HEMATOFER

Para que serve HEMATOFER

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


Hematofer_bula_paciente

2

INFORMAÇÕES AO PACIENTE
Hematofer
sulfato ferroso

APRESENTAÇÕES
Comprimido revestido de 40 mg em embalagem com 50 ou 200 comprimidos.

USO ORAL
USO ADULTO E PEDIÁTRICO ACIMA DE 7 ANOS

COMPOSIÇÃO
Cada comprimido revestido contém:
sulfato ferroso........................................ 109 mg*
*equivalente a 40 mg de ferro elementar
excipiente q.s.p...................................... 1 comprimido
Excipientes: celulose microcristalina, crospovidona, estearato de magnésio, dióxido de silício, copolímero de
polivinil álcool-polietilenoglicol, macrogol, dióxido de titânio, corante vermelho laca alumínio nº 40, corante
marrom alumínio laca nº 75 e talco.

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Hematofer é indicado para o tratamento de vários tipos de anemias e situações em que o organismo necessite de
uma maior quantidade de ferro, como ocorre durante a gravidez, puerpério, lactação, crescimento, hemorragias,
infecções, verminoses, carência de ferro por dietas drásticas, perdas crônicas ou interferência na absorção de
ferro para crianças com mais de 7 anos, jovens e adultos.

COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?

O ferro é elemento essencial na formação da hemoglobina e existe em todas as células do organismo.
Possui grande importância porque exerce influência geral sobre todo o organismo no processo nutritivo de todos
os tecidos. Sua tarefa é transportar e ceder oxigênio aos tecidos. É elemento importante nos casos de anemia
ferropriva e hemorragias. Seus efeitos clínicos aparecem nas primeiras semanas de tratamento e perduram por
longo tempo. Estas anemias podem ser decorrentes de sangramentos agudos ou crônicos ou em razão da má
absorção deste elemento ou ainda por deficiência da alimentação. O ferro também é utilizado na suplementação
alimentar em situações como gravidez, amamentação e fases de crescimento rápido. No tratamento mencionado,
os sinais de melhora podem demorar dias ou semanas para aparecer.

3. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Contraindicações
O medicamento não deve ser utilizado por pacientes que apresentam hipersensibilidade ao sulfato ferroso ou a
qualquer componente da fórmula.
Pacientes que apresentam hemocromatose e hemossiderose não devem utilizar sulfato ferroso.
O sulfato ferroso também é contraindicado em casos que o paciente apresente quadro de tuberculose pulmonar.
Informe ao médico ou cirurgião-dentista o aparecimento de reações indesejáveis.
Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de outro medicamento.
O sulfato ferroso interage com alguns medicamentos. O carbonato de cálcio e os antiácidos diminuem a absorção
do ferro, o cloranfenicol e a vitamina E retardam a resposta ao tratamento com ferro, o alopurinol aumenta a
concentração hepática do ferro, o ácido ascórbico aumenta a absorção do ferro e o ferro diminui a absorção das
tetraciclinas.
Este medicamento é contraindicado em casos de alergia ao sulfato ferroso e em doenças que cursam com
acúmulo de ferro no organismo.
O acúmulo anormal de ferro pode ocorrer em alguns pacientes com processos inflamatórios crônicos,
insuficiência renal crônica e em algumas anemias não devidas à carência de ferro.
Este medicamento é contraindicado em outros tipos de anemia que não a ferropriva, hemocromatose e
hemossiderose.
Este medicamento é contraindicado para menores de 7 anos.


O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Hematofer_bula_paciente

3

Advertências e precauções
O uso deve ser cuidadoso em pacientes com doenças no estômago.
Crianças
Crianças que tomarem doses altas deste medicamento podem ter reações indesejáveis graves e virem a
falecer.
Gravidez
Mulheres grávidas são particularmente propensas às manifestações digestivas.
Comunique seu médico no caso de intolerância gastrintestinal, pois ele poderá fracionar a dose diária em três
tomadas ou reduzir a dose.
Pode ser usado, a critério médico, durante a gravidez para a prevenção e tratamento da anemia. Recomenda-se a
administração durante o segundo e terceiro trimestres de gravidez.
Este medicamento pode ser utilizado durante a gravidez desde que sob prescrição médica ou do cirurgião-
dentista.
Amamentação
O ferro passa para o leite materno, no entanto, não foram detectados problemas em bebês amamentados por mães
que utilizaram o medicamento.
Idosos
Em pacientes idosos, a dose pode ser aumentada, pois há pouca resposta às doses comumente utilizadas.
Compostos de ferro podem agravar a sobrecarga deste elemento em pacientes com anemias que não são
originárias da carência de ferro.
Em pacientes idosos a dose pode ser aumentada, pois há pouca resposta a doses convencionais.
Insuficiência renal
Na insuficiência renal, embora a causa da anemia seja outra, pode ser necessário suplementar ferro por via oral e,
em casos especiais, por via injetável. Na insuficiência renal a causa essencial da anemia é a deficiência de
eritropoietina, mas pode exigir suplementação de ferro por via oral e, em casos especiais, por via parenteral. Em
casos de insuficiência hepática, não é necessário reajuste de dose.
Interações medicamentosas
Medicamentos contendo alumínio, magnésio ou citrato de bismuto diminuem a absorção de ferro.
O uso concomitante com cimetidina, omeprazol, metildopa, também reduz a absorção do ferro, enquanto que o
álcool favorece sua absorção.
O tratamento concomitante com cloranfenicol retarda a absorção do ferro. O ferro reduz a absorção das
tetraciclinas orais, das quinolonas (ciprofloxacina) e ainda, a eficácia da penicilamina. A levodopa interfere no
efeito terapêutico do ferro.
Interações com alimentos
Embora a absorção seja maior quando o estômago está vazio, a administração junto às refeições diminui a
frequência de efeitos indesejáveis. Muitas substâncias (fitatos e oxalatos) presentes na alimentação reduzem a
absorção do ferro. A cafeína e o chá-mate também diminuem a absorção do ferro.
Interações com testes de laboratório
Pode ocasionar falso-positivo na pesquisa de sangue oculto nas fezes. Informe ao laboratório que está em
tratamento com o medicamento caso tenha que colher amostras de fezes para exames.
Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.
Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico.


5. ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?
Você deve manter este medicamento em temperatura ambiente (entre 15 e 30 °C), em lugar seco e ao abrigo da
luz. Nestas condições o prazo de validade é de 18 meses a contar da data de fabricação.
Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.
Hematofer apresenta-se na forma de um comprimido revestido, circular, cor marrom café, não sulcado.
Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe
alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.

Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

6. COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Modo de usar

Hematofer_bula_paciente

4

Os comprimidos de Hematofer devem ser engolidos sem mastigar, com auxílio de água. Em caso de ingestão de
alimentos que reduzem a absorção do sulfato ferroso, administrar o medicamento 1 hora antes ou 2 horas após as
refeições.
Posologia
Tomar 1 a 2 comprimidos ao dia com um pouco de água, após as refeições.
A administração de qualquer composto de ferro para correção de anemias deve ser prolongada por várias
semanas além da recuperação do conjunto de sintomas para reabastecimento de depósito normal de ferro no
organismo.
Se surgirem manifestações digestivas indesejáveis, o uso pode ser interrompido por alguns dias e reiniciado com
doses menores para adaptação, aumentando-se, durante alguns dias, até as doses prescritas.
Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do
farmacêutico. Não desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.
Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. Antes de usar observe o aspecto do
medicamento.
Este medicamento não pode ser partido ou mastigado.


7. O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Caso houver o esquecimento de uma dose, ela deve ser tomada assim que possível. Entretanto, se faltar pouco
tempo para a próxima dose, não tome em dobro a dose recomendada pelo seu médico. Continue tomando nos
mesmos horários.
Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

As reações mais comuns são digestivas e incluem náuseas, distensão abdominal, perda de apetite, sensação de
queimação no estômago ou azia, vômito, diarreia ou prisão de ventre. Os sintomas podem ser muito sérios em
crianças, com risco de morte.
Como ocorre com os demais sais de ferro, o sulfato ferroso pode agravar problemas existentes no estômago ou
no intestino, como úlceras e inflamações intestinais.
Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo
uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.


O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

Em caso de superdosagem as principais manifestações são dor abdominal, diarreia ou vômito, palidez ou
cianose, fraqueza, tontura, acidose metabólica, necrose hepática e colapso cardiovascular, diminuição da pressão
arterial e insuficiência respiratória e morte.
Suspenda imediatamente a administração.
Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a
embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais
orientações.

DIZERES LEGAIS
MS - 1.2568.0048
Farmacêutico Responsável: Dr. Luiz Donaduzzi
CRF-PR 5842

Registrado e fabricado por:
PRATI, DONADUZZI & CIA LTDA
Rua Mitsugoro Tanaka, 145
Centro Industrial Nilton Arruda - Toledo - PR
CNPJ 73.856.593/0001-66
Indústria Brasileira

CAC - Centro de Atendimento ao Consumidor
0800-709-9333
cac@pratidonaduzzi.com.br

Hematofer_bula_paciente

5

www.pratidonaduzzi.com.br

Siga corretamente o modo de usar; não desaparecendo os sintomas, procure orientação médica.

Hematofer_bula_paciente

6

Anexo B

Histórico de alteração para a bula


Dados da submissão eletrônica

Dados da petição/notificação que altera bula

Dados das alterações de bulas

Data do

expediente

No. expediente

Assunto

Data do

expediente

N° do

expediente

Assunto

Data de

aprovação

Itens de bula

Versões

(VP/VPS)

Apresentações

relacionadas

-

-

10461 –

ESPECÍFICO

Inclusão Inicial

de Texto de Bula

Hematofer_bula_paciente

7



DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Acidose: Desequilíbrio do meio interno caracterizado por uma maior concentração de íons hidrogênio no organismo. Pode ser produzida pelo ganho de substâncias ácidas ou perda de substâncias alcalinas (básicas).
  2. Hemoglobina: Proteína encarregada de transportar o oxigênio desde os pulmões até os tecidos do corpo. Encontra-se em altas concentrações nos glóbulos vermelhos.
  3. Hemorragia: Perda de sangue para um órgão interno (tubo digestivo, cavidade abdominal) ou para o exterior (ferimento arterial). De acordo com o volume e velocidade com a qual se produz o sangramento uma hemorragia pode produzir diferentes manifestações nas pessoas, desde taquicardia, sudorese, palidez cutânea, até o choque.
  4. Necrose: Conjunto de processos irreversíveis através dos quais se produz a degeneração celular seguida de morte da célula.
  5. Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
  6. Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.

Síguenos

X