Ultrabeta

Para que serve Ultrabeta

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


Folheto informativo: Informação para o utilizador

Ultrabeta 25 microgramas/dose suspensão pressurizada para inalaçãoSalmeterolLeia com atenção todo este folheto antes de começar a utilizar este medicamento, pois contém informaçãoimportante para si.- Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o ler novamente.

- Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro.- Este medicamento foi receitado apenas para si. Não deve dá-lo a outros. O medicamento pode ser-lhesprejudicial mesmo que apresentem os mesmos sinais de doença.- Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não indicados neste folheto,informe o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro.O que contém este folheto:1. O que é Ultrabeta e para que é utilizado2. O que precisa de saber antes de utilizar Ultrabeta

3. Como utilizar Ultrabeta

4. Efeitos secundários possíveis5. Como conservar Ultrabeta

6. Conteúdo da embalagem e outras informações1. O que é Ultrabeta e para que é utilizadoUltrabeta contém como substância ativa o salmeterol. O salmeterol é um broncodilatador de longa duraçãode ação que ajuda a via respiratória a permanecer aberta, facilitando a entrada e a saída de ar. O efeitosente-se geralmente, entre 10 a 20 minutos e dura, pelo menos, 12 horas.O médico prescreveu Ultrabeta para prevenir problemas respiratórios que podem ser causados pela asma.

A

administração regular de Ultrabeta ajudará a prevenir crises de asma, incluindo asma induzida peloexercício ou asma noturna.A administração regular de Ultrabeta ajudará também a prevenir outros problemas respiratórios como porexemplo a doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC).Ultrabeta impede o aparecimento de falta de ar e pieira, porém, não atua quando alguma destas situaçõesestá instalada. Neste caso precisará de utilizar um medicamento de ação rápida para alívio, tal como osalbutamol.Ultrabeta é fornecido num inalador. Deve aspirar o medicamento diretamente para os pulmões.Ultrabeta contém norflurano, o qual é menos prejudicial para o ambiente do que os inaladores mais antigos,os quais poderão ter um sabor diferente em relação ao Ultrabeta. Esta diferença de sabor não tem qualquerinfluência na forma como o medicamento atua.Se está a ser tratado para a asma, Ultrabeta deverá ser sempre prescrito com um corticosteroide inalado.2. O que precisa de saber antes de utilizar UltrabetaNão utilize Ultrabeta

- Se tem alergia (hipersensibilidade) à substância ativa (xinafoato de salmeterol) ou a qualquer outrocomponente deste medicamento norflurano (HFA 134a) (indicados na secção 6).Advertências e precauçõesFale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro antes de utilizar Ultrabeta.

