SABOFEN

Para que serve SABOFEN

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


Sabofen

iodopovidona 7 mg/g

APRESENTAÇÕES
Sabonete com 7 mg/g de iodopovidona: embalagens com 50 g e 100 g.

USO EXTERNO. USO ADULTO E PEDIÁTRICO

COMPOSIÇÃO
Cada grama de sabonete contém 0,007 g de iodopovidona.
Excipientes: massa base (sebo bovino, óleo de babaçu), ácido etidrônico, branqueador óptico (distirilbifenil dissulfonato
dissódico, EDTA tetrassódico, água), butil-hidroxitolueno, corante amarelo (CI 11680), edetato de sódio, dióxido de titânio e
essência bouquet.

INFORMAÇÕES AO PACIENTE

PARA QUE ESTE MEDICAMENTO É INDICADO?

O Sabofen

é indicado para a antissepsia da pele e couro cabeludo. O uso deste sabonete é recomendado na limpeza das mãos e

ferimentos leves; como auxiliar na prevenção e tratamento de afecções cutâneas (furúnculos, acnes, impetigos, dermatites
infecciosas e dermatomicoses superficiais); na higienização do corpo (banho), reduzindo odores fortes provenientes da carga
microbiana da pele e como antisséptico da mucosa vaginal.

2. COMO ESTE MEDICAMENTO FUNCIONA?
Sabofen

é um produto para uso tópico a base de iodopovidona, um complexo estável que libera gradualmente o iodo, o qual

possui efeito ativo contra diversos microrganismos, incluindo bactérias, fungos e vírus causadores de doenças.

3. QUANDO NÃO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?
Não use o Sabofen

se você tiver hipersensibilidade (alergia) ao iodo.

Em caso de sensibilidade, suspender o uso.


4. O QUE DEVO SABER ANTES DE USAR ESTE MEDICAMENTO?
O Sabofen

é somente para uso externo. Evite o contato do sabonete com os olhos e no caso de contato acidental, lave-os

abundantemente com água corrente; se persistir o desconforto, procure seu médico.
O uso prolongado de Sabofen

em gestantes e recém-nascidos depende de orientação médica.

Em casos de ferimentos profundos e queimaduras graves, consulte seu médico antes de usar o Sabofen

.

A absorção do iodo contido na iodopovidona pode interferir em testes da função tireoidiana.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas sem orientação médica ou do cirurgião-dentista.
Informe ao seu médico ou cirurgião-dentista se você está fazendo uso de algum outro medicamento.

5. ONDE, COMO E POR QUANTO TEMPO POSSO GUARDAR ESTE MEDICAMENTO?
Você deve manter o Sabofen

em temperatura ambiente (15 a 30° C) e proteger da umidade.

O prazo de validade é de 36 meses a partir da sua data de fabricação.
Número de lote e datas de fabricação e validade: vide embalagem.
Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem original.
O Sabofen

é um sabonete de cor amarela.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento. Caso ele esteja no prazo de validade e você observe alguma mudança
no aspecto, consulte o farmacêutico para saber se poderá utilizá-lo.
Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

COMO DEVO USAR ESTE MEDICAMENTO?

Você deve molhar as mãos ou a área desejada com água limpa e friccionar o Sabofen

até formar espuma, espalhando

uniformemente a espuma, deixando-a em contato com a pele por algum tempo que pode variar de 30 segundos (degermação
leve) a 5 minutos (degermação profunda). Enxágue abundantemente com água corrente. Repetir a aplicação 2 a 3 vezes ao dia
ou a critério médico.
Siga corretamente o modo de usar. Em caso de dúvidas sobre este medicamento, procure orientação do farmacêutico. Não
desaparecendo os sintomas, procure orientação de seu médico ou cirurgião-dentista.


7. O QUE DEVO FAZER QUANDO EU ME ESQUECER DE USAR ESTE MEDICAMENTO?

Você pode usar o Sabofen

logo que se lembrar, sempre que for necessário o uso do sabonete antisséptico.


