Scandonest Noradrenalina

Para que serve Scandonest Noradrenalina

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


FOLHETO INFORMATIVO


Leia atentamente este folheto antes de utilizar o medicamento.- Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler. - Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico. - Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento podeser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.

Neste folheto:1. O que é SCANDONEST 2% NORADRENALINA e para que é utilizado 2. Antes de utilizar SCANDONEST 2%

NORADRENALINA

3. Como utilizar SCANDONEST 2%

NORADRENALINA

4. Efeitos secundários possíveis 5. Conservação de SCANDONEST 2%

NORADRENALINA

6. Outras informações

SCANDONEST 2% NORADRENALINA (20 mg/ml + 0,01 mg/ml), solução injectávelCloridrato de mepivacaínaTartrato de noradrenalinaAs substâncias activas são: cloridrato de mepivacaína, tartrato de adrenalina.Os outros ingredientes são: cloreto de sódio, metabissulfito de potássio, solução dehidróxido de sódio a 35%, edetato de sódio, água para injectáveis.Titular da Autorização de Introdução no Mercado e fabricante

SEPTODONT

58 rue du Pont de Créteil94100 Saint Maur des Fossés

FRANÇA

1. O que é SCANDONEST 2% NORADRENALINA e para que é utilizado• Scandonest 2% Noradrenalina é uma solução injectável apresentada em cartuchos de 1,8 ml. A solução anestésica é acondicionada em cartuchos cilíndricos estéreis fechadosnuma extremidade por uma junta, segura por um colar metálico (cápsula), e na outraextremidade por um êmbolo móvel.A solução é límpida e incolor.A apresentação comercial consiste numa caixa de 50 cartuchos contendo 5 blisters com10 cartuchos cada. • Este medicamento pertence ao grupo dos anestésicos locais. O cloridrato de mepivacaína é um anestésico local do tipo amida que bloqueia acondução do influxo nervoso.A noradrenalina, o vasoconstritor adicionado à solução, atrasa a passagem damepivacaína para a circulação geral.

• Scandonest 2% Noradrenalina é utilizado em anestesia local ou loco-regional na prática dentária.

2. O que deve saber antes da administração de Scandonest 2% Noradrenalina?• Não utilize Scandonest 2% Noradrenalina - se tem hipersensibilidade à mepivacaína ou a anestésicos locais ou a qualquer outro ingrediente da preparação - se sofre de perturbações graves do ritmo não corrigidas por um aparelho- se sofre de epilepsia não controlada por um tratamento- se sofre de porfiria (doença hereditária), de hipertermia maligna (febre), de hipertensão arterial grave, de perturbações hepáticas graves - se tem uma doença causada por uma produção excessiva de hormonas tiroideias- se tem glaucoma (pressão excessiva no olho) de ângulo fechado. Tome especial cuidado com Scandonest 2% Noradrenalina - se é diabético ou hipertenso- se sofre de perturbações hepáticas graves, de perturbações cardiovasculares e se tem perturbações do metabolismo, as doses a utilizar serão diminuídas ou limitadas - se pratica um desporto, deve estar ciente de que este medicamento contém uma substância activa que pode induzir uma reacção positiva nos testes efectuados naaltura de controlos anti-dopagem - não pode ser injectado no lúmen de um vaso. Para o evitar, o médico efectuará uma aspiração sistemática antes de injectar - não pode ser administrado em zonas infectadas e inflamatórias devido à diminuição da actividade anestésica - se a criança tiver menos de 4 anos dado que a técnica anestésica não se adapta a esta idade.

• Utilizar Scandonest 2% Noradrenalina em associação com alimentos e bebidas Evite mastigar pastilhas elásticas ou alimentos enquanto persistir a insensibilidade.

• Gravidez

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.Perante a vasta utilização na prática dentária, Scandonest 2% Noradrenalina pode serconsiderado como relativamente seguro na mulher grávida. No entanto, informe odentista do seu estado, porque só ele poderá decidir se deve efectuar a intervenção. • Aleitamento

Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.No que respeita à administração de Scandonest 2% Noradrenalina durante oaleitamento, não foi comunicada nenhuma reacção adversa até ao momento presente.Contudo, recomenda-se que informe o seu dentista.

