Zarator

Para que serve Zarator

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


APROVADO EM 11-09-

15 INFARMED F

olheto informativo: Informação para o utilizador Zarator 10 mg comprimidos revestidos por película Zarator 20 mg comprimidos revestidos por película Zarator 40 mg comprimidos revestidos por película Zarator 80 mg comprimidos revestidos por película Atorvastatina Leia com atenção todo este folheto antes de começar a tomar este medicamento pois contém informação importante para si. - Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o ler novamente. - Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro. - Este medicamento foi receitado apenas para si. Não deve dá-lo a outros. O medicamento pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sinais de doença. - Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não indicados neste folheto, fale com o seu médico ou farmacêutico. Ver secção 4. O que contém este folheto: 1. O que é Zarator e para que é utilizado 2. O que precisa de saber antes de tomar Zarator 3. Como tomar Zarator 4. Efeitos secundários possíveis 5. Como conservar Zarator 6. Conteúdo da embalagem e outras informações 1. O que é Zarator e para que é utilizado Zarator pertence a um grupo de medicamentos chamado estatinas, que se destinam a regular a concentração de lípidos (gorduras). Zarator é usado na redução dos lípidos no sangue conhecidos como colesterol e triglicéridos, quando a dieta pobre em gorduras e as alterações do estilo de vida por si só não resultaram. Se tem um risco aumentado de doença cardíaca, Zarator também pode ser utilizado para reduzir este risco, mesmo que os seus níveis de colesterol sejam normais.

Durante o tratamento deve ser seguida uma dieta pobre em colesterol. 2. O que precisa de saber antes de tomar Zarator Não tome Zarator - se tem alergia à atorvastatina ou a qualquer outro medicamento similar utilizado para diminuir os lípidos no sangue ou a qualquer outro componente deste medicamento (indicados na secção 6) - se sofre ou sofreu no passado de doença no fígado - se já teve os valores das análises da função do fígado alterados por motivos indeterminados APROVADO EM 11-09-

15 INFARMED

- se é uma mulher em risco de engravidar e não está a utilizar métodos contracetivos adequados - se está grávida ou a tentar engravidar - se está a amamentar. Advertências e precauções Fale com o seu médico, farmacêutico ou enfermeiro antes de tomar Zarator . Zarator pode não ser indicado para si pelas seguintes razões: - se teve um acidente vascular cerebral prévio com hemorragia no cérebro, ou se tem pequenas acumulações de líquido no cérebro resultantes de acidentes vasculares cerebrais anteriores - se tem problemas nos rins - se a sua tiroide é pouco ativa (hipotiroidismo) - se tem dores musculares repetidas ou sem explicação aparente, antecedentes pessoais ou familiares de problemas musculares - se teve problemas musculares anteriores durante o tratamento com outros medicamentos que diminuem os lípidos (por exemplo, outras estatinas ou fibratos) - se consome regularmente quantidades consideráveis de bebidas alcoólicas - se tem antecedentes de doença do fígado - se tem mais de 70 anos. Antes de tomar Zarator verifique com o seu médico ou farmacêutico: Se tem insuficiência respiratória grave. Se alguma destas situações se aplicar a si, o seu médico irá fazer-lhe uma análise ao sangue antes e provavelmente durante o tratamento com Zarator , de forma a determinar o seu risco de efeitos secundários relacionados com os músculos. Sabe- se que o risco de desenvolver efeitos secundários relacionados com os músculos, por exemplo rabdomiólise, aumenta quando alguns medicamentos são tomados ao mesmo tempo (ver secção 2 “Outros medicamentos e Zarator ”). Informe igualmente o seu médico ou farmacêutico se sentir uma fraqueza muscular constante. Podem ser necessários testes ou medicamentos adicionais para diagnosticar e tratar este problema. Se tem diabetes ou está em risco de desenvolver diabetes, o seu médico irá monitorizá-lo cuidadosamente enquanto estiver a tomar este medicamento. Está em risco de desenvolver diabetes se tem níveis de açúcar e gorduras no sangue elevados, tem excesso de peso e tem pressão arterial elevada. Outros medicamentos e Zarator Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar, ou tiver tomado recentemente, ou se vier a tomar outros medicamentos.

Existem alguns medicamentos que podem alterar o efeito de Zarator ou podem ver alterado o seu efeito por Zarator . Este tipo de interação pode fazer com que um ou os dois medicamentos sejam menos eficazes. Pode também aumentar o risco ou a gravidade dos efeitos secundários, incluindo a importante condição debilitante dos músculos conhecida como rabdomiólise descrita na secção 4: APROVADO EM 11-09-