Em caso de dúvidas, procure orientação do farmacêutico ou médico, ou cirurgião-dentista.

8. QUAIS OS MALES QUE ESTE MEDICAMENTO PODE ME CAUSAR?
Raramente o Sabofen

pode causar reações de hipersensibilidade (alergia) ao iodo, caracterizadas por erupções cutâneas. Se

esses sintomas ocorrerem, pare de usar o Sabofen

e procure seu médico.

Informe ao seu médico, cirurgião-dentista ou farmacêutico o aparecimento de reações indesejáveis pelo uso do
medicamento. Informe também à empresa através do seu serviço de atendimento.

O QUE FAZER SE ALGUÉM USAR UMA QUANTIDADE MAIOR DO QUE A INDICADA DESTE MEDICAMENTO?

É pouco provável que ocorram problemas no caso de uso de uma grande quantidade de Sabofen

. Se reações cutâneas forem

observadas, procure seu médico.
Em caso de uso de grande quantidade deste medicamento, procure rapidamente socorro médico e leve a embalagem ou
bula do medicamento, se possível. Ligue 0800 722 6001, se você precisar de mais orientações.


DIZERES LEGAIS
M.S. 1.0443.0040
Farmacêutica Responsável: Glaucia Porto Prates CRF - RS 4261

Fabricado por: Sinter Futura Ltda.
Av. Sinter Futura, 300 – Monte Mor – SP.

Registrado por: Geyer Medicamentos S.A.
Rua Pelotas, 320 - Porto Alegre – RS.

CNPJ.

92.670.801/0001-82
Indústria Brasileira
www.geyermed.com.br

SAC

0800-6040075 - sac@geyermed.com.br


Siga corretamente o modo de usar, não desaparecendo os sintomas procure orientação médica.

Esta bula foi aprovada pela Anvisa em (dia/mês/ano).




















Histórico de Alteração da Bula




Dados da submissão eletrônica

Dados da petição/notificação que altera a bula

Dados das alterações de bulas

Data do

expediente

expediente

Assunto

Data do

expediente

Nº do

expediente

Assunto

Data de

aprovação

Itens de bula

Versões

(VP/VPS)

Apresentações

relacionadas

26/06/2014

0504044/14-

2

10461-

Específico

– Inclusão

Inicial de

Texto de

Bula –

RDC 60/12

Adequação à

RDC 47/2009

VP e VPS

50 g e 100 g

30/09/2014

0813785/14-

4

1582-

ESPECÍFICO

– Renovação

de Registro de

Medicamento

11/01/2016

Identificação

do

Medicamento,

Como devo

usar este

medicamento?,

Posologia e

Modo de Usar,

Dizeres Legais

VP e VPS

50 g e 100 g








DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Bactéria: Organismo unicelular, capaz de auto-reproduzir-se. Existem diferentes tipos de bactérias, classificadas segundo suas características de crescimento (aeróbicas ou anaeróbicas, etc.), sua capacidade de absorver corantes especiais (Gram positivas, Gram negativas), segundo sua forma (bacilos, cocos, espiroquetas, etc.). Algumas produzem infecções no ser humano, que podem ser bastante graves.
  2. Dermatite: Inflamação das camadas superficiais da pele, que pode apresentar-se de formas variadas (dermatite seborreica, dermatite de contato...) e é produzida pela agressão direta de microorganismos, substância tóxica ou por uma resposta imunológica inadequada (alergias, doenças auto-imunes).
  3. Impetigo: Infecção da pele e mucosas, produzida por uma bactéria chamada Estreptococo, e caracterizada pela presença de lesões avermelhadas, com formação posterior de bolhas que contém pus e que, ao romper-se, deixam uma crosta cor de mel. Pode ser transmitida por contato entre as pessoas, como em creches.
  4. Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.

Síguenos

X