M-M-R II

Para que serve M-M-R II

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


IDENTIFICAÇÃO DO MEDICAMENTO

M-M-R

II

vacina sarampo, caxumba, rubéola


APRESENTAÇÕES
Cartucho com 1 frasco-ampola de pó liófilo injetável para dose única acompanhado de 1 frasco-ampola de
diluente para reconstituição.

USO SUBCUTNEO

USO ADULTO E PEDIÁTRICO (A PARTIR DE 12 MESES DE IDADE)

COMPOSIÇÃO
Cada dose de 0,5 mL da vacina reconstituída contém não menos que:
vírus de sarampo............................................................................................................................... 1.000 CCID

50

*

vírus de caxumba.............................................................................................................................. 5.000 CCID

50

*

vírus de rubéola ................................................................................................................................ 1.000 CCID

50

*

*CCID

50

= dose 50% infectante em cultura de célula.

Excipientes: sorbitol, fosfato de sódio monobásico, fosfato de sódio dibásico, bicarbonato de sódio, sacarose,
vermelho de fenol, gelatina hidrolisada, albumina humana (recombinante), soro fetal bovino (< 1ppm), fosfato
de potássio monobásico, fosfato de potássio dibásico, levoglutamato de sódio monoidratado, outros ingredientes
de meios de cultura e neomicina (aproximadamente 25 mcg). O produto não contém conservantes.
Diluente: água para injetáveis.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE


PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

Seu médico recomendou ou administrou M-M-R

®

II para ajudar a proteger você ou seu filho(a) contra o

sarampo, a caxumba e a rubéola. A vacina pode ser administrada a pessoas a partir de 12 meses de idade.
Recomenda-se tomar uma segunda dose da vacina em uma data posterior, que será decidida pelo seu médico.
O sarampo é uma doença grave que é transmitida muito facilmente de uma pessoa para outra, causa febre alta,
tosse e erupções cutâneas e dura cerca de 1 a 2 semanas; além disso, uma em cada 10 crianças que contraem
sarampo também terá infecção no ouvido ou pneumonia. Raramente, o sarampo também pode causar infecção
no cérebro, o que pode resultar em convulsões, perda da audição, retardo mental e até mesmo morte. Crianças
pequenas e adultos que contraem sarampo frequentemente ficam mais doentes e por mais tempo ou têm mais
probabilidade de morrer do que crianças em idade escolar e adolescentes que contraem a doença.
A caxumba é transmitida facilmente de uma pessoa para outra e causa febre, dor de cabeça, além de inchaço e
dor das glândulas salivares. Algumas vezes pode ser uma doença muito grave e, em geral, dura vários dias. A
caxumba pode causar inflamação leve das membranas (meninges) que recobrem o cérebro e a medula espinhal
(meningite) em aproximadamente 1 de cada 10 pessoas. Cerca de 1 em cada 4 adolescentes ou adultos do sexo
masculino com caxumba apresentarão inchaço doloroso dos testículos durante vários dias (em geral, isso não
afeta a fertilidade). Além disso, adolescentes e adultos, principalmente do sexo masculino, ficam mais doentes e
podem sofrer mais com a caxumba do que as crianças.
A rubéola em geral é uma doença leve que causa febre leve, inchaço dos gânglios do pescoço, dor e inchaço nas
articulações e erupções cutâneas de curta duração; essa doença, porém é muito perigosa quando ocorre em
uma mulher grávida
. Mulheres grávidas que contraem rubéola podem ter filhos natimortos ou com doença
cardíaca, cegueira, surdez ou problemas de aprendizado.

2. COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?
M-M-R

®

II é uma vacina de vírus vivo atenuado, injetável, que ajuda na prevenção do sarampo, da caxumba e

da rubéola.
De modo geral, as vacinas estimulam o organismo a reconhecer o microrganismo causador da doença e a
produzir anticorpos (proteção) contra eles. Desse modo, se a pessoa entrar em contato novamente com o vírus,
seu sistema imunológico (de defesa) o reconhecerá e iniciará a produção de anticorpos, impedindo que o vírus
cause o aparecimento da doença.

3. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Você não deve tomar M-M-R

®

II se:

?

for alérgico a qualquer um de seus componentes (incluindo a neomicina);

?

estiver grávida (além disso, deve-se evitar a gravidez por 3 meses após a vacinação);

? tiver

febre;

?

tiver tuberculose ativa não tratada;

? estiver tomando medicamentos imunossupressores (outros além daqueles para reposição de

corticosteroides);

?

apresentar distúrbio sanguíneo ou qualquer tipo de câncer que afete o sistema imunológico;

?

possuir deficiência imunológica decorrente de doença ou tratamento.

Este medicamento é contraindicado para uso por grávidas.
Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-
dentista.

4. O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
Informe ao seu médico sobre quaisquer problemas médicos que você ou seu filho esteja apresentando ou tenha
apresentado e sobre qualquer tipo de alergia (especialmente à neomicina).
Informe ao seu médico se você ou seu filho apresentam histórico de convulsões ou lesão cerebral, baixa
contagem de plaquetas no sangue ou se receberam transfusões de sangue ou de plasma ou administração de
globulina sérica humana nos últimos 3 meses.
Gravidez e amamentação: M-M-R

®

II não deve ser administrada a mulheres grávidas, e mulheres em idade

fértil devem tomar as precauções necessárias para evitar a gravidez durante 3 meses após a vacinação.
Informe ao seu médico se estiver amamentando ou tiver intenção de amamentar; nesse caso, seu médico irá
decidir se você deve receber M-M-R

®

II.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-
dentista.
Uso em crianças:
M-M-R

®

II deve ser usada em crianças a partir de 12 meses de idade. No entanto, em

situações especiais, seu médico poderá recomendar a administração de M-M-R

®

II em recém-nascidos com

idade entre 6 e 12 meses.
Dirigir ou operar máquinas: o uso de M-M-R

®

II em geral não interfere na capacidade de dirigir ou operar

máquinas.
Atenção diabéticos: contém açúcar.
Interações medicamentosas:
M-M-R

®

II deve ser administrada um mês antes ou depois da administração de

outras vacinas. Entretanto, outros esquemas de administração também têm sido utilizados. Seu médico irá
decidir o seu esquema de vacinação.
A administração de imunoglobulinas concomitantemente com M-M-R

®

II pode interferir com a resposta

imunológica esperada. A vacinação deve ser adiada por 3 meses ou mais após a administração da
imunoglobulina (humana) e transfusões de sangue ou plasma.
M-M-R

®

II contém neomicina como excipiente. Informe ao seu médico se você ou seu filho são alérgicos a este

ingrediente.
Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento. Não
use medicamento sem o conhecimento do seu médico. Pode ser perigoso para a sua saúde.

5. ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?
Antes da reconstituição, M-M-R

®

II deve ser armazenada entre 2°C e 8°C. A vacina deve ser permanentemente

protegida contra exposição à luz, uma vez que tal exposição pode inativar os vírus.
O diluente pode ser armazenado no refrigerador (2ºC a 8ºC)

com a vacina de pó liófilo injetável ou

separadamente em temperatura ambiente (entre 15ºC e 30ºC). Não congele o diluente.
Durante o transporte, a fim de assegurar que não ocorra perda da potência, a vacina deve ser mantida em
temperatura de até 10°C ou menos. O congelamento durante o transporte não irá afetar a potência.
Recomenda-se usar a vacina o mais breve possível após a reconstituição. A vacina reconstituída deve ser
armazenada em lugar escuro, em temperatura entre 2°C e 8°C e deve ser desprezada se não for utilizada no
período de 4 horas.
Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.
Após o preparo, manter entre 2ºC e 8ºC e protegido da luz por no máximo 4 horas.
Aparência:antes da reconstituição, a vacina com pó liófilo injetável tem aspecto de uma “bola” compacta,
cristalina, de cor amarelo-claro. Após a reconstituição, M-M-R

®

II tem aspecto amarelo transparente.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe
alguma mudança no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.
Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

6. COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
M-M-R

®

II é administrada através de injeção da seguinte maneira:

? pessoas a partir de 12 meses de idade podem tomar a vacina (a dose é a mesma para todos os indivíduos);
? recomenda-se segunda dose da vacina para as crianças vacinadas a partir de 12 e 15 meses de idade, a qual

deve ser administrada quando a criança iniciar a vida escolar (4 a 6 anos de idade);

