Nasomet

Para que serve Nasomet

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


Folheto informativo: Informação para o utilizador

Nasomet 50 microgramas/pulverização, suspensão para pulverização nasal
Furoato de mometasona

Leia com atenção todo este folheto antes de começar a utilizar este medicamento pois contém informação
importante para si.
- Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o ler novamente. - Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico. - Este medicamento foi receitado apenas para si. Não deve dá-lo a outros. O medicamento pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sinais de doença.
- Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não indicados neste folheto, fale com o seu médico ou farmacêutico. Ver secção 4.

O que contém este folheto:
1. O que é Nasomet e para que é utilizado 2. O que precisa de saber antes de utilizar Nasomet 3. Como utilizar Nasomet 4. Efeitos secundários possíveis 5. Como conservar Nasomet 6. Conteúdo da embalagem e outras informações

O que é Nasomet e para que é utilizado O que é Nasomet?

Nasomet pulverizador nasal contém furoato de mometasona, que pertence a um grupo de medicamentos
designados por corticosteroides. Quando o furoato de mometasona é pulverizado no nariz, poderá ajudar a
aliviar a inflamação (inchaço e irritação do nariz), os espirros, a comichão e o nariz obstruído ou o corrimento
nasal.

Para que é Nasomet utilizado?
Febre dos fenos e rinite perene
Nasomet é utilizado para tratar os sintomas da febre dos fenos (também designada por rinite alérgica sazonal) e
rinite perene em adultos e crianças com idade igual ou superior a 3 anos.

A febre dos fenos, que ocorre em certas alturas do ano, é uma reação alérgica causada pela inalação do pólen
das árvores, da relva, das ervas daninhas e também bolores e esporos fúngicos. A rinite perene ocorre ao longo
do ano e os sintomas podem ser causados por sensibilidade a uma variedade de coisas incluindo ácaros, pelo (ou
descamação da pele) dos animais, penas e alguns alimentos. Nasomet reduz a irritação e inchaço do nariz que
por sua vez alivia os espirros, a comichão e o nariz obstruído ou o corrimento nasal causados pela febre dos
fenos ou pela rinite perene.

Pólipos nasais
Nasomet é utilizado para tratar pólipos nasais em adultos com idade igual ou superior a 18 anos.

Os pólipos nasais são pequenas protuberâncias que crescem na mucosa do nariz e afetam normalmente as duas
narinas. Nasomet reduz a inflamação do nariz causando a redução gradual dos pólipos, aliviando por sua vez a
sensação de obstrução no nariz que pode afetar a respiração pelo mesmo.


O que precisa de saber antes de utilizar Nasomet

Não utilize Nasomet
se tem alergia (hipersensibilidade) ao furoato de mometasona ou a qualquer outro componente deste
medicamento (indicados na secção 6).
se tem uma infeção não tratada no seu nariz. A utilização de Nasomet enquanto tem uma infeção não curada no
seu nariz, como o herpes, pode agravar a infeção. Deve esperar até que a infeção esteja resolvida antes de
começar a utilizar o pulverizador nasal.
se foi recentemente submetido a uma intervenção cirúrgica no seu nariz ou apresenta qualquer lesão no seu
nariz. Neste caso, deverá esperar que esteja completamente cicatrizada antes de começar a utilizar o
pulverizador nasal.

Advertências e precauções Fale com o seu médico ou farmacêutico antes de utilizar Nasomet
se tem ou teve tuberculose.
se tem qualquer outra infeção.
se está a tomar outros medicamentos corticosteroides, por via oral ou injetável.
se tem fibrose quística.

Enquanto estiver a utilizar Nasomet, fale com o seu médico
se o seu sistema imunitário não estiver a funcionar corretamente (se tiver dificuldade em combater uma infeção)
e estiver em contacto com alguém que tenha sarampo ou varicela. Deve evitar entrar em contacto com alguém
que tenha estas infeções.
se tiver uma infeção do nariz ou da garganta.
se estiver a utilizar o medicamento durante vários meses ou por períodos mais prolongados.
se tiver irritação permanente do nariz ou garganta.

Quando os pulverizadores nasais de corticosteroides são utilizados em doses elevadas durante períodos
prolongados, podem ocorrer efeitos secundários devido ao medicamento ser absorvido no corpo.

Se sentir comichão ou irritação nos seus olhos, o seu médico poderá recomendar que use outros tratamentos com
Nasomet.