Se a sua asma ou respiração piorar contacte o seu médico imediatamente. Poderá sentir mais pieira, pressãono peito com maior frequência, ou necessidade de utilizar mais vezes a sua medicação de alívio de açãorápida. Se qualquer destas situações acontecer, não aumente o número de atuações de Ultrabeta. A suasituação poderá piorar e ficar gravemente doente. Contacte o seu médico pois poderá necessitar de alterar otratamento para a asma.O médico pode considerar apropriado reduzir gradualmente a dose de Ultrabeta se a asma estiver bemcontrolada. Se lhe foi prescrito Ultrabeta para o tratamento da asma, continue a utilizar a outra medicaçãopara a asma que costuma utilizar e que poderá incluir corticosteroides inalados ou orais. Deve continuar atomar as mesmas doses, mesmo que se sinta muito melhor a não ser que haja indicação médica emcontrário. Não pare de utilizar o seu corticosteroide inalado (ou oral) quando começar a utilizar Ultrabeta.O seu médico poderá querer segui-lo regularmente, se tiver uma hiperatividade da glândula tiroide, diabetesmellitus (Ultrabeta poderá aumentar o seu açúcar no sangue) ou doença cardíaca, incluindo batimentoscardíacos irregulares ou acelerados.Outros medicamentos e UltrabetaInforme o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente, ou se vier a tomaroutros medicamentos, incluindo medicamentos para a asma ou qualquer medicamento não sujeito a receitamédica. Isto porque a administração de Ultrabeta poderá não ser compatível com a de algunsmedicamentos.Informe o seu médico, antes de utilizar Ultrabeta, se está a ser tratado para alguma infeção fúngica commedicamentos contendo cetoconazol ou itraconazol, ou se está a ser tratado para o VIH com ritonavir.Estes medicamentos podem aumentar o risco de sentir efeitos secundários incluindo batimentos cardíacosirregulares, ou até piorá-los, com Ultrabeta.Ultrabeta não deve ser tomado com beta-bloqueadores, salvo indicação médica em contrário. Os beta-
bloqueadores incluem o atenolol, propranolol, sotalol, que são geralmente utilizados para a hipertensão ououtras situações cardíacas. Informe o seu médico se está a utilizar ou se lhe foi prescrito recentemente beta-
bloqueadores, uma vez que estes podem reduzir ou eliminar os efeitos do salmeterol.Ultrabeta pode reduzir a quantidade de potássio no sangue. Se tal acontecer poderá sentir ritmo cardíacoirregular, fraqueza muscular ou cãibras. Este efeito é mais provável se utilizar Ultrabeta com medicamentosusados no tratamento da hipertensão (diuréticos) e outros medicamentos usados para tratar problemasrespiratórios, como teofilina, ou corticosteroides. O seu médico poderá mandá-lo realizar análises aosangue para verificar a quantidade de potássio no sangue. Deve expor quaisquer preocupações, ao seumédico.Gravidez, amamentação e fertilidadeSe está grávida ou a amamentar, se pensa estar grávida ou planeia engravidar, consulte o seu médico antesde utilizar Ultrabeta. O seu médico avaliará se pode tomar Ultrabeta durante este período.Condução de veículos e utilização de máquinasNão é provável que os possíveis efeitos secundários associados a Ultrabeta afetem a sua capacidade deconduzir ou utilizar máquinas.3. Como utilizar UltrabetaUtilize este medicamento exatamente como indicado pelo seu médico ou farmacêutico. Fale com o seumédico ou farmacêutico se tiver dúvidas.Se está a ser tratado para a asma, Ultrabeta deverá ser sempre prescrito com um corticosteroide inalado.Utilize Ultrabeta todos os dias, até o seu médico o aconselhar a parar.

Começará a sentir o efeito de Ultrabeta desde o primeiro dia de utilização.Se sentir dificuldade em respirar ou se sentir pieira durante a utilização de Ultrabeta, deve continuar autilizar, mas deverá consultar o seu médico o mais breve possível, pois poderá necessitar de tratamentoadicional.Uma vez a asma controlada, o seu médico pode considerar a redução gradual da dose de Ultrabeta.Ultrabeta destina-se apenas a inalação.Adultos e adolescentes com idade igual ou superior a 12 anos com asmaA dose inicial habitual é duas inalações duas vezes por dia.Nos casos de asma mais grave, o médico poderá aumentar a dose até quatro inalações duas vezes por dia.Crianças com asmaEm crianças com idade entre os 4 e os 12 anos, a dose habitual é duas inalações duas vezes por dia.Ultrabeta não é recomendado para utilização em crianças com idade inferior a 4 anos.Adultos com doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC, incluindo bronquite e enfisema)A dose inicial habitual é duas inalações duas vezes por dia.Não aplicável nesta situação a crianças e adolescentes.Se utilizar mais Ultrabeta do que deveriaÉ importante que tome a dose recomendada pelo seu médico. Se tomou acidentalmente uma dose maior queo recomendado, fale com o seu médico ou farmacêutico. Nessa situação, poderá notar os seus batimentoscardíacos mais rápidos que o habitual e sentir tremor e/ou tonturas. Poderá também ter dor de cabeça,fraqueza muscular e articulações dolorosas.Caso se tenha esquecido de utilizar Ultrabeta

Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar.

Se se esqueceu de utilizar o seu inalador, tome a dose seguinte quando devida.Se parar de utilizar Ultrabeta

Não deve suspender o tratamento com Ultrabeta mesmo que se sinta melhor. Siga o conselho do seumédico.Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico, farmacêutico ouenfermeiro.

