ICACORT

Para que serve ICACORT

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


2

Icacort

nitrato de isoconazol
valerato de diflucortolona


APRESENTAÇÕES


Cartucho contendo 1 bisnaga de alumínio com 30 g de creme dermatológico contendo 10 mg/g de
nitrato de isoconazol e 1 mg/g de valerato de diflucortolona.

USO EXTERNO

USO ADULTO E PEDIÁTRICO (ACIMA DE 5 ANOS DE IDADE)


COMPOSIÇÃO
Cada grama de creme dermatológico contém 10 mg (1%) de nitrato de isoconazol e 1 mg (0,1%) de
valerato de diflucortolona.
Excipientes: parafina branca leve, petrolato líquido, álcool cetoestearílico, polissorbato 60,
estearato de sorbitana, edetato dissódico e água purificada.


INFORMAÇÕES AO PACIENTE
Antes de iniciar o uso de um medicamento, é importante ler as informações contidas na
bula, verificar o prazo de validade e a integridade da embalagem. Mantenha a bula do
produto sempre em mãos para qualquer consulta que se faça necessária.

Leia com atenção as informações presentes na bula antes de usar o produto, pois ela contém
informações sobre os benefícios e os riscos associados ao uso do produto. Você também
encontrará informações sobre o uso adequado do medicamento.

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Icacort

®

é indicado para o tratamento inicial e temporário das micoses, acompanhadas por

sintomas de inflamação intensa ou eczematosa, como coceira, ardor e dor. As micoses geralmente
aparecem na região das mãos, nos espaços entre os dedos dos pés e nas regiões inguinais e
genitais.

COMO ESTE MEDICAMENTO

FUNCIONA?

Icacort

®

é um medicamento tópico com ação antimicótica e anti-inflamatória utilizado para o

tratamento das micoses de pele associadas à inflamação. O nitrato de isoconazol apresenta um
amplo espectro de ação antimicótico, sendo efetivo contra dermatófitos e leveduras, incluindo o
microrganismo causador da pitiríase versicolor, bolores e o microrganismo causador do eritrasma.
O valerato de diflucortolona possui ação anti-inflamatória e antialérgica aliviando a coceira, o
ardor e a dor. O tempo estimado para o início da ação dos princípios ativos presentes na
formulação de Icacort

®

, o nitrato de isoconazol e o valerato de diflucortolona, é de 1 e 8 horas,

respectivamente, após a aplicação.

3. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Icacort

é contraindicado nos casos em que o paciente apresente, na área a ser tratada,

processo sifilítico ou tuberculoso, doenças de pele causadas por vírus (por exemplo, catapora
e herpes zoster), rosácea, erupção na região da boca (dermatite perioral) e reações de pele
após vacinação.

3

Icacort

também é contraindicado a pacientes que apresentam alergia às substâncias ativas

ou a qualquer um dos componentes da formulação.

O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

?

Advertências e Precauções

Nos casos de infecção da pele por bactérias é necessária a utilização de tratamento
específico, a ser recomendado pelo seu médico.

Não deixe o produto entrar em contato com os olhos quando for aplicá-lo na face.

O uso de glicocorticoides tópicos em áreas extensas do corpo ou por período prolongado de
tempo, em particular sob oclusão, podem aumentar significativamente o risco de reações
adversas sistêmicas.

Como é conhecido para os glicocorticoides sistêmicos (que agem no organismo como um
todo), pode-se desenvolver glaucoma pelo uso local de glicocorticoides, por exemplo, quando
utilizados em altas doses ou em áreas extensas do corpo por período prolongado, sob
técnicas de oclusão ou em aplicações ao redor dos olhos.

Para evitar a reinfecção, roupas pessoais, tais como, toalhas de rosto e de corpo, roupas
íntimas, etc., preferencialmente de algodão, devem ser fervidas e trocadas diariamente. Nos
casos de micose nos pés por Tinea pedis
, os espaços entre os dedos devem ser mantidos
completamente secos depois do banho e as meias devem ser trocadas diariamente. Medidas
habituais de higiene são essenciais para o sucesso do tratamento com Icacort

. Siga as

orientações de seu médico.