Crianças
Quando utilizado em doses elevadas durante períodos prolongados, os pulverizadores nasais de corticosteroides
podem causar certos efeitos secundários, tais como taxa de crescimento reduzida em crianças.

Recomenda-se a monitorização regular da altura de crianças a receber tratamentos prolongados com
corticosteroides nasais, e caso ocorram alterações, o médico deve ser informado.

Outros medicamentos e Nasomet
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar, ou tiver tomado recentemente, ou se vier a tomar
outros medicamentos.

Se estiver a tomar outros medicamentos corticosteroides para a alergia, quer por via oral quer injetável, o seu
médico pode aconselhá-lo a interrompê-los quando começar a utilizar Nasomet. Algumas pessoas podem
descobrir que ao interromper a administração de corticosteroides orais ou injetáveis sofrem alguns efeitos
indesejáveis, tais como dor muscular ou das articulações, fraqueza e depressão. Poderá também parecer que
desenvolve outras alergias, tais como comichão, olhos lacrimejantes ou comichão e manchas vermelhas na pele.
Se desenvolver algum destes efeitos, deve contactar o seu médico.

Gravidez e amamentação
A quantidade de dados sobre a utilização de Nasomet em mulheres grávidas é limitada ou inexistente.
Desconhece-se se o furoato de mometasona é excretado no leite humano.

Se está grávida ou a amamentar, se pensa estar grávida ou planeia engravidar, consulte o seu médico ou
farmacêutico antes de utilizar este medicamento.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Desconhece-se o efeito de Nasomet na capacidade de conduzir ou utilizar máquinas.

Nasomet contém cloreto de benzalcónio
Nasomet contém cloreto de benzalcónio que pode causar irritação nasal.


Como utilizar Nasomet

Utilize este medicamento exatamente como indicado pelo seu médico. Deve falar com o seu médico ou
farmacêutico se tiver dúvidas. Não utilize uma dose superior ou o pulverizador mais vezes ou por um período
mais longo para além daquele aconselhado pelo seu médico.

Tratamento da Febre dos Fenos e da Rinite Perene

Utilização em adultos e crianças com idade superior a 12 anos

A dose habitual é duas pulverizações em cada narina uma vez por dia.
Assim que os sintomas estejam controlados, o seu médico poderá aconselhá-lo a diminuir a dose.
Se não começar a sentir-se melhor, deve consultar o seu médico e ele ou ela poderá aconselhá-lo a aumentar a
dose; a dose máxima diária é de quatro pulverizações em cada narina uma vez por dia.

Utilização em crianças com idades entre os 3 e 11 anos

A dose habitual é uma pulverização em cada narina uma vez por dia.

Em alguns doentes, Nasomet começa a aliviar os sintomas 12 horas após a primeira dose; contudo, o benefício
completo do tratamento poderá não ser visto durante os primeiros dois dias. Como tal, deverá continuar a usar
de forma regular para atingir o completo benefício do tratamento.

Se você ou a sua criança sofrerem intensamente da febre dos fenos, o seu médico poderá aconselhá-lo começar a
utilizar Nasomet alguns dias antes do início da época dos pólenes, de forma a prevenir a ocorrência dos sintomas
da febre dos fenos.

Pólipos nasais

Utilização em adultos com idade superior a 18 anos

A dose inicial habitual é de duas pulverizações em cada narina, uma vez por dia.

Se os sintomas não estiverem devidamente controlados após 5 a 6 semanas, a dose pode ser aumentada para
duas pulverizações em cada narina duas vezes por dia. Assim que os sintomas estejam controlados, o seu
médico poderá aconselhá-lo a reduzir a dose.
Se não melhorar ao fim de 5 a 6 semanas com o tratamento de duas vezes por dia, deverá contactar o seu
médico.

Preparar o seu pulverizador nasal para utilização

O seu Nasomet pulverizador nasal tem uma tampa protetora que protege o aplicador e o mantém limpo. Lembre-
se de retirá-la antes de utilizar o pulverizador e voltar a colocá-la após a utilização.

Se estiver a utilizar o pulverizador pela primeira vez, necessita de pressionar o pulverizador 10 vezes até obter
uma névoa fina:
1. Agite suavemente o frasco. 2. Coloque o seu dedo indicador e o dedo médio de cada lado do aplicador e o seu polegar debaixo do frasco. Não perfure o aplicador nasal.
3. Afaste o aplicador de si e pressione com os dedos para baixo para obter 10 pulverizações até ser produzida uma névoa fina.
Se não utilizar o pulverizador durante 14 ou mais dias, necessita de pressionar novamente o pulverizador 2
vezes até obter uma névoa fina.