? crianças vacinadas com menos de 12 meses de idade devem receber segunda dose da vacina aos 15 meses

de idade, seguida de revacinação quando iniciarem a vida escolar (4 a 6 anos de idade);

? mulheres adolescentes e adultas não grávidas em idade fértil e suscetíveis à rubéola podem ser vacinadas

com M-M-R

®

II [ou com a vacina rubéola (atenuada)] se forem observadas algumas precauções (veja:

O

QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO? Gravidez e amamentação). É
conveniente em muitos casos vacinar mulheres suscetíveis à rubéola no período imediato pós-parto (veja: 4.
O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO? Gravidez e amamentação
).

Procure seu médico para mais detalhes.
Siga a orientação de seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Não
interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico.

O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Seu médico irá decidir quando administrar a dose esquecida.
Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou de seu médico, ou cirurgião-dentista.

QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?

Qualquer vacina pode apresentar efeitos adversos ou indesejáveis, denominados reações adversas. As reações
adversas mais comuns são queimação e/ou ardência no local da injeção por um curto período de tempo. Além
disso, ocorreram dor e/ou inchaço temporários nas articulações (mais frequentemente em mulheres adultas),
sintomas estes que algumas vezes podem ser crônicos. Ocasionalmente podem ocorrer febre e erupção cutânea.
Raramente podem ocorrer sangramento não usual ou hematoma e inchaço dos testículos.
Outras reações adversas também podem ocorrer raramente e algumas delas podem ser graves, entre as quais
reações alérgicas, convulsões e inflamação do sistema nervoso (cérebro e/ou cordão espinhal).
Seu médico possui uma lista mais completa das reações adversas que podem ocorrer.
Informe ao seu médico imediatamente sobre qualquer um desses sintomas ou sobre a ocorrência de quaisquer
outros sintomas incomuns. Se a condição persistir ou piorar, procure um médico.
Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo
uso do medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

9. O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE
MEDICAMENTO?
Superdose foi raramente relatada e não foi associada a nenhuma reação adversa grave. O paciente deve procurar
um médico.
Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a
embalagem ou bula do medicamento, se possível. Ligue para 0800 722 6001, se você precisar de mais
orientações.

DIZERES LEGAIS


MS 1.0029.0025

Farm. Resp.: Fernando C. Lemos – CRF-SP nº 16.243

Registrado e importado por :

Merck Sharp & Dohme Farmacêutica Ltda.

Rua 13 de Maio, 815 – Sousas, Campinas/SP

CNPJ

45.987.013/0001-34 – Indústria Brasileira

MSD On Line 0800-0122232

e-mail:

online@merck.com

www.msdonline.com.br

Fabricado por:

Merck Sharp & Dohme Corp.

West Point, EUA

Embalado por:

Merck Sharp & Dohme Farmacêutica Ltda.

Rua 13 de Maio, 1.161, Sousas, Campinas/SP

Venda sob prescrição médica.

M-M-R II_BU06_122014_VP

Anexo B

Histórico de Alterações da Bula

Dados da submissão eletrônica

Dados da petição/notificação que altera a bula

Dados das alterações de bulas

Data do

expediente

Nº do

expediente

Assunto

Data do

expediente

Nº do

expediente

Assunto

Data de

aprovação

Itens de bula

Versões

(VP/VPS)

Apresentações

relacionadas

29/05/2014 0433015/14-3

10463 – PRODUTO

BIOLÓGICO –

Inclusão Inicial de

Texto de Bula –

RDC 60/12

N/A N/A N/A N/A

- Adequação à RDC 47/09 e
atualizações de informações
dos itens:
- APRESENTAÇÃO
- COMPOSIÇÃO
- 1. PARA QUÊ ESTE
MEDICAMENTO É
INDICADO?
- 4. O QUE DEVO SABER
ANTES DE USAR ESTE
MEDICAMENTO?
- 5. ONDE, COMO E POR
QUANTO TEMPO POSSO
GUARDAR ESTE
MEDICAMENTO?