Se Icacort

for aplicado nas regiões genitais, alguns dos seus componentes podem causar

danos em produtos de látex, como camisinhas e diafragmas. Portanto, esses produtos podem
perder sua eficácia contraceptiva ou protetora de doenças sexualmente transmissíveis, como
a infecção por HIV. Converse com seu médico ou farmacêutico se precisar de mais
informações.

?

Gravidez, lactação e fertilidade.

Em geral, preparações tópicas contendo glicocorticoides devem ser evitadas durante os
primeiros três meses de gravidez. Seu médico deve avaliar cuidadosamente o uso de Icacort

considerando os benefícios e os riscos do seu uso durante a gravidez e a amamentação. Em
particular, o tratamento de áreas extensas, o uso prolongado ou uso de curativos oclusivos
devem ser evitados durante a gravidez e amamentação. Mulheres amamentando não devem
aplicar o produto nas mamas. Siga sempre as orientações do seu médico.

Dados de estudos pré-clínicos não indicaram nenhum risco na fertilidade.

“Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou
do cirurgião-dentista.”

?

Uso em idosos, crianças e outros grupos de riscos

Este medicamento é contraindicado na faixa etária abaixo de 5 anos de idade.
Não há recomendações específicas quanto ao uso de Icacort

em pacientes idosos.


?

Interações medicamentosas

Nenhuma interação medicamentosa é conhecida até o momento.

4


?

Efeitos na habilidade em dirigir e utilizar máquinas

Nenhum efeito na habilidade em dirigir e utilizar máquinas foi observado em pacientes
tratados com Icacort

.



“Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro
medicamento.”

“Não use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua
saúde.”

5. ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE
MEDICAMENTO?
O medicamento deve ser mantido em temperatura ambiente (entre 15 °C e 30°C).
“Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.”

“Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem
original.”

Icacort

®

apresenta-se na forma de creme branco a levemente amarelado e opaco.

“Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e
você observe alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá
utilizá-lo.”

“Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.”


6. COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Icacort

®

creme deve ser aplicado 2 vezes ao dia na região afetada.

O tratamento com Icacort

®

deve ser interrompido após a regressão das condições inflamatórias ou

eczematosas, não ultrapassando 2 semanas de tratamento. Após esse período, seu médico poderá
recomendar a continuação do tratamento com uma preparação de antifúngico sem glicocorticoide,
particularmente no uso nas regiões inguinais e genitais.

“Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do
tratamento. Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.”

7. O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE
MEDICAMENTO?
Nos casos de doses omitidas, não tomar nenhuma ação e utilizar a próxima dose de acordo com o
estabelecido pelo médico.

“Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-
dentista.”

8. QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Em estudos clínicos, as reações adversas mais frequentemente observadas foram irritação e
queimação no local da aplicação.

As frequências das reações adversas, observadas em estudos clínicos, estão apresentadas na
tabela abaixo.

5

Classificação por
sistema corpóreo

Comum
(pode afetar até 1
em 10 pacientes)

Incomum
(pode afetar até 1
em 100 pacientes)

Frequência
desconhecida
(frequência não
pode ser estimada a
partir dos dados
disponíveis)

Distúrbios gerais e
condições no local da
administração

Local da aplicação:
- irritação
- queimação

Local da aplicação:
- vermelhidão
(eritema)
- ressecamento

Local da aplicação:
- coceira (prurido)
- vesículas

Distúrbios cutâneos e
nos tecidos
subcutâneos


Estrias na pele


Assim como ocorre com outros glicocorticoides de aplicação tópica, as seguintes reações
adversas podem ocorrer (frequência desconhecida): atrofia da pele, reação inflamatória dos
folículos pilosos (foliculite no local da aplicação), aumento da quantidade de pelos
(hipertricose), dilatação dos capilares ou dos pequenos vasos previamente existentes na pele
(telangiectasia), erupção na região da boca (dermatite perioral), descoloração da pele
(despigmentação), acne e/ou reações alérgicas a qualquer um dos componentes da
formulação. Efeitos sistêmicos, devido à absorção, podem ocorrer quando preparações
tópicas contendo glicocorticoides são aplicadas.

Reações adversas em recém-nascidos não podem ser excluídas se durante a gravidez ou
amamentação as mães foram tratadas em áreas extensas ou por período prolongado de
tempo. Um exemplo dessa reação é a redução da função adrenocortical, com possível
diminuição da resistência do bebê a doenças (imunossupressão).