Como utilizar o seu pulverizador nasal

1. Agite suavemente o frasco e retire a tampa protetora. (Figura 1) 2. Assoe-se com cuidado. 3. Tape uma narina e coloque o aplicador dentro da outra narina conforme a figura. (Figura 2). Incline ligeiramente a cabeça para a frente, mantendo o frasco
direito.
4. Comece a inspirar devagar ou suavemente pelo nariz e, enquanto inspira, pressione de uma só vez com os dedos para obter uma pulverização de névoa fina
dentro do nariz.
5. Expire pela boca. Repita o passo 4 para inalar uma segunda pulverização na mesma narina, se aplicável.
6. Retire o aplicador desta narina e expire pela boca. 7. Repita os passos de 3 a 6 para a outra narina (Figura 3).
Após a utilização do pulverizador, limpe cuidadosamente o aplicador com um lenço
ou pano limpo e coloque novamente a tampa protetora.



Limpeza do seu pulverizador nasal

É importante limpar regularmente o seu pulverizador nasal, caso contrário poderá não funcionar adequadamente.
Retire a tampa protetora e cuidadosamente retire o aplicador.
Lave o aplicador e a tampa protetora com água morna e posteriormente enxague em água corrente.
Não tente desbloquear o aplicador nasal inserindo um alfinete ou outro objeto pontiagudo, uma vez que isto irá
danificar o aplicador e levar a que não receba a dose certa do medicamento.
Deixe a tampa protetora e o aplicador secar em local quente.
Coloque novamente o aplicador no frasco e de seguida a tampa protetora.
Na primeira utilização após a limpeza, o pulverizador tem de ser pressionado novamente duas vezes.

Se utilizar mais Nasomet do que deveria

Informe o seu médico se acidentalmente utilizou mais do que deveria.

Se utiliza esteroides por um longo período ou em grandes quantidades eles podem, raramente, afetar algumas
das suas hormonas. No caso das crianças, isto pode afetar o crescimento e desenvolvimento.

Caso se tenha esquecido de utilizar Nasomet

Se se esqueceu de utilizar o pulverizador nasal no momento apropriado, utilize-o logo que se lembre e prossiga
o tratamento da forma habitual. Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de
tomar.

Se parar de utilizar Nasomet

Em alguns doentes, Nasomet deverá começar a aliviar os sintomas 12 horas após a primeira dose; contudo,
poderá demorar pelo menos 2 dias até atingir o benefício completo do tratamento. É muito importante que
utilize regularmente o seu pulverizador nasal. Não interrompa o tratamento mesmo que se sinta melhor exceto
por indicação do seu médico.

Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico.


Efeitos secundários possíveis

Como todos os medicamentos, este medicamento pode causar efeitos secundários, embora estes não se
manifestem em todas as pessoas.

Podem ocorrer reações de hipersensibilidade (alergia) imediatas após a utilização deste medicamento. Estas
reações podem ser graves. Deve parar imediatamente de utilizar Nasomet e procurar ajuda médica imediata se
tiver os seguintes sintomas:
inchaço da face, língua ou faringe
dificuldade em engolir
urticária
respiração ofegante ou dificuldade em respirar

Quando os corticosteroides por pulverização nasal são utilizados em doses elevadas por longos períodos de
tempo, podem ocorrer efeitos secundários devido ao medicamento ser absorvido pelo corpo.

Outros efeitos secundários
A maior parte das pessoas não tem qualquer problema após a utilização do pulverizador nasal. No entanto,
algumas pessoas, após a utilização de Nasomet ou outros corticosteroides por pulverização nasal podem
descobrir que sofrem de:

Efeitos secundários frequentes (podem afetar até 1 em 10 pessoas):
dor de cabeça
espirros
sangramento do nariz [ocorreu muito frequentemente (pode afetar mais de 1 em 10 pessoas) em indivíduos com
pólipos nasais a administrar Nasomet duas pulverizações em cada narina duas vezes ao dia]
garganta ou nariz irritados
úlceras no nariz
infeção do trato respiratório
Desconhecida (a frequência não pode ser calculada a partir dos dados disponíveis):
aumento da pressão dentro do olho (glaucoma) e/ou cataratas causando perturbações da visão
lesão no septo nasal que divide as narinas
alterações do paladar e olfato
dificuldade em respirar e/ou respiração ofegante