VP

1 FRASCO-

AMPOLA DE

VACINA E 1

FRASCO-

AMPOLA DE

DILUENTE

(ÁGUA PARA

INJETÁVEIS)

11/01/2015 0022019/15-1

10456 – PRODUTO

BIOLÓGICO –

Notificação de

Alteração de Texto

de Bula – RDC

60/12

09/09/2014 0743198/14-8

10279 –

PRODUTO

BIOLÓGICO –

Alteração de

texto de bula

12/12/2014

- COMPOSIÇÃO
- 2. COMO ESTE
MEDICAMENTO FUNCIONA?
- 5. ONDE, COMO E POR
QUANTO TEMPO POSSO
GUARDAR ESTE
MEDICAMENTO?
- 6. COMO DEVE USAR
ESTE MEDICAMENTO?
- 8. QUAIS OS MALES QUE
ESTE MEDICAMENTO PODE
ME CAUSAR?

VP

1 FRASCO-

AMPOLA DE

VACINA E 1

FRASCO-

AMPOLA DE

DILUENTE

(ÁGUA PARA

INJETÁVEIS)

08/04/2015 0303047/15-4

10456 – PRODUTO

BIOLÓGICO –

Notificação de

Alteração de Texto

de Bula – RDC

60/12

25/02/2015 0168995/15-9

10279 –

PRODUTO

BIOLÓGICO –

Alteração de

texto de bula

30/03/2015 - DIZERES LEGAIS

VP

1 FRASCO-

AMPOLA DE

VACINA E 1

FRASCO-

AMPOLA DE

DILUENTE

(ÁGUA PARA

INJETÁVEIS)

10456 – PRODUTO

BIOLÓGICO –

Notificação de

Alteração de Texto

de Bula – RDC

60/12

11/11/2015 0984478/15-3

10467 –

PRODUTO

BIOLÓGICO –

Inclusão de

nome

comercial em

vacinas por

decisão

judicial

30/11/2015

- APRESENTAÇÕES
- 1. PARA QUE ESTE
MEDICAMENTO É
INDICADO?
- 2. COMO ESTE
MEDICAMENTO FUNCIONA?
- 3. QUANDO NÃO DEVO
USAR
ESTE MEDICAMENTO?
- 4. O QUE DEVO SABER

VP

1 FRASCO-

AMPOLA DE

VACINA E 1

FRASCO-

AMPOLA DE

DILUENTE

(ÁGUA PARA

INJETÁVEIS)

ANTES
DE USAR ESTE
EDICAMENTO?
- 5. ONDE, COMO E POR
QUANTO TEMPO POSSO
GUARDAR ESTE
MEDICAMENTO?
6. COMO DEVO USAR ESTE
MEDICAMENTO?
8. QUAIS OS MALES QUE

ESTE
MEDICAMENTO PODE ME
CAUSAR?
-

9.O QUE FAZER SE ALGUÉM

USAR UMA QUANTIDADE
MAIOR DO QUE A INDICADA
DESTE MEDICAMENTO?
- DIZERES LEGAIS



DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Câncer: Crescimento anormal de um tecido celular, capaz de invadir outros órgãos a nível local ou à distância (metástases).
  2. Febre: Elevação da temperatura corporal acima de um valor normal, estabelecido entre 36,7ºC e 37ºC, quando medida na boca.
  3. Glândula: Estrutura do organismo especializada na produção de substâncias que podem ser lançadas na corrente sangüínea (glândulas endócrinas) ou em uma superfície mucosa ou cutânea (glândulas exócrinas). A saliva, o suor, o muco, são exemplos de produtos de glândulas exócrinas. Os hormônios da tireóide, a insulina e os estrógenos são de secreção endócrina.
  4. Sarampo: Doença viral aguda caracterizada por aparecimento de um exantema (ver) de coloração vermelho-acastanhada que se localiza na face, tronco e parte proximal das extremidades. O período de incubação é de 7 a 15 dias e pode complicar-se com pneumonia ou raramente com encefalite. Quanto mais velho o paciente, mais grave é a manifestação da doença. Existe vacinação eficiente para a mesma, que deve ser observada.
  5. Vacina: Tratamento à base de bactérias, vírus vivos atenuados ou seus produtos celulares, que têm o objetivo de produzir uma imunização ativa no organismo para uma determinada infecção.

Síguenos

X