“Atenção: Este produto é um medicamento que possui Nova Associação no País e, embora
as pesquisas tenham indicado eficácia e segurança aceitáveis, mesmo que indicado e
utilizado corretamente, podem ocorrer eventos adversos imprevisíveis ou desconhecidos.
Nesse caso, informe seu médico ou cirurgião-dentista.”

9. O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A
INDICADA DESTE MEDICAMENTO?
Os resultados de estudos de toxicidade aguda não indicam que deva ser esperado qualquer risco
de intoxicação aguda após única aplicação na pele de uma superdose (aplicação em área extensa
sob condições favoráveis a absorção) ou no caso de ingestão oral.
Nos casos de superdose procure imediatamente orientação de um médico ou um centro de
intoxicação.

“Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro
médico e leve a embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001,
se você precisar de mais orientações.”


MS – 1.7056.0084
Farm. Resp.:

Dra. Dirce Eiko Mimura
CRF-SP nº 16.532

6

Fabricado por:
Bayer HealthCare Manufacturing S.r.l
Segrate – Itália


Importado por:
Bayer S.A.
Rua Domingos Jorge, 1.100 - Socorro
04779-900 - São Paulo – SP
C.N.P.J. nº 18.459.628/0001-15
www.bayerconsumer.com.br

SAC 0800

7231010

sac@bayer.com

“Venda sob prescrição médica”.


VE0214-0414-CCDS09

7

Anexo B

Histórico de alteração para a bula

Bula Paciente

Dados da submissão eletrônica

Dados da petição/Notificação que altera bula

Dados das alterações de bulas

Data do

expediente

Nº do

expediente

Assunto

Data do

expediente

Nº do

expediente

Assunto

Data de

aprovação

Itens de bula

Versões

(VP/VPS)

Apresentações

relacionadas

27/6/2014 0509933/14-1

Inclusão

Inicial de

Texto de

Bula –

RDC

60/12

Não aplicável

Não aplicável

Não aplicável

Não aplicável

Não aplicável

VP

Não aplicável

07/11/2014 Não

aplicável

Notificaçã

o de

Alteração

de Texto

de Bula –

RDC

60/12

Não aplicável

Não aplicável

Não aplicável

Não aplicável

4. O QUE

DEVO SABER

ANTES DE

USAR ESTE

MEDICAMEN

TO?

8. QUAIS OS

MALES QUE

ESTE

MEDICAMEN

TO PODE ME

CAUSAR?

VP

Cartucho

contendo 1

bisnaga de

alumínio com 30

g de creme

dermatológico.



DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Bactéria: Organismo unicelular, capaz de auto-reproduzir-se. Existem diferentes tipos de bactérias, classificadas segundo suas características de crescimento (aeróbicas ou anaeróbicas, etc.), sua capacidade de absorver corantes especiais (Gram positivas, Gram negativas), segundo sua forma (bacilos, cocos, espiroquetas, etc.). Algumas produzem infecções no ser humano, que podem ser bastante graves.
  2. Dermatite: Inflamação das camadas superficiais da pele, que pode apresentar-se de formas variadas (dermatite seborreica, dermatite de contato...) e é produzida pela agressão direta de microorganismos, substância tóxica ou por uma resposta imunológica inadequada (alergias, doenças auto-imunes).
  3. Eczema: Doença da pele caracterizada pelo surgimento de lesões generalizadas sob forma de placas, manchas ou bolhas, devido a uma reação por contato local ou por ação de uma agressão sistêmica.
  4. Glaucoma: Aumento da pressão intra-ocular que se manifesta por dor de cabeça, olho vermelho e, se não tratado, pode produzir perda de visão a longo prazo.
  5. Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
  6. Vacina: Tratamento à base de bactérias, vírus vivos atenuados ou seus produtos celulares, que têm o objetivo de produzir uma imunização ativa no organismo para uma determinada infecção.
  7. Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
  8. Zoster: Doença produzida pelo mesmo vírus que causa a varicela (Varicela-Zóster)Em pessoas que já tenham tido varicela, o vírus se encontra em forma latente e pode ser reativado produzindo as características manchas avermelhadas, vesículas e crostas no território de distribuição de um determinado nervo. Como seqüela pode deixar neurite (ver), com dores importantes.

Síguenos

X