Scheriproct

Para que serve Scheriproct

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


FOLHETO INFORMATIVO

INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Scheriproct 1,9 mg/g / 5 mg/g Pomada rectal
Prednisolona / Cinchocaína


Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento.
- Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler.
- Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.
- Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o
medicamento pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos
sintomas.
- Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos
secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou
farmacêutico.


Neste folheto:
1. O que é Scheriproct e para que é utilizado
2. Antes de utilizar Scheriproct
3. Como utilizar Scheriproct
4. Efeitos secundários possíveis
5. Como conservar Scheriproct
6. Outras informações


O QUE É Scheriproct E PARA QUE É UTILIZADO

Classificação farmacoterapêutica: 6.7 Aparelho digestivo. Anti-hemorroidários.

Scheriproct está indicado nas hemorróidas, fissuras anais superficiais, proctite.


ANTES DE UTILIZAR Scheriproct

Não utilize Scheriproct
- Se tem alergia (hipersensibilidade) à(s) substância(s) activa(s) ou a qualquer
outro componente de Scheriproct.
- Scheriproct está contra-indicado em caso de processos tuberculosos ou
luéticos na zona de tratamento, afecções virais (p.ex., vacina, varicela).

Tome especial cuidado com Scheriproct
- Nas infecções por fungos é necessário uma terapêutica adicional específica.

- Deve evitar-se o contacto inadvertido do medicamento com os olhos.
Recomenda-se a lavagem cuidadosa das mãos após cada aplicação.
Utilizar Scheriproct com outros medicamentos
Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado
recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem
receita médica. Não são conhecidas interacções até à data

Gravidez e aleitamento
Regra geral, não devem ser aplicados medicamentos tópicos com corticóides
durante os primeiros três meses de gravidez. A utilização prolongada deve ser
particularmente evitada.

É improvável a eliminação de quantidades efectivas de glucocorticóides com o
leite materno.

Condução de veículos e utilização de máquinas
Não relevante.

Informações importantes sobre alguns componentes de Scheriproct
Scheriproct contém óleo de rícino e óleo de rícino hidrogenado, os quais podem
causar reacções cutâneas.


COMO UTILIZAR Scheriproct

Utilizar Scheriproct sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com o
seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas.

Administrar por via rectal.

Salvo prescrição médica diferente, aplica-se a pomada em geral, 2 vezes por
dia, com excepção do 1º dia de tratamento, no qual se pode aplicar o
medicamento até 4 vezes, a fim de se obter uma rápida eliminação das
perturbações.

Antes da aplicação de Scheriproct, a qual deve ser feita depois de defecar, deve
limpar-se cuidadosamente toda a região anal. As melhoras que se manifestam
com rapidez, não devem induzir a que se finalize o tratamento prematuramente.
Para evitar recaídas, mesmo quando os sintomas tenham desaparecido
completamente, é necessário continuar o tratamento durante uma semana pelo
menos, com intervalos mais longos (apenas uma aplicação de pomada por dia).

Nos casos de micose, é necessária uma terapêutica adicional específica.

Para cada aplicação basta uma pequena quantidade de pomada (do tamanho de
uma ervilha) que deverá ser aplicada com o dedo na região e orifício anais, vencendo-se a resistência do esfíncter com a ponta do dedo. Para o uso intra-
rectal utiliza-se o aplicador, o qual se enrosca à bisnaga.

Nos processos muito inflamados e, por isso, particularmente dolorosos, pode ser
aconselhável, no princípio do tratamento, o uso do dedo para a aplicação intra-
rectal. Os prolapsos nodulosos devem ser cobertos com uma espessa camada
de pomada e com muito cuidado introduzidos com o dedo para dentro do recto.

Deve evitar-se o contacto de Scheriproct com os olhos. Recomenda-se a
lavagem cuidadosa das mãos após cada aplicação.

A duração do tratamento com Scheriproct não deve exceder 4 semanas.

