Uralyt-U

Para que serve Uralyt-U

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


FOLHETO INFORMATIVO



URALYT-

U

Granulado
Leia atentamente este folheto informativo antes de tomar o medicamento
- Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o ler novamente.- Caso tenha dúvidas, consulte o seu médico ou farmacêutico.- Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos os sintomas. Neste folheto:
1. O que é o Uralyt-U granulado e para que é utilizado 2. Antes de tomar Uralyt-U granulado 3. Como tomar Uralyt-U granulado 4. Efeitossecundários possíveis 5. Conservação de Uralyt-U granulado 6. Outras informações Uralyt-U, 145 mg/g + 463 mg/g + 390 mg/g GranuladoAs substâncias activas são o ácido cítrico, o citrato de potássio e o citrato de sódio sob a forma decomplexo de pentacitrato hexapotássico hexassódico hidratado.100 g de granulado contêm: Substância activa: 97,108 g de Complexo de pentacitrato hexapotássico hexassódico hidratado (145 mg/g de ácidocítrico, 463 mg/g de citrato de potássio e 390 mg/g de citrato desódio). .Excipientes: essência de limão, água (água de cristalização da substância activa), corante Amarelo E 110.

1 colher-medida (2,5 g de granulado) corresponde a:11 mEq de potássio11 mEq de sódio27 mEq de citratoTitular da Autorização de Introdução no MercadoNeo-Farmacêutica, lda.Avenida D. João II, Lote 1.02.2.1 D-2º1990-090 LisboaFabricante: Madaus AG. 51101-Colónia. Alemanha.1. O QUE É O URALYT-U GRANULADO E PARA QUE É

UTILIZADO

Uralyt-U está disponível em embalagens que contêm 280 g de granulado, uma carteira de papelindicador de pH, uma colher-medida, uma mola e um calendário de controlo.Uralyt-U está indicado na dissolução dos cálculos de ácido úrico e dos uratos e prevenção daformação de novos cálculos (profilaxia dos cálculos recidivantes), pelo que pertence ao grupo

farmacoterapêutico 7.4.1 – acidificantes e alcalinizantes urinários.O ácido úrico é um composto químico cuja origem orgânica se deve principalmente ao facto deser um dos produtos finais do metabolismo; o aporte de ácido úrico ao organismo deve-setambém, embora em menor quantidade, à ingestão de certos alimentos (carne, p.ex.), sendoeliminado pela urina. Quando baixa a sua solubilidade na urina, o ácido úrico cristaliza esurgem assim os cálculos, por aglutinação destes cristais.As condições de solubilidade são influenciadas pelo pH da urina.O pH dá-nos a noção do grau de acidez ou de alcalinidade das substâncias ácidas ou alcalinas eda força com que podem reagir entre si. pH 7 significa, por exemplo, que não existe nemreacção ácida nem reacção alcalina, isto é, está no ponto neutro. pH acima de 7 significa que areacção se torna mais alcalina e abaixo de 7 que se torna mais ácida. Estes valores sãodirectamente medidos pela alteração de cor das tiras de papel especialmente preparado para esseefeito (papel indicador incluído na embalagem de Uralyt-U).Dado que o ácido úrico possui a propriedade característica de ser pouco solúvel ou mesmoinsolúvel na zona ácida (pH inferior a 6) o desvio do pH para a zona neutra (pH 7) melhora asua solubilidade. Os cálculos já formados dissolvem-se e evita-se também deste modo aformação de novos cálculos. É, contudo, essencial que esta deslocação da reacção urinária(valores de pH) se realize uniformemente durante um período de tempo prolongado, mantendo-
se durante todo este período os limites de pH de 6,2 a 6,8.

Com Uralyt-U é possível manter o pH urinário dentro destes limites, sendo bem tolerado,mesmo quando administrado por períodos prolongados.Indicações terapêuticasDissolução dos cálculos de uratos e profilaxia das recidivas.Tratamento coadjuvante dos cálculos de cistina e da cistinúria.Alcalinização da urina durante um tratamento uricosúrico e citostático.Alcalinização da urina em casos de porfíria cutânea tardia.2. ANTES DE TOMAR URALYT-

U GRANULADO

Não tome Uralyt-U granulado:
- se tem hipersensibilidade à substância activa ou aos seus componentes (citrato de potássio, citrato de sódio e ácido cítrico anidro), ou a qualquer excipiente do medicamento, - se sofre de adinamia episódica hereditária,- insuficiência renal aguda ou crónica,- proibição absoluta da ingestão de sal,- alterações graves do mecanismo poupador de ácido e bases (alcalose metabólica),- infecções crónicas das vias urinárias por bactérias urease positivas.Tome especial cuidado com Uralyt-U granulado em caso de:- perturbações graves da função hepática,- alterações cardíacas. Nestas situações os doentes devem tomar menos líquidos e em pequenas porções intervaladas.

- perdas de água em consequência de forte transpiração, vómitos ou diarreia, devem ser

compensadas por quantidades adicionais de líquidos. Recomenda-se o uso de águas mineraisalcalinas.