15 INFARMED

- Medicamentos utilizados para alterar a forma como o seu sistema imunitário funciona, por exemplo, ciclosporina; - Alguns medicamentos antibióticos ou antifúngicos, por exemplo, eritromicina, claritromicina, telitromicina, cetoconazol, itraconazol, voriconazol, fluconazol, posaconazol, rifampicina, ácido fusídico; - Outros medicamentos utilizados para regular os níveis lipídicos, por exemplo, gemfibrozil, outros fibratos, colestipol; - Alguns bloqueadores dos canais de cálcio utilizados para a angina (dor no peito) ou tensão arterial elevada, por exemplo, amlodipina, diltiazem; - Medicamentos utilizados para controlar o seu ritmo cardíaco, por exemplo, digoxina, verapamilo, amiodarona; - Medicamentos utilizados no tratamento do VIH por exemplo ritonavir, lopinavir, atazanavir, indinavir, darunavir, a combinação tripanavir/ritonavir, etc.; - Alguns medicamentos utilizados no tratamento da hepatite C, por ex., telaprevir; - Outros medicamentos que podem interagir com Zarator incluem o ezetimiba (que diminui o colesterol), varfarina (que reduz a coagulação sanguínea), contracetivos orais, estiripentol (um anticonvulsivante para a epilepsia), cimetidina (utilizado na azia e úlceras pépticas), fenazona (analgésico), colquicina (utilizado no tratamento da gota), antiácidos (medicamentos para a má digestão contendo alumínio ou magnésio) e boceprevir (utilizado no tratamento de doenças do fígado, como a hepatite C); - Medicamentos obtidos sem receita médica: hipericão. Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar ou tiver tomado recentemente outros medicamentos, incluindo medicamentos obtidos sem receita médica.

Zarator com alimentos e bebidas Para instruções sobre como tomar Zarator ver secção 3. Tenha, por favor, atenção ao seguinte: Sumo de toranja Não tome mais do que um ou dois copos pequenos de sumo de toranja por dia, uma vez que grandes quantidades de sumo de toranja podem alterar os efeitos de Zarator . Álcool Evite beber muitas bebidas alcoólicas enquanto toma este medicamento. Ver secção 2. “Advertências e precauções” para mais informações. Gravidez e amamentação Não tome Zarator se está grávida ou se está a tentar engravidar. Não tome Zarator se estiver em risco de engravidar e não utilizar métodos contracetivos eficazes. Não tome Zarator se estiver a amamentar. A segurança de Zarator durante a gravidez e durante o aleitamento ainda não foi estabelecida. Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento. Condução de veículos e utilização de máquinas APROVADO EM 11-09-

15 INFARMED N

ormalmente este medicamento não afeta a sua capacidade de conduzir ou utilizar máquinas. No entanto, não conduza caso este medicamento afete a sua capacidade para conduzir. Não utilize quaisquer ferramentas ou máquinas caso este medicamento afete a sua capacidade de as utilizar.

Zarator contém lactose Se lhe foi transmitido pelo seu médico que tem intolerância a alguns açúcares, contacte-o antes de tomar este medicamento. 3. Como tomar Zarator Antes de iniciar o tratamento, o seu médico irá prescrever-lhe uma dieta pobre em colesterol, a qual deverá também manter enquanto tomar Zarator . A dose inicial recomendada de Zarator é 10 mg, uma vez ao dia em adultos e crianças com idade igual ou superior a 10 anos. Se necessário, o seu médico poderá aumentar a sua dose, até ser atingida a dose que necessita. O seu médico irá ajustar a dose em intervalos de 4 semanas ou mais. A dose máxima de Zarator é de 80 mg uma vez ao dia para adultos e 20 mg uma vez ao dia para crianças. Zarator comprimidos devem ser tomados inteiros, com um copo de água, a qualquer momento do dia, com ou sem comida.

No entanto, deverá fazer um esforço para tomar o seu comprimido à mesma hora todos os dias. Tome este medicamento exatamente como indicado pelo seu médico ou farmacêutico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas. A duração do tratamento com Zarator deve ser definida pelo seu médico. Informe o seu médico se sente que o efeito de Zarator é muito fraco ou muito forte. Se tomar mais Zarator do que deveria Se tomou, acidentalmente, muitos comprimidos de Zarator (mais do que a sua dose diária habitual), informe o seu médico ou contacte o hospital mais próximo para ser aconselhado. Caso se tenha esquecido de tomar Zarator Se se esqueceu de tomar o medicamento, deverá tomar a dose seguinte à hora normal. Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar. Se parar de tomar Zarator Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento ou se deseja parar o tratamento, fale com o seu médico ou farmacêutico. 4. Efeitos secundários possíveis APROVADO EM 11-09-

15 INFARMED C

omo todos os medicamentos, este medicamento pode causar efeitos secundários, embora estes não se manifestem em todas as pessoas. Se verificar algum dos seguintes efeitos secundários graves, pare de tomar os seus comprimidos e fale imediatamente com o seu médico ou dirija-se às urgências do hospital mais próximo. Raros: podem afetar até 1 em cada 1.000 pessoas - Reação alérgica grave que causa inchaço da face, língua e garganta que pode provocar dificuldade em respirar.

- Doença grave com descamação grave e inchaço da pele, formação de bolhas na pele, boca, olhos, genitais e febre. Erupção na pele com manchas rosa-avermelhadas especialmente nas palmas das mãos ou nas solas dos pés, que podem tornar-se bolhosas. - Fraqueza, sensibilidade ou dor muscular e particularmente se, em simultâneo, se sentir indisposto ou com temperatura corporal elevada, pode ser devido a um colapso muscular anómalo.

O colapso muscular anómalo nem sempre desaparece, mesmo depois