4. Efeitos secundários possíveisComo todos os medicamentos, este medicamento pode causar efeitos secundários, embora estes não semanifestem em todas as pessoas. Para reduzir a possibilidade de efeitos secundários, o seu médico iráprescrever a dose mais baixa de Ultrabeta para controlar a sua asma ou DPOC. Os efeitos secundáriosseguintes foram reportados por pessoas a tomar este medicamento:Reações alérgicas: poderá notar um agravamento súbito da sua respiração após utilizar Ultrabeta. Poderáficar com muita pieira e tosse. Poderá também sentir prurido e inchaço (normalmente da face, lábios, línguaou garganta). Se sentir estes efeitos ou se aparecerem subitamente após utilizar Ultrabeta, contacte o seumédico imediatamente. As reações alérgicas ao Ultrabeta são muito raras (afectam menos de 1 pessoa emcada 10.000).Outros efeitos secundários:Frequentes (afetam menos de 1 pessoa em cada 10)Cãibras musculares

Tremor (mãos), batimentos cardíacos irregulares ou acelerados (palpitações), dores de cabeça. O tremor émais provável se estiver a tomar mais do que duas doses, duas vezes por dia. Estes efeitos secundários nãoduram muito tempo e diminuem com a continuação do tratamento.Pouco frequentes (afetam menos de 1 pessoa em 100)Erupção cutâneaBatimentos cardíacos muito rápidos (taquicardia). Estes são mais prováveis se estiver a tomar mais do queduas doses, duas vezes por dia.NervosismoRaros (afetam menos de 1 pessoa em 1.000)TonturasInsóniasRedução na quantidade de potássio no sangue (poderá sentir um batimento cardíaco irregular, fraquezamuscular, cãibras)Muito raros (afetam menos de 1 pessoa em 10.000)Agravamento das dificuldades respiratórias ou pieira imediatamente após tomar Ultrabeta. Nesta caso parede utilizar o seu inalador Ultrabeta. Utilize a sua medicação de alívio de ação rápida para o ajudar a respirare contacte o seu médico imediatamente.Batimentos cardíacos irregulares ou extra (arritmias). Informe o seu médico mas não pare de tomarUltrabeta.Aumento dos níveis de açúcar (glucose) no sangue (hiperglicemia). Se tem diabetes, pode ser necessáriauma monitorização mais frequente do açúcar no sangue e possível ajuste do seu tratamento antidiabéticousual.Feridas na boca ou faringite.Náuseas.Dor e inchaço nas articulações ou dor no peito.Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não indicados neste folheto,fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro.5. Como conservar UltrabetaConservar a temperatura inferior a 30°

C

Não congelar. Proteger da luz.Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças.Não utilize este medicamento após o prazo de validade impresso na embalagem exterior, após "VAL.".

O

prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.Após utilização, recoloque a tampa do aplicador bucal e pressione firmemente, não forçando.O recipiente metálico contém um líquido pressurizado; não perfure parta ou queime, mesmo quandoaparentemente vazio.Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêuticocomo deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente.6. Conteúdo da embalagem e outras informaçõesQual a composição de Ultrabeta

A substância ativa é o salmeterol. Cada atuação contém 25 microgramas de salmeterol (sob a forma dexinafoato), equivalente a 21 microgramas de salmeterol libertados do atuador (dose libertada).

O outro componente é o norflurano.Qual o aspeto de Ultrabeta e conteúdo da embalagemUltrabeta é uma suspensão pressurizada para inalação. O recipiente metálico pressurizado contém umasuspensão branca a esbranquiçada para inalação.A suspensão é acondicionada em recipiente pressurizado de 8 ml de liga de alumínio, laqueadointernamente e selado com válvula doseadora. O recipiente é incorporado num atuador de plástico comaplicador bucal atomizador e tampa protetora de poeiras. Cada embalagem contém 120 doses.

Titular da Autorização de Introdução no Mercado e FabricanteTitular da Autorização de Introdução no MercadoLaboratórios Vitória, S.A.

Rua Elias Garcia, 28 - Venda Nova2700-327 AmadoraPortugal(Sob licença GlaxoSmithKline)FabricanteGlaxo Wellcome Production23, Rue Lavoisier - Zone Industrielle nº 227000 EvreuxFrançaINSTRUÇÕ

ES PARA UTILIZAÇÃO

O seu médico, enfermeiro ou farmacêutico deve ensiná-lo a utilizar correctamente o seu inalador,verificando a sua utilização ao longo do tempo. Uma boa técnica inalatória é crucial para manter a asma ouDPOC sob controlo.O medicamento está contido num recipiente pressurizado incorporado num atuador de plástico comaplicador bucal.Testar o inalador:

Se está a usar o seu inalador pela primeira vez, certifique-se que está afuncionar. Retire a tampa do aplicador bucal, pressionando ligeiramente os ladoscom o indicador e polegar e puxe para fora.

