Uriclin

Para que serve Uriclin

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


Folheto informativo:

INFORMAÇÃO PARA O UTILIZADOR

Uriclin 5 mg comprimidos revestidos por películaUriclin 10 mg comprimidos revestidos por películasuccinato de solifenacina Leia atentamente este folheto antes de tomar este medicamento.Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o reler.Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico.Este medicamento foi receitado para si. Não deve dá-lo a outros; o medicamento pode ser-
lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sintomas.Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitos secundários nãomencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.

Neste folheto:1.O que é Uriclin e para que é utilizado2.Antes de tomar Uriclin3.Como tomar Uriclin4.Efeitos secundários possíveis5.Como conservar Uriclin6.Outras informações1.O que é Uriclin e para que é utilizado

A substância activa do Uriclin pertence ao grupo dos anticolinérgicos. Estesmedicamentos são utilizados para reduzir a actividade da bexiga hiperactiva. Istopermite-lhe esperar mais tempo antes de ir à casa de banho e aumenta a quantidade deurina que pode aguentar na sua bexiga.O Uriclin é utilizado para tratar os sintomas de uma condição chamada de bexigahiperactiva. Estes sintomas incluem: ter uma forte e súbita vontade de urinar sem umaviso prévio, ter de urinar frequentemente ou ficar molhada porque não chegou à casade banho a tempo.2.Antes de tomar o Uriclin

Não tome Uriclin:

- se tiver dificuldade em urinar ou em esvaziar completamente a sua bexiga (retençãourinária)- se tem uma condição grave no estômago ou intestino (incluindo megacólon tóxico,uma complicação associada a colite ulcerosa)- se sofre de doença muscular chamada miastenia grave, que pode causar uma fraquezaextrema em alguns músculos- se sofre de aumento de pressão nos olhos, com a perda gradual da visão (glaucoma)se é alérgico (tem hipersensibilidade) à solifenacina ou a qualquer outro componente doUriclin;se está sujeito a diálise renal;se sofre de doença grave do fígado;-se sofre de uma doença renal grave ou de uma doença moderada do fígado E ao mesmotempo está a ser tratado com medicamentos que possam diminuir a remoção do Uriclindo seu corpo (por exemplo, o cetoconazol). O seu médico ou farmacêutico tê-lo-áinformado se for o caso.Informe o seu médico se tem ou alguma vez teve os problemas mencionadosanteriormente, antes de iniciar o tratamento com o Uriclin.Tome especial cuidado com Uriclin:se tem dificuldade em esvaziar a sua bexiga (= obstrução da bexiga) ou se temdificuldade em urinar (por exemplo, um fluxo de urina fraco). O risco de acumulação deurina na bexiga (retenção urinária) é muito mais elevado.se tem alguma obstrução no aparelho digestivo (prisão de ventre).se estiver em risco do seu aparelho digestivo abrandar (movimentos do estômago eintestino). O seu médico tê-lo-á informado se for o caso.se sofre de uma doença renal grave.se tem uma doença moderada do fígado.se sofre de problemas do estômago (hérnia do hiato) ou azia.se tem problemas no sistema nervoso (neuropatia autonómica).O Uriclin não deve ser administrado em crianças e adolescentes com idade inferior a 18anos.Informe o seu médico se tem ou alguma vez teve os problemas mencionadosanteriormente, antes de iniciar o tratamento com o Uriclin.Foi notificado, em alguns doentes que tomam succinato de solifenacina (Uriclin),angioedema (alergia na pele que resulta no inchaço dos tecidos logo abaixo dasuperfície da pele) com obstrução das vias aéreas (dificuldade em respirar). Se surgirangioedema, o succinato de solifenacina (Uriclin) deve ser descontinuado e deverá seriniciada uma terapêutica e/ou medidas adequadas.Antes de iniciar o tratamento com o Uriclin, o seu médico irá avaliar se existem outrascausas para a sua necessidade de urinar com frequência (por exemplo, insuficiência

cardíaca (insuficiente bombeamento do coração) ou doença renal). Se tem uma infecçãono tracto urinário, o seu médico prescrever-lhe-á um antibiótico (um tratamentoespecífico contra as infecções bacterianas).Ao tomar Uriclin com outros medicamentosInforme o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentementeoutros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.É muito importante informar o seu médico se está a tomar:- outros medicamentos anticolinérgicos, os efeitos e efeitos secundários de ambos osmedicamentos podem ser aumentados.- colinérgicos, pois podem reduzir o efeito do Uriclin.- medicamentos, como a metoclopramida e o cisapride, que fazem o sistema digestivotrabalhar mais rapidamente. O Uriclin pode reduzir os seus efeitos.- medicamentos, como o cetoconazol, o ritonavir, o nelfinavir, o itraconazol, overapamil e o diltiazem, que diminuem a taxa com que o Uriclin é transformado nocorpo.