Se utilizar mais Scheriproct do que deveria
Com base nos resultados dos estudos de toxicidade com prednisolona e
cloridrato de cinchocaína não é de esperar um risco de intoxicação aguda após
administração única rectal ou perianal de Scheriproct, mesmo no caso de uma
sobredosagem inadvertida. No caso de uma toma oral acidental do
medicamento (por ex., ingestão de alguns gramas de pomada), são de esperar,
principalmente, efeitos sistémicos do anestésico local cloridrato de cinchocaína
que, de acordo com a dose, podem manifestar-se sob a forma de sintomas
cardiovasculares intensos (depressão até paragem da função cardíaca) e
sintomas no SNC (convulsões, inibição até interrupção da função respiratória).

Caso se tenha esquecido de utilizar Scheriproct
Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de
tomar.

Se parar de utilizar Scheriproct
Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu
médico ou farmacêutico.


EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍVEIS

Como todos os medicamentos, Scheriproct pode causar efeitos secundários, no
entanto estes não se manifestam em todas as pessoas.

Nos tratamentos prolongados (mais de 4 semanas) não se pode excluir a
possibilidade de que apareçam manifestações secundárias locais como, por
exemplo, atrofias cutâneas.

Em casos isolados, podem surgir reacções alérgicas cutâneas.
Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos
secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou
farmacêutico.


COMO CONSERVAR Scheriproct Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não conservar acima de 25ºC.

Não utilize Scheriproct após expirar o prazo de validade indicado na bisnaga e
na embalagem exterior, a seguir a “Válido até”. O prazo de validade corresponde
ao último dia do mês indicado.

Os medicamentos não devem ser eliminados na canalização ou no lixo
doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como eliminar os medicamentos de
que já não necessita. Estas medidas irão ajudar a proteger o ambiente.


OUTRAS INFORMAÇÕES Qual a composição de Scheriproct

As substâncias activas são: caproato de prednisolona e cloridrato de
cinchocaína. Cada grama de pomada rectal contém 1,9 mg de caproato de
prednisolona e 5 mg de cloridrato de cinchocaína.
Os outros componentes são: monoricinoleato de polietilenoglicol 400, óleo de
rícino hidrogenado, octildodecanol, óleo de rícino e óleo perfumado de Chipre.

Qual o aspecto de Scheriproct e conteúdo da embalagem
Scheriproct apresenta-se na forma farmacêutica de pomada rectal. A bisnaga é
constituída por alumínio puro, com revestimento interior em resina epoxi e com
revestimento externo à base de poliéster. A rosca é de poliamida e a tampa é de
polietileno de alta densidade. Embalagem contendo uma bisnaga com 30 g de
pomada rectal e um aplicador.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado
Intendis Portugal, Sociedade Unipessoal, Lda.
Estrada Nacional 249, Km 15
2725-397 Mem Martins
Portugal

Fabricante
Intendis Manufacturing S.p.A.
Via E. Schering - Zona Industrial Marconi
I-20090 Segrate - Milano Itália

SE TIVER ALGUMA DÚVIDA DEPOIS DE LER ESTE FOLHETO
INFORMATIVO, POR FAVOR, CONSULTE O SEU MÉDICO OU
FARMACÊUTICO.

Este folheto foi aprovado pela última vez em



DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Fissura: Solução de continuidade de origem traumática, caracterizada por um trajeto linear.
  2. Tópico: Referente a uma área delimitada. De ação limitada à mesma. Diz-se dos medicamentos de uso local, como pomadas, loções, pós, soluções, etc.
  3. Vacina: Tratamento à base de bactérias, vírus vivos atenuados ou seus produtos celulares, que têm o objetivo de produzir uma imunização ativa no organismo para uma determinada infecção.
  4. Varicela: Doença viral freqüente na infância e caracterizada pela presença de febre e comprometimento do estado geral juntamente com a aparição característica de lesões que têm vários estágios. Primeiro são pequenas manchas avermelhadas, a seguir formam-se pequenas bolhas que finalmente rompem-se deixando uma crosta. ?? contagiosa, mas normalmente não traz maiores conseqüências à criança. As bolhas e suas crostas, se não sofrerem infecção secundária, não deixam cicatriz.

Síguenos

X