Salonpas Pain Relief Patch

Para que serve Salonpas Pain Relief Patch

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.



Salonpas Pain Relief Patch

salicilato de metila levomentol

APRESENTAÇÕES.

Adesivo transdérmicosalicilato de metila 105,0mg, levomentol 31,5mg em envelope contendo: 03 unidades (tamanho 7,0 cm x 10,0 cm) 05 unidades (tamanho 7,0 cm x 10,0 cm)

USO TÓPICO USO ADULTO

COMPOSIÇÃO


Cada Salonpas Pain Relief Patch contém : salicilato de metila ........... 105,0 mg levomentol ............................31,5 mg Excipientes: resina alicíclica saturada, petrolato líquido, poli-isobutileno, copolímeroestireno-isopreno-estireno, silicato de alumínio sintético.

INDICAÇÕES


Salonpas Pain Relief Patch é indicado para o alívio de dores e inflamações associadas amialgia (M79.1), dores miofasciais, tendinites ou contusões, entorses, traumas e lesõesmusculares de início inferior a 24 horas.

RESULTADOS DE EFICÁCIA


Foi realizado um estudo duplo cego, randomizado, paralelo por placebo, para o alívio desintomas em pacientes com estiramento muscular. O estudo demonstra que o Salonpas Pain Relief Patch administrado a cada 8 horas é seguroe um eficiente analgésico para o tratamento das dores musculares e articulares.

CARACTERÍSTICAS FARMACOLÓGICAS


O salicilato de metila pertence ao grupo dos anti-inflamatórios não esteroidais (AINEs), compropriedades analgésica e anti-inflamatória. Seu mecanismo de ação baseia-se na inibição daenzima ciclooxigenase, que consequentemente inibe a biossíntese das prostaglandinas. É umrevulsivo orgânico volátil, age produzindo ação local irritante, com efeitos indiretos deatividade a distância sobre estruturas somáticas (músculos), serosas, articulações e deestimulação reflexa dos centros bulbares. Provoca analgesia e hiperemia nas regiõescutâneas em que são aplicados, inervados pelo mesmo segmento do sistema nervosocentral. . O mentol aplicado localmente causa sensação de frio por estímulo específico dos receptores,e em seguida, anestesia discreta.

CONTRAINDICAÇÕES


Não deve ser administrado em pacientes com hipersensibilidade conhecida ao ácidoacetilsalicílico, a outros anti-inflamatórios não esteroidais ou a qualquer um dos componentesda formulação.

ADVERTÊNCIAS E PRECAUÇÕES


Não deve ser utilizado em feridas e peles irritadas.Utilizar somente para uso tópico. Evite contato com olhos e membranas mucosas. Pacientes em tratamento com anticoagulantes, história de úlceras gastrintestinais, úlceracrônica ou recidivante, história de sangramentos gastrintestinais, disfunção hepática ou renalou que já tenham tido crise de asma induzida pela adminitração de salicilatos ou outrassubstâncias semelhantes requerem orientação médica. A absorçao sistêmica do Salonpas Pain Relief Patch é baixa, portanto, a probabilidade deefeitos colaterais sistêmicos ocorrerem com a aplicação tópica é pequena, mas não deve serexcluída quando o produto é aplicado em áreas extensas da pele e por período prolongado detempo. Não utilize bandagem (faixa) ou qualquer material oclusivo na área de aplicação.Uso em idosos e crianças : não há necessidade de recomendações específicas para o uso doproduto em idosos e crianças, desde que observadas as advertências, precauções eposologia mencionadas na bula. Uso durante gravidez e lactação: não há dados clínicos suficientes relacionados ao uso tópicoda associação de salicilato de metila e l-mentol durante a gravidez e lactação. Entretanto, aingestão de salicilatos por um período longo pode causar danos ao feto ou complicações noparto. Estes efeitos podem ocorrer no terceiro trimestre, e portanto, o uso durante esteperíodo da gravidez não é recomendado. Durante a gravidez e lactação, o Salonpas PainRelief Patch deve ser utilizado apenas após avaliação rigorosa do risco-benefício.

