Ibuprofeno OM Pharma

Para que serve Ibuprofeno OM Pharma

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


APROVADO EM 12-03-2014 INFARMED Folheto informativo: Informação para o doente

Ibuprofeno OM Pharma, 200 mg, comprimido revestido por película

Ibuprofeno

Leia com atenção todo este folheto antes de começar a tomar este medicamento, pois
contém informação importante para si.
Tome este medicamento exatamente como está descrito neste folheto, ou de acordo com
as indicações do seu médico, farmacêutico ou enfermeiro.
- Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o ler novamente.
- Caso precise de esclarecimentos ou conselhos, consulte o seu farmacêutico.
- Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não
indicados neste folheto, fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro. Ver secção
4.
- Se não se sentir melhor ou se piorar após 3 dias, tem de consultar um médico.

O que contém este folheto:
1. O que é Ibuprofeno OM Pharma e para que é utilizado
2. O que precisa de saber antes de tomar Ibuprofeno OM Pharma
3. Como tomar Ibuprofeno OM Pharma
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Ibuprofeno OM Pharma
6. Conteúdo da embalagem e outras informações


O que é Ibuprofeno OM Pharma e para que é utilizado

Os comprimidos de Ibuprofeno OM Pharma contêm a substância ativa ibuprofeno, na
forma de lisinato de ibuprofeno, que pertence ao grupo dos anti-inflamatórios não
esteróides (AINEs). Ibuprofeno OM Pharma actua aliviando a dor, reduzindo a
inflamação e a febre.

Ibuprofeno OM Pharma está indicado no tratamento, pelo período máximo de 3 dias, de:
dores articulares e de ligamentos
dores nas costas
dores de cabeça ligeiras a moderadas
enxaqueca com diagnóstico médico prévio
dores de dentes
dores menstruais
dores pós-traumáticas
febre associada a situações gripais.

Ibuprofeno OM Pharma está indicado em adultos e crianças com mais de 12 anos.

Se não se sentir melhor ou se piorar após 3 dias, tem de consultar um médico. APROVADO EM 12-03-2014 INFARMED 2. O que precisa de saber antes de tomar Ibuprofeno OM Pharma

Não tome Ibuprofeno OM Pharma:
- se tem alergia ao ibuprofeno ou a qualquer outro componente deste medicamento
(indicados na secção 6).
- se teve no passado reações alérgicas tais como asma, rinite, prurido e erupções cutâneas
ou inchaço dos lábios, face, língua ou garganta, após ter tomado medicamentos contendo
ácido acetilsalicílico ou outros anti-inflamatórios não esteróides.
- se tem ou teve no passado uma úlcera ou sangramento do estômago ou intestino (com
possível perfuração), especialmente se tiver sido causada pelo tratamento com anti-
inflamatórios não esteróides.
- se sofre de problemas graves do fígado ou rins.
- se tem insuficiência cardíaca grave
- se está nos últimos 3 meses da gravidez.

Advertências e precauções
O tratamento com Ibuprofeno OM Pharma pode conduzir a úlceras, casos raros de
hemorragias e excepcionalmente, perfurações do trato gastrointestinal superior,
principalmente se for idoso. Estas complicações podem ocorrer em qualquer momento do
tratamento, sem sinais de alerta. Para reduzir este risco, utilize sempre a dose mais baixa
eficaz durante o menor período de tempo possível.

Não exceda a dose nem a duração do tratamento recomendadas. Os medicamentos como
o Ibuprofeno OM Pharma poderão estar associados a um ligeiro aumento do risco de
ataque cardíaco (enfarte do miocárdio) ou acidente vascular cerebral. Este risco é maior
quando se usam doses elevadas e o tratamento é prolongado.

Ibuprofeno OM Pharma pode ainda ocultar os sintomas ou sinais de infecção (incluindo a
febre, dor e inchaço).