Comunicação de efeitos secundários
Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não indicados neste folheto, fale
com o seu anestesista ou com outro médico. Também poderá comunicar efeitos secundários diretamente através
do:
INFARMED, I.P.
Direção de Gestão do Risco de Medicamentos
Parque da Saúde de Lisboa, Av. Brasil 53
1749-004 Lisboa
Tel: +351 21 798 73 73
Linha do Medicamento: 800222444 (gratuita)

Fax: + 351 21 798 73 97
Sítio da internet: http://extranet.infarmed.pt/page.seram.frontoffice.seramhomepage E-mail: farmacovigilancia@infarmed.pt Ao comunicar efeitos secundários, estará a ajudar a fornecer mais informações sobre a segurança deste
medicamento.


Como conservar Nasomet

Não conservar o pulverizador nasal acima de 25ºC. Não congelar
Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.
Não utilize este medicamento após o prazo de validade impresso no frasco e na embalagem exterior após EXP.
O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.
Cada frasco deve ser utilizado num prazo de 2 meses após a primeira abertura. Abra apenas um frasco de cada
vez.

Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico
como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.


Conteúdo da embalagem e outras informações Qual a composição de Nasomet

A substância ativa é o furoato de mometasona. Cada pulverização contém 50 microgramas de furoato de
mometasona, na forma mono-hidratada.
Os outros componentes são celulose dispersível, glicerol, citrato sódico, ácido cítrico mono-hidratado,
polissorbato 80, cloreto de benzalcónio e água purificada.

Qual o aspeto de Nasomet e conteúdo da embalagem

Nasomet é uma suspensão para pulverização nasal.
Cada frasco contém 60 ou 140 pulverizações
Os frascos contendo 60 pulverizações são fornecidos em embalagens de 1 pulverizador nasal.
Os frascos contendo 140 pulverizações são fornecidos em embalagens de 1, 2 ou 3 pulverizadores nasais.
É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante

Titular da Autorização de Introdução no Mercado
Merck Sharp & Dohme, Lda.
Quinta da Fonte, 19
Edifício Vasco da Gama
2770-192 Paço de Arcos
Portugal

Fabricante Schering-Plough Labo NV
Heist-op-den Berg
Bélgica

Este medicamento encontra-se autorizado nos Estados Membros do Espaço Económico Europeu (EEE) com as
seguintes denominações:
Áustria – Nasonex aquosum – Nasenspray
Bélgica, Croácia, Dinamarca, Estónia, Finlândia, França, Alemanha, Grécia, Hungria, Islândia, Irlanda, Itália,
Lituânia, Luxemburgo, Malta, Países Baixos, Noruega, Polónia, Suécia e Reino Unido: Nasonex
Bulgária, República Checa, Roménia, Eslováquia, Eslovénia: NASONEX
Letónia: Nasonex 50 mikrogrami/deva deguna aerossol,suspensija
Portugal: Nasomet
Espanha: NASONEX 50 microgramos suspensión para pulverización nasal


Este folheto foi revisto pela última vez em









DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Febre: Elevação da temperatura corporal acima de um valor normal, estabelecido entre 36,7ºC e 37ºC, quando medida na boca.
  2. Glaucoma: Aumento da pressão intra-ocular que se manifesta por dor de cabeça, olho vermelho e, se não tratado, pode produzir perda de visão a longo prazo.
  3. Sarampo: Doença viral aguda caracterizada por aparecimento de um exantema (ver) de coloração vermelho-acastanhada que se localiza na face, tronco e parte proximal das extremidades. O período de incubação é de 7 a 15 dias e pode complicar-se com pneumonia ou raramente com encefalite. Quanto mais velho o paciente, mais grave é a manifestação da doença. Existe vacinação eficiente para a mesma, que deve ser observada.
  4. Rinite: Inflamação da mucosa nasal, produzida por uma infecção viral ou reação alérgica. Manifesta-se por secreção aquosa e obstrução das fossas nasais.
  5. Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.
  6. Varicela: Doença viral freqüente na infância e caracterizada pela presença de febre e comprometimento do estado geral juntamente com a aparição característica de lesões que têm vários estágios. Primeiro são pequenas manchas avermelhadas, a seguir formam-se pequenas bolhas que finalmente rompem-se deixando uma crosta. ?? contagiosa, mas normalmente não traz maiores conseqüências à criança. As bolhas e suas crostas, se não sofrerem infecção secundária, não deixam cicatriz.

Síguenos

X