Este medicamento não deve ser utilizado por mulheres grávidas e lactantes sem
orientação médica ou do cirurgião-dentista.

INTERAÇÕES MEDICAMENTOSAS


Devido a pequena biodisponibilidade sistêmica dos princípios ativos do Salonpas Pain ReliefPatch, interações medicamentosas são pouco prováveis. Embora estudos controlados de interações medicamentosas não tenham sido realizados,dados da literatura demonstram que o uso tópico excessivo de salicilatos pode potencializar oefeito dos anticoagulantes cumarínicos. Portanto, recomenda-se cautela no uso em pacientesque estejam em tratamento com anticoagulantes cumarínicos.

CUIDADOS DE ARMAZENAMENTO DO MEDICAMENTO


Conservar em temperatura ambiente (entre 15 a 30ºC), ao abrigo da luz e da umidade. Após aberto, mantenha o adesivo restante no envelope fechado, longe de fontes de calor e
umidade.O prazo de validade do SALONPAS Pain Relief Patch 03 unidades é de 24 meses a partir dadata de sua fabricação.O prazo de validade do SALONPAS Pain Relief Patch 05 unidades é de 36 meses a partir dadata de sua fabricação.

Número de lote e datas de fabricação e validade : vide embalagem

Não use medicamento com o prazo de validade vencido. Guarde-o em sua embalagem
original.

Salonpas Pain Relief Patch é um medicamento de aplicação tópica, adesivos cor da pele eodor característico.

Antes de usar, observe o aspecto do medicamento.
Todo medicamento deve ser mantido fora do alcance das crianças.

POSOLOGIA E MODO DE USAR


Lave e seque a área afetada. Retire o filme plástico e aplique o Salonpas Pain Relief Patchna área afetada. Aplique 1 adesivo na área afetada e deixe por até 8 horas. Se a dor persistir após o uso doprimeiro adesivo, um segundo adesivo pode ser aplicado por mais 8 horas. Não utilize maisdo que 4 adesivos ao dia

. REAÇÕES ADVERSAS


Podem ocorrer reações ou irritações cutâneas como hiperemia, prurido, eritema, erupçõescutâneas, descamação, manchas, dermatite de contato e eczemas. Em casos de eventos adversos, notifique ao Sistema de Notificações em Vigilância Sanitária ?NOTIVISA, disponível em www.anvisa.gov.br/hotsite/notivisa/index.htm, ou para a VigilânciaSanitária Estadual ou Municipal.

SUPERDOSE


A superdosagem com este medicamento não é comum. Em caso de uso excessivo, lavar bemo local e empregar tratamento sintomático, se necessário.

Em caso de intoxicação ligue para 0800-722-6001, se você precisar de mais
orientações.

DIZERES LEGAIS


MS 1.1052.0002.002-4 (03 unidades) MS 1.1052.0002.003-2 (05 unidades)Farmacêutica Resp.: Douglas Ishikawa CRF-AM/RR 1508Fabricado por : Hisamitsu Pharmaceutical Co., Inc.Tosu Saga JapanRegistrado e importado por: Hisamitsu Farmacêutica do Brasil Ltda.Av. Buriti Nº1050 ? Distrito Industrial Manaus/

AM ? CEP

69075-000CNPJ 49.383.250/0001-47 SAC 0800-7079551 ?e-mail: [email protected]

Esta bula foi aprovada pela Anvisa em



DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Dermatite: Inflamação das camadas superficiais da pele, que pode apresentar-se de formas variadas (dermatite seborreica, dermatite de contato...) e é produzida pela agressão direta de microorganismos, substância tóxica ou por uma resposta imunológica inadequada (alergias, doenças auto-imunes).
  2. Eczema: Doença da pele caracterizada pelo surgimento de lesões generalizadas sob forma de placas, manchas ou bolhas, devido a uma reação por contato local ou por ação de uma agressão sistêmica.
  3. Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
  4. Tendinite: Inflamação de um tendão. Produz-se em geral como conseqüência de um traumatismo. Existem doenças imunológicas capazes de produzir tendinite entre outras alterações.

Síguenos

X