• Condução de veículos e utilização de máquinas:

Scandonest 2% Noradrenalina não tem qualquer influência na condução de veículos ouna utilização de máquinas. • Informações importantes sobre alguns ingredientes de Scandonest 2% Noradrenalina:

Este medicamento contém sulfitos que podem ser responsáveis por reacções alérgicas. • Utilizar Scandonest 2% Noradrenalina com outros medicamentos:

Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentementeoutros medicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica. - Guanetidina e afins (antiglaucomatoso): aumento importante da pressão arterial- Anestésicos voláteis halogenados (anestésicos por inalação): aumento da reactividade cardíaca - Antidepressores imipramínicos e serotoninérgicos-noradrenérgicos (medicamentos para a depressão): hipertensão paroxística (crises hipertensivas) com apossibilidade de perturbações do ritmo - IMAO selectivos e não selectivos (medicamentos para a depressão): risco de aumento da acção pressora.

3. Como administrar Scandonest 2% Noradrenalina Utilizar Scandonest 2% Noradrenalina sempre de acordo com as instruções do médico.Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.O médico é a única pessoa qualificada para lhe administrar Scandonest 2%Noradrenalina.Em média é suficiente um cartucho, mas o seu dentista pode administrar-lhe umaquantidade menor ou maior. Ajustará a posologia em função da sua idade, peso, estadode saúde e da intervenção • Se lhe foi administrada uma quantidade considerável de Scandonest 2% Noradrenalina, podem surgir sintomas de sobredosagem. Os sinais clínicos que podem ser observadossão os seguintes: - perturbações do sistema nervoso central: nervosismo, agitação, sonolência, tremores, apreensão, nistagmo (tremores a nível dos globos oculares), logorreia(fluxo incontrolável de palavras), cefaleias, náuseas, zumbidos nos ouvidos.

- perturbações do sistema respiratório: taquipneia (aumento da frequência respiratória) seguida por bradipneia (diminuição da frequência respiratória) podendolevar a apneia (paragem respiratória).

- perturbações do sistema cardiovascular: taquicardia (aumento da frequência cardíaca), bradicardia (diminuição da frequência cardíaca), depressãocardiovascular com hipotensão arterial podendo levar a colapso, perturbações doritmo, perturbações da condução.

Medidas a tomar:A partir do momento em que surgem os primeiros sinais de alarme, pedir ao doentepara hiperventilar, se possível na posição deitada.Em caso de clonismo, efectuar a oxigenação e injecção de uma benzodiazepina.O tratamento pode exigir intubação com ventilação assistida 4. Efeitos secundários possíveis Como os demais medicamentos, Scandonest 2% Noradrenalina pode ter efeitosindesejáveis.

- Manifestações do sistema nervoso central: nervosismo, agitação, tremores,

sonolência, apreensão, dores de cabeça, náuseas, zumbidos nos ouvidos, fluxoincontrolável de palavras, tremores a nível dos globos oculares.

- Manifestações do sistema respiratório: aceleração do ciclo respiratório seguindo-se respiração lenta que pode levar a paragem respiratória.

- Manifestações do sistema cardiovascular: aumento e diminuição da frequência cardíaca, depressão cardiovascular com hipotensão arterial que pode levar a umaqueda rápida e duradoura da pressão arterial, perturbações do ritmo, perturbaçõesda condução. Todas estas manifestações podem levar a paragem cardíaca.

Caso detecte efeitos secundários não mencionados neste folheto e que consideragraves, informe o seu dentista ou farmacêutico

5. Conservação
de
Scandonest 2% Noradrenalina

Não conservar acima de 25°C e proteger da luz.Não congelar.Após abertura do cartucho, recomenda-se a utilização imediata.

6. Outras
informações

Para quaisquer informações sobre este medicamento, queira contactar o representantelocal do titular da autorização de introdução no mercado:

DENTOFARMA

Rua João das Regras 3/21100 LISBOA -

PORTUGAL

Tel: 217 122 525Contacto: Victor

DUARTE



DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Febre: Elevação da temperatura corporal acima de um valor normal, estabelecido entre 36,7ºC e 37ºC, quando medida na boca.
  2. Glaucoma: Aumento da pressão intra-ocular que se manifesta por dor de cabeça, olho vermelho e, se não tratado, pode produzir perda de visão a longo prazo.
  3. Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
  4. Taquicardia: Aumento da freqüência cardíaca. Pode ser devido a causas fisiológicas (durante o exercício físico ou gravidez) ou por diversas doenças como sepse, hipertireoidismo e anemia. Pode ser assintomática ou provocar palpitações (ver).

Síguenos

X