Recomenda-se manter uma alimentação pobre em proteínas especialmente nos casos de gota ouna presença de muitos cálculos, evitando uma alimentação rica em carne, com abstençãocompleta de vísceras (mioleira, fígado, rim, etc.).A quantidade diária de líquidos ingeridos (24 horas) deve ser pelo menos de 2 a 2 1/2 litros.GravidezConsulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.Não existem dados clínicos suficientes sobre a utilização de Uralyt-U em mulheres grávidas.Estudos em animais revelaram efeito teratogénico ou embriotóxico. No entanto, como asubstância activa do Uralyt-U é composta por substâncias fisiológicas, este medicamento podeser utilizado na gravidez conforme a posologia recomendada.AleitamentoConsulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento.Como a substância activa do Uralyt-U é composta por substâncias fisiológicas, estemedicamento pode ser utilizado no aleitamento conforme a posologia recomendada.Efeitos em criançasPor não existir experiência clínica neste grupo etário, não é recomendado o tratamento comUralyt-U de crianças com idade inferior a 12 anos.Efeitos em doentes com patologias especiais

Os doentes com insuficiência renal só deverão ser sujeitos à terapêutica com Uralyt-U emregime hospitalar.Os doentes com insuficiência cardíaca submetidos a tratamento com medicamentos digitálicosdevem ser alertados para o facto da dose média de Uralyt-U (10 g de granulado) conter cerca de1,7 g (44 mmol) de potássio. Caso esteja prescrita uma dieta pobre em sódio, também devem terem conta que 10 g de granulado contêm cerca de 1 g (844 mmol) de sódio.

Uralyt-U não contém hidratos de carbono, podendo portanto ser tomado sem reserva pelosdiabéticos.Condução de veículos e utilização de máquinasUralyt-U não tem qualquer efeito sobre a capacidade de condução e utilização de máquinas.Informações importantes sobre alguns excipientes de Uralyt-

U

Este medicamento contém corante amarelo E 110, que pode causar reacções alérgicas.Tomar Uralyt-U granulado com outros medicamentosInforme o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar, ou tiver tomado, recentemente outrosmedicamentos, incluindo medicamentos sem receita médica.A administração concomitante de citrato de alumínio pode levar a uma maior absorção desteúltimo. Sempre que seja necessária a administração de fármacos deste tipo, as tomas devem serespaçadas de pelo menos 2 horas.

Nas infecções urinárias pode continuar-se o tratamento com antibióticos, absolutamentecompatível com a terapêutica de Uralyt-U.3. COMO TOMAR URALYT-

U GRANULADO

Tome Uralyt-U sempre de acordo com as instruções do médico. Fale com o seu médico oufarmacêutico se tiver dúvidas.Posologia e controlo da actividade

A administração do Uralyt-U deve ser doseada de acordo com o efeito obtido, isto é:1. Avaliar a reacção da urina com o papel indicador e verificar o valor do pH correspondente.

2. Inscrever o valor encontrado no calendário de controlo e, em seguida,

3. Tomar a dose prescrita (nº de colheres-medida de Uralyt-U) anotando igualmente no calendário.

Antes de cada toma de Uralyt-U deve determinar-se o pH urinário. Este pH (5,6 5,9 6,2 6,5

6,8 7,0 7,2 7,4 7,7 8,0) indica como actuou a dose de Uralyt-U anteriormente tomada.

A

medição efectuada de manhã diz respeito ao efeito da dose tomada na noite anterior; a mediçãorealizada ao meio-dia indica o efeito da dose matinal, e a medição realizada à noite indica oefeito da dose tomada nessa tarde.O regime posológico do Uralyt-U deverá ser individual, no entanto, a dose média diária é de 4colheres (10 g de Uralyt-U), distribuída pelo dia de acordo com o seguinte esquema: Hora do Dia Número de colheres-medida De manhã, cerca das 7 - 8 horas 1 À tarde, cerca das 14 - 15 horas 1 À noite, cerca das 22 horas 2

De acordo com o pH determinado a dose deve ser eventualmente corrigida na próxima toma, demaneira a fixar o pH dentro dos limites correctos, ou seja 6,2 a 6,8. Se, por exemplo, sedeterminar à tarde um pH demasiado elevado (7,4), a dose seguinte não deverá ser diminuídalogo de imediato. O pH 7,4 determinado à tarde indica que a dose da manhã foi demasiadoelevada. Por isso, deve diminuir-se a dose matutina do dia seguinte, para que à tarde o pH sesitue nos limites necessários para um tratamento eficaz. O mesmo se aplica às outras medições.No caso de se verificar, por exemplo de manhã, que o pH é demasiado baixo (por exemplo 5,9)isto significa que se tomou pouco granulado na noite anterior. Por isso deverá tomar-se umadose um pouco superior na noite seguinte. É aconselhável modificar a dose individual de apenasmeia colher-medida quando se aumenta ou diminui a dose individual tomada anteriormente.O papel indicador especial fornecido com o medicamento é constituído por 100 tiras de papelamarelo e por uma escala de cores conforme o pH.Deve determinar-se o pH urinário 3 vezes por dia: de manhã, à tarde e à noite, antes de cadaadministração de Uralyt-U. Nestas ocasiões retira-se uma tira de papel indicador e mergulha-sedurante alguns segundos na urina recente ou deixa-se cair umas gotas de urina sobre ela.

