Registrado por:
LIBBS FARMACÊUTICA LTDA.
Rua Josef Kryss, 250 – São Paulo – SP

CNPJ

61.230.314/0001-75

Fabricado por:
LIBBS FARMACÊUTICA LTDA.
Rua Alberto Correia Francfort, 88 – Embu das Artes – SP
Indústria brasileira
www.libbs.com.br

Uso restrito a hospitais.
Venda sob prescrição médica.








Histórico de alteração para a bula


Dados da submissão eletrônica

Dados da petição/notificação que altera bula

Dados das alterações de bulas

Data do
expediente


expediente

Assunto

Data do
expediente

Nº do
expediente

Assunto

Data de
aprovação

Itens de bula

Versões
(VP/VPS)

Apresentações
relacionadas

24/10/2014

10450 -
SIMILAR –
Notificação
de alteração
de Texto de
Bula – RDC
60/12




Não se
aplica




Não se
aplica




Não se
aplica




Não se aplica

Bula Profissional:
- CARACTERÍSTICAS
FARMACOLÓGICAS

- DIZERES LEGAIS

Bula Paciente:
- DIZERES LEGAIS

VP/VPS

9 MG/ML SOL INJ CT

FA VD INC X 10 ML

10/04/

13 0269211132

10457 -
SIMILAR –
Inclusão
Inicial de
Texto de
Bula – RDC
60/12

Não se
aplica

Não se
aplica

Não se
aplica

Não se aplica

-

VP/VPS

9 MG/ML SOL INJ CT

FA VD INC X 10 ML



DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Edema: Acúmulo anormal de líquido nos espaços intercelulares dos tecidos ou em diferentes cavidades corporais (peritôneo, pleura, articulações, etc.).
  2. Febre: Elevação da temperatura corporal acima de um valor normal, estabelecido entre 36,7ºC e 37ºC, quando medida na boca.

Síguenos

X