- medicamentos como a rifampicina, a fenitoína e a carbamazepina, que podemaumentar a taxa com que o Uriclin é transformado no corpo.- medicamentos como os bisfosfonatos, que podem causar ou agravar uma inflamaçãono esófago (esofagite).Ao tomar Uriclin com alimentos e bebidas:O Uriclin pode ser tomado com ou sem alimentos, de acordo com a sua preferência.Gravidez e aleitamentoNão tome o Uriclin se está grávida, a não ser que seja estritamente necessário.

Não tome o Uriclin se estiver a amamentar porque a solifenacina pode ser excretada noleite materno.Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar este medicamento.Condução de veículos e utilização de máquinasO Uriclin pode provocar visão turva e por vezes sonolência ou fadiga. Se sentir umdesses efeitos secundários, não conduza ou manipule máquinas.Informações importantes sobre alguns ingredientes do Uriclin:Uriclin contém lactose. Se o seu médico lhe disse que tem um problema hereditário rarode intolerância à galactose, deficiência de lactase de Lapp ou má absorção de glucose-
galactose não deve tomar este medicamento.3.Como tomar UriclinInstruções para uma utilização adequada

Tomar Uriclin sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com o seu médicoou farmacêutico se tiver dúvidas.

Deve engolir o comprimido inteiro com algum líquido. Pode ser ingerido com ou semalimentos, de acordo com a sua preferência. Não esmague o comprimido.A dose recomendada é 5 mg por dia, a não ser que o seu médico o tenha instruído atomar 10 mg por dia.

Se tomar mais Uriclin do que deveria:Se tomou demasiado Uriclin ou se, por acidente, uma criança tomou acidentalmenteUriclin, contacte imediatamente o seu médico ou farmacêutico.Os sintomas da sobredosagem podem ser: dor de cabeça, boca seca, tonturas,sonolência e visão turva, ver coisas que não existem (alucinações), excitaçãopronunciada, ataques (convulsões), dificuldade em respirar, elevado ritmo cardíaco(taquicardia), acumulação de urina na bexiga (retenção urinária) e dilatação das pupilas(midríase).Caso se tenha esquecido de tomar Uriclin:Se se esqueceu de tomar a dose à hora habitual, tome assim que se lembrar, a não serque seja hora de tomar a próxima dose. Não tome mais do que uma dose por dia. Emcaso de dúvida, consulte sempre o seu médico ou farmacêutico.Se parar de tomar UriclinSe parou de tomar o Uriclin, os seus sintomas de bexiga hiperactiva podem voltar oupiorar. Consulte sempre o seu médico, se considera parar o tratamento.Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médicoou farmacêutico.4.Efeitos secundários possíveis

Como todos os medicamentos, Uriclin pode causar efeitos secundários, no entanto estesnão se manifestam em todas as pessoas.O Uriclin pode causar os seguintes:Efeitos secundários muito frequentes (podendo afectar mais de 1 em 10 doentes):- boca seca

Efeitos secundários frequentes (podendo afectar mais de 1 em 100 e menos de 1 em 10doentes)- visão turva