A

alteração de cor obtida na tira de papel é imediatamente comparada com a escala de cores.

O

valor lido (valor de pH) é assinalado com uma cruz, na data indicada e na linha correspondente

à hora do dia e à quantidade de Uralyt-U tomado.O ajustamento da dose, ou seja, a posologia está correcta quando os valores de pH medidostodos os dias antes da ingestão do medicamento são 6,5 - 6,8 ou 7,0.No caso do valor de pH se situar acima de 7,0 a dose deve ser reduzida.

5,6 5,9 6,2 6,5 6,8 7,0 7,2 7,4 7,7 8,0

Atenção! Aumentar a dose Manter a dose Diminuir a doseDoses demasiado baixas produzem alterações da cor do papel que correspondem a valores depH de 5,6 – 5,9. Para o valor 6,2 a dose pode considerar-se suficiente, devendo tentar fixar-se opH entre 6,5 e 6,8. O valor de pH 7,0 deve ser considerado o valor limite superior.A fim de garantir o êxito terapêutico, devem observar-se rigorosamente as normas de posologiaindicadas. Só é possível uma acção eficaz do Uralyt-U com uma boa colaboração do doente.Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver a impressão de que Uralyt-U é demasiado forteou demasiado fraco.Modo de administração O tratamento divide-se em 2 fases:- Ajustamento da dose de Uralyt-U capaz de levar o pH a um valor compreendido entre 6,2 e6,8.

- Administração prolongada do Uralyt-U sob controlo do próprio doente.

A colher-medida inclusa na embalagem corresponde a 2,5 g de granulado. O Uralyt-U é umgranulado não efervescente e toma-se dissolvido, por agitação, num pouco de líquido (água ousumo de fruta) de preferência depois das refeições.Se tomou mais Uralyt-U granulado do que deviaEm caso de administração de uma dosagem superior à recomendada e em presença de umafunção renal normal, não são de esperar efeitos secundários nos parâmetros metabólicos efisiológicos, uma vez que a eliminação renal de excesso de bases para restabelecimento doequilíbrio ácido-base, constitui um mecanismo de regulação metabólica normal.Qualquer aumento dos níveis de pH da urina acima do recomendado não deve, em caso algum,persistir por muitos dias, visto que com níveis elevados de pH existe um risco acrescido deformação de cristais de fosfato e o risco de se estabelecer um estado de alcalose metabólicadefinido a longo prazo, sendo ambos os casos indesejáveis.Uma eventual sobredosagem pode ser sempre corrigida mediante a redução da doseadministrada. Em caso extremo, devem tomar-se as medidas adequadas para o tratamento da

alcalose metabólica.Caso se tenha esquecido de tomar Uralyt-U granuladoRetome o esquema posológico recomendado. Não tome uma dose a dobra para compensar adose que se esqueceu de tomar.4. EFEITOS SECUNDÁRIOS POSSÍ

VEIS

Como os demais medicamentos Uralyt-U pode causar efeitos secundários.Mais frequentemente foram descritos os seguintes efeitos indesejáveis:- dor de estômago ou abdominal moderada.Mais raramente foram descritas:- diarreia,- náuseas.Caso detecte efeitos secundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico oufarmacêutico.5. CONSERVAÇÃO DE URALYT-

U GRANULADO

Não guardar acima de 25 ºC.

Manter o recipiente bem fechado.Não utilize Uralyt-U após expirar o prazo de validade indicado na embalagem.Manter fora do alcance e da vista das crianças.6. OUTRAS INFORMAÇÕ

ES

Para qualquer informação adicional sobre este medicamento contacte, por favor, o responsávelpela introdução no mercado:

Neo-Farmacêutica, Lda. Avenida D. João II, Lote 1.02.2.1 D 2º. 1990-090 Lisboa.Tel.: 21 781 23 00 Fax: 21 781 23 90Este folheto foi aprovado em: Julho 2005



DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Cálculo: Formação sólida, produto da precipitação de diferentes substâncias dissolvidas nos líquidos corporais, podendo variar em sua composição segundo diferentes condições biológicas. Podem ser produzidos no sistema biliar (cálculos biliares) e nos rins (cálculos renais) e serem formados de colesterol, ácido úrico, oxalato de cálcio, pigmentos biliares, etc.
  2. Bactéria: Organismo unicelular, capaz de auto-reproduzir-se. Existem diferentes tipos de bactérias, classificadas segundo suas características de crescimento (aeróbicas ou anaeróbicas, etc.), sua capacidade de absorver corantes especiais (Gram positivas, Gram negativas), segundo sua forma (bacilos, cocos, espiroquetas, etc.). Algumas produzem infecções no ser humano, que podem ser bastante graves.
  3. Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
  4. Tala: Instrumento ortopédico utilizado freqüentemente para imobilizar uma articulação ou osso fraturado. Pode ser de gesso ou material plástico.

Síguenos

X