Para se certificar que funciona, agite-o bem, aponte o aplicador bucal para longe de si e pressione o recipientepara que liberte uma atuação no ar. Se não tiver usado o seu inalador durante uma semana ou mais, liberte duasatuações no ar.Utilização do inaladorÉ muito importante começar a respirar o mais lentamente possível, logo antes de disparar o inalador.Fique em pé ou sente-se direito quando utiliza o seu inalador.Remova a tampa do aplicador bucal (como mostra a primeira figura). Verifique se está limpo, interna eexternamente e se não tem corpos estranhos.

1. Agite o inalador 4 a 5 vezes, para se assegurar que qualquer corpo estranho éremovido e que o conteúdo do inalador é bem misturado.

2. Segure o inalador na posição vertical com o polegar sob a base, abaixo doaplicador bucal. Expire tanto quanto lhe for confortavelmente possível.

3. Coloque o aplicador bucal na boca, entre os dentes, e cerre os lábios à suavolta. Não morder.

4. Logo após iniciar a inspiração pela boca, prima o topo do inalador paralibertar a suspensão, enquanto inspira forte e profundamente.

5. Enquanto contém a respiração retire o inalador da boca e os dedos do topo doinalador. Continue a conter a respiração tanto quanto lhe for confortavelmentepossível.

Aguarde cerca de meio minuto antes aspirar a segunda dose, repetindo as fases 1 a 5.Após utilizar, recoloque sempre a tampa do aplicador bucal para evitar poeiras. Recoloque a tampapressionando firmemente, ajustando-a na posição.Pratique em frente ao espelho nas primeiras vezes. Se observar uma “névoa” vinda do topo do inalador oudos lados da sua boca deve começar novamente.

Poderá utilizar uma câmara expansora para facilitar a administração de Ultrabeta, em caso de dificuldade,sua ou do seu filho, em coordenar a atuação com a inspiração. Fale com o seu médico, enfermeiro oufarmacêutico.Limpar o seu inaladorPara impedir que o inalador bloqueie, é importante limpá-lo pelo menos uma vez por semana.Remova a tampa do aplicador bucal.Não retire o recipiente metálico do atuador de plástico.Limpe o aplicador bucal interna e externamente e o atuador de plástico com um pano seco ou lenço.Recoloque a tampa do aplicador bucal.Não introduza o recipiente metálico dentro de água.Este folheto foi revisto pela última vez em



DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Faringite: Inflamação da mucosa faríngea em geral de causa bacteriana ou viral. Caracteriza-se por dor, dificuldade para engolir e vermelhidão da mucosa, acompanhada de exsudatos (ver) ou não.
  2. Glândula: Estrutura do organismo especializada na produção de substâncias que podem ser lançadas na corrente sangüínea (glândulas endócrinas) ou em uma superfície mucosa ou cutânea (glândulas exócrinas). A saliva, o suor, o muco, são exemplos de produtos de glândulas exócrinas. Os hormônios da tireóide, a insulina e os estrógenos são de secreção endócrina.
  3. Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
  4. Salbutamol: Fármaco padrão para o tratamento da asma. Broncodilatador. Inibidor do trabalho de parto prematuro.
  5. Taquicardia: Aumento da freqüência cardíaca. Pode ser devido a causas fisiológicas (durante o exercício físico ou gravidez) ou por diversas doenças como sepse, hipertireoidismo e anemia. Pode ser assintomática ou provocar palpitações (ver).
  6. Tala: Instrumento ortopédico utilizado freqüentemente para imobilizar uma articulação ou osso fraturado. Pode ser de gesso ou material plástico.
  7. Tique: Movimento involuntário, estereotipado, que pode afetar os músculos da face. Pode fazer parte de distúrbios neurológicos ou psiquiátricos, como pode também ser apenas devido à ansiedade ou a outras causas.

Síguenos

X