- prisão de ventre, náusea, indigestão com sintomas como a sensação de enfartamentoabdominal, dor abdominal, arroto (eructação), náusea e azia (dispepsia), desconforto noestômago.Efeitos secundários pouco frequentes (podendo afectar mais de 1 em 1 000 e menos de1 em 100 doentes)- infecção do tracto urinário, infecção na bexiga- sonolência- diminuição de sensação do paladar (disgeusia)- olhos secos (irritados)- fossas nasais secas- doença de refluxo (refluxo gastro-esofágico)- garganta seca- pele seca- dificuldades a urinar- cansaço- acumulação de líquidos na parte inferior das pernas (edema)Efeitos secundários raros (podendo afectar mais de 1 em 10 000 e menos de 1 em 1 000doentes)- acumulação de uma grande quantidade de fezes endurecidas no intestino grosso(oclusão fecal)- acumulação de urina na bexiga devido à incapacidade de esvaziar a bexiga (retençãourinária).- tonturas, dores de cabeça- vómitos- comichão, erupção na peleEfeitos secundários muito raros (podendo afectar menos de 1 em 10 000 doentes)- alucinações, confusão- alterações na actividade eléctrica do coração (ECG), batimentos cardíacos irregulares(Torsade de Pointes)- reacção alérgica- alergia na pele que resulta no inchaço dos tecidos logo abaixo da superfície da pele(angioedema)Se algum dos efeitos secundários se agravar ou se detectar quaisquer efeitossecundários não mencionados neste folheto, informe o seu médico ou farmacêutico.5.Como conservar UriclinO medicamento não necessita de quaisquer precauções especiais de conservação.Manter fora do alcance e da vista das crianças.

Não utilize o Uriclin após expirar o prazo de validade indicado na embalagem depois deVAL. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado.6. Outras informaçõesQual a composição de Uriclin- a substância activa é succinato de solifenacina, 5 mg ou 10 mg.- os outros componentes são: amido de milho, lactose, hipromelose (E464), estearato demagnésio, macrogol, talco, dióxido de titânio (E171) e óxido de ferro (E172).

Qual o aspecto de Uriclin e conteúdo da embalagemOs comprimidos de Uriclin 5 mg são redondos, amarelos claro e marcados com ologótipo da companhia e o código “150” na mesma face.Os comprimidos de Uriclin 10 mg são redondos, cor-de-rosa claro e marcados com ologótipo da companhia e o código “151” na mesma face.Os comprimidos Uriclin são fornecidos em blisteres de 3, 5, 10, 20, 30, 50, 60, 90 ou100 comprimidos.

É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações.Titular da Autorização de Introdução no Mercado

Astellas Farma, Lda.Rua José Fontana, nº 1, 1º andar2770-101 Paço de ArcosPortugalFabricanteAstellas Pharma Europe

BV

Elisabethhof 192353 EW LeiderdorpPaíses BaixosEste medicamento encontra-se autorizado nos Estados Membros do Espaço EconómicoEuropeu (EEE) sob as seguintes denominações:Países Baixos, Portugal: UriclinEste folheto foi aprovado pela última vez em



DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Bactéria: Organismo unicelular, capaz de auto-reproduzir-se. Existem diferentes tipos de bactérias, classificadas segundo suas características de crescimento (aeróbicas ou anaeróbicas, etc.), sua capacidade de absorver corantes especiais (Gram positivas, Gram negativas), segundo sua forma (bacilos, cocos, espiroquetas, etc.). Algumas produzem infecções no ser humano, que podem ser bastante graves.
  2. Edema: Acúmulo anormal de líquido nos espaços intercelulares dos tecidos ou em diferentes cavidades corporais (peritôneo, pleura, articulações, etc.).
  3. Glaucoma: Aumento da pressão intra-ocular que se manifesta por dor de cabeça, olho vermelho e, se não tratado, pode produzir perda de visão a longo prazo.
  4. Neuropatia: Doença que afeta a um (mononeuropatia) ou vários nervos (polineuropatia). Seus sintomas dependem da localização e tipo de nervo comprometido, podendo ser motores (fraqueza muscular) ou sensitivos (diminuição da sensibilidade, dor). Entre suas causas figuram certos tóxicos, distúrbios metabólicos, infecções, doenças degenerativas, etc.
  5. Megacólon: Dilatação anormal do intestino grosso, produzida por defeitos congênitos (megacólon congênito ou doença de Hischprung) ou adquiridos (megacólon tóxico, hipotireoidismo, doença de Chagas, etc.) Associa-se à constipação persistente e episódios de obstrução intestinal.
  6. Taquicardia: Aumento da freqüência cardíaca. Pode ser devido a causas fisiológicas (durante o exercício físico ou gravidez) ou por diversas doenças como sepse, hipertireoidismo e anemia. Pode ser assintomática ou provocar palpitações (ver).
  7. Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.

Síguenos

X