Nas situações seguintes, apenas pode tomar Ibuprofeno OM Pharma por indicação
médica e sob vigilância médica:

- se tem problemas do coração, se teve um acidente vascular cerebral (AVC) ou pensa
que pode estar em risco de sofrer destas situações (por exemplo se tem tensão arterial
elevada, diabetes, níveis elevados de colesterol ou se é fumador)
- se sofre de retenção de líquidos
- se tem problemas no fígado
- se tem porfíria
- se tem problemas nos rins, especialmente se for idoso
- se sofreu uma perda elevada de líquidos (ex. devido a suores fortes)
- se tem problemas de coagulação do sangue
- se sofre de asma, rinite alérgica, pólipos nasais, doença pulmonar obstructiva crónica ou
infecções crónicas do trato respiratório
- se tem uma doença intestinal inflamatória crónica (ex. doença de Crohn, colite ulcerosa)
- se tem lúpus eritematoso sistémico ou outras doenças auto-imunes APROVADO EM 12-03-2014 INFARMED Fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro antes de tomar Ibuprofeno OM
Pharma.

Crianças
Ibuprofeno OM Pharma não deve ser tomado por crianças com menos de 12 anos de
idade.

Outros medicamentos e Ibuprofeno OM Pharma
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar, tiver tomado recentemente,
ou se vier a tomar outros medicamentos, especialmente:

- Outros anti-inflamatórios não esteróides (AINEs)
- Medicamentos para o reumatismo ou para as dores (ex. ácido acetilsalicílico)
- Anticoagulantes (que impedem a formação de coágulos), como a varfarina
- Antiagregantes plaquetários, como o ácido acetilsalicílico ou a ticlopidina
- Medicamentos para a tensão arterial elevada, como inibidores dos ECA (ex. captopril),
medicamentos bloqueadores dos receptores beta, antagonistas da angiotensina II)
- Corticosteróides orais (usados para a inflamação)
- Inibidores da recaptação da serotonina (medicamentos para tratar a depressão)
- Diuréticos (comprimidos para urinar)
- Medicamentos para a diabetes, exceptuando a insulina
- Antibióticos da classe das quinolonas
- Metotrexato (medicamento utilizado no tratamento do cancro)
- Digoxina (para o tratamento de várias doenças do coração)
- Lítio (utilizado para tratar a depressão e a mania)
- Baclofeno (um relaxante muscular)
- Probenecida, sulfinpirazona ou voriconazol (para tratar a gota)
- Fenitoína (utilizada para prevenir as convulsões epilépticas)
- Ciclosporina
- Colestipol e colestitamina
- Tacrolímus
- Zidovudina

A ação destes medicamentos pode pode afetar ou ser afetada pelo tratamento com o
Ibuprofeno OM Pharma.

Ibuprofeno OM Pharma com álcool
Evite beber álcool durante o tratamento com Ibuprofeno OM Pharma.

Gravidez, amamentação e fertilidade
Se está grávida ou a amamentar, se pensa estar grávida ou planeia engravidar, consulte o
seu médico antes de tomar este medicamento.

Não pode utilizar Ibuprofeno OM Pharma nos últimos três meses de gravidez, porque
pode causar problemas ao feto ou complicações durante o parto. APROVADO EM 12-03-2014 INFARMED Durante os primeiros 6 meses de gravidez, apenas pode tomar Ibuprofeno OM Pharma
depois de confirmar com o médico, devendo sempre utilizar a dose mais baixa durante o
menor período de tempo possível.

O ibuprofeno passa para o leite materno em pequenas quantidades. Fale com o seu
médico para saber se pode tomar Ibuprofeno OM Pharma durante a amamentação.

O tratamento com ibuprofeno pode fazer com que seja mais difícil ficar grávida mas o
efeito é passageiro e desaparece depois de deixar de tomar o medicamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas

Não conduza nem utilize máquinas se sentir vertigens ou alterações da visão durante o
tratamento com Ibuprofeno OM Pharma. De um modo geral, a sua capacidade de
conduzir e utilizar máquinas não é prejudicada se utilizar o medicamento em doses baixas
e por pouco tempo.


Como tomar Ibuprofeno OM Pharma

Tome este medicamento exatamente como está descrito neste folheto, ou de acordo com
as indicações do seu médico, farmacêutico ou enfermeiro. Fale com o seu médico,
farmacêutico ou enfermeiro se tiver dúvidas.

A dose recomendada em adultos e crianças com mais de 12 anos é:
1 a 2 comprimidos, em intervalos de 4h a 6h, não excedendo o máximo de 6 comprimidos
por dia.

A dose recomendada na enxaqueca e nas dores menstruais é:
1 comprimido cada 4 a 6 horas enquanto persistirem os sintomas. . Se necessário podem
ser tomados 2 comprimidos de cada vez, até um máximo de 6 comprimidos por dia.

Dose máxima diária:
Não tome mais de 6 comprimidos de Ibuprofeno OM Pharma num dia, excepto se tiver
prescrição médica.

Modo e via de administração:
Via oral.
Tome os comprimidos com uma quantidade suficiente de líquido.

Duração máxima do tratamento:
Não tome Ibuprofeno OM Pharma durante mais do que 3 dias.

Se, apesar da toma de Ibuprofeno OM Pharma, as dores aumentarem ou se a área dorida
se tornar avermelhada ou inflamada, consulte o seu médico, pois estes sintomas podem
ser provocados por uma doença grave. APROVADO EM 12-03-2014 INFARMED Se as dores não desaparecerem no prazo máximo de 3 dias, consulte o seu médico.

Utilização em crianças
Ibuprofeno OM Pharma não deve ser tomado por crianças com menos de 12 anos.

Se tomar mais Ibuprofeno OM Pharma do que deveria
Se tomar acidentalmente mais comprimidos de Ibuprofeno OM Pharma do que deveria,
consulte imediatamente o seu médico ou dirija-se ao Centro de Emergência, indicando o
medicamento e quantidade ingerida.

Os sintomas que pode sentir são: náuseas e vómitos, dor abdominal, dor de cabeça,
tonturas, vertigens, alteração da consciência, ou mesmo dificuldade em respirar com
coloração azulada dos lábios ou da pele (cianose). Dependendo da gravidade da
intoxicação, o médico decidirá quais as medidas a tomar. Podem fazer-lhe uma lavagem
gástrica se tiver tomado uma dose excessiva potencialmente fatal há menos de 1 hora.

Caso se tenha esquecido de tomar Ibuprofeno OM Pharma
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico
ou farmacêutico.


Efeitos secundários possíveis

Como todos os medicamentos, este medicamento pode causar efeitos secundários,
embora estes não se manifestem em todas as pessoas.

Pare imediatamente de tomar o medicamento e consulte o médico se, durante o
tratamento, surgir:
Dores de garganta, febre elevada, aumento dos gânglios linfáticos ao nível do pescoço.
Esta situação pode ocorrer muito raramente (afeta menos de 1 pessoa em cada 10000).
Dor de barriga, vómitos com sangue, sangue nas fezes ou fezes de cor preta. Esta situação
pode ocorrer raramente (afeta menos de 1 pessoa em cada 1000).
Reacções graves na pele e mucosas, tais como vermelhidão e formação de bolhas. Estas
reacções podem ocorrer no primeiro mês de tratamento mas muito raramente (afeta
menos de 1 pessoa em cada 10000).
Fortes dores de cabeça associadas a náuseas, vómitos e rigidez da nuca. Esta situação
pode ocorrer muito raramente (afeta menos de 1 pessoa em cada 10000).
Inchaço da face, lábios ou língua, com dificuldade em respirar e erupção na pele. Pode
estar a ter uma reação alérgica grave, o que pode colocar a vida em risco.

A administração de Ibuprofeno OM Pharma pode ainda provocar os seguintes efeitos
secundários:

Frequentes APROVADO EM 12-03-2014 INFARMED (menos de 1 em cada 10 pessoas é afetada):
- perturbações gastrointestinais, tais como náuseas, vómitos, azia, dor no estômago,
prisão de ventre, diarreia ou flatulência.
- reações alérgicas na pele e mucosas, em particular nos doentes com alergia a outros
anti-inflamatórios, analgésicos ou antipiréticos.
- perturbações da visão
- dores de cabeça
- vertigens e zumbidos
- depressão
- ansiedade.

Raros
(menos de 1 em cada 1000 pessoas é afectada):
- úlcera no estômago acompanhada de hemorragia
- agravamento de problemas renais, principalmente em doentes com problemas no
coração ou com tensão arterial elevada
- retenção de água nos tecidos (edema), que pode levar a dificuldade em respirar.

Comunicação de efeitos secundários
Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não
indicados neste folheto, fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro. Também
poderá comunicar efeitos secundários diretamente através de:

INFARMED, I.P.
Direção de Gestão do Risco de Medicamentos
Parque da Saúde de Lisboa, Av. Brasil 53
1749-004 Lisboa
Tel: +351 21 798 71 40
Fax: + 351 21 798 73 97
Sítio da internet: http://extranet.infarmed.pt/page.seram.frontoffice.seramhomepage E-mail: farmacovigilancia@infarmed.pt
Ao comunicar efeitos secundários, estará a ajudar a fornecer mais informações sobre a
segurança deste medicamento.


Como conservar Ibuprofeno OM Pharma

Não conservar acima de 25ºC.
Conservar na embalagem de origem.

Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.

Não utilize este medicamento após o prazo de validade impresso na embalagem exterior
após “VAL”. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.
APROVADO EM 12-03-2014 INFARMED Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte
ao seu farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas
ajudarão a proteger o ambiente.


Conteúdo da embalagem e outras informações

Qual a composição de Ibuprofeno OM Pharma

A substância ativa é o ibuprofeno. Cada comprimido revestido por película contém 200
mg de ibuprofeno sob a forma de lisinato de ibuprofeno.
Os outros componentes são: celulose microcristalina, crospovidona, estearato de
magnésio, álcool polivinilico, dióxido de titânio, talco, macrogol 3350, lecitina.

Qual o aspeto de Ibuprofeno OM Pharma e conteúdo da embalagem

Ibuprofeno OM Pharma apresenta-se em comprimidos revestidos por película, de cor
branca, redondos e biconvexos. Os comprimidos são fornecidos em blisters de
PVC/PVdC-Alu, em embalagens de 20 unidades.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante

OM PHARMA, S.A.
R. da Indústria, 2 – Quinta Grande
2610 – 088 Amadora – Lisboa – Portugal

Este folheto foi revisto pela última vez em:


DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Acidente vascular cerebral (AVC): Doença de início súbito, caracterizada pela falta de irrigação sangüínea em um determinado território cerebral. Pode ser secundário à oclusão de alguma artéria ou a um sangramento, no último caso é denominado Acidente Vascular Cerebral Hemorrágico.
  2. Edema: Acúmulo anormal de líquido nos espaços intercelulares dos tecidos ou em diferentes cavidades corporais (peritôneo, pleura, articulações, etc.).
  3. Febre: Elevação da temperatura corporal acima de um valor normal, estabelecido entre 36,7ºC e 37ºC, quando medida na boca.
  4. Gânglios linfáticos: Estrutura pertencente ao sistema linfático, localizada amplamente em diferentes regiões superficiais e profundas do organismo, cuja função consiste na filtração da linfa (ver), maturação e ativação dos linfócitos, que são elementos importantes da defesa imunológica do organismo.
  5. Hemorragia: Perda de sangue para um órgão interno (tubo digestivo, cavidade abdominal) ou para o exterior (ferimento arterial). De acordo com o volume e velocidade com a qual se produz o sangramento uma hemorragia pode produzir diferentes manifestações nas pessoas, desde taquicardia, sudorese, palidez cutânea, até o choque.
  6. Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
  7. Rinite: Inflamação da mucosa nasal, produzida por uma infecção viral ou reação alérgica. Manifesta-se por secreção aquosa e obstrução das fossas nasais.
  8. Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
  9. Reumatismo: Termo que é utilizado em geral para se referir ao conjunto de doenças inflamatórias e degenerativas que afetam as articulações e estruturas vizinhas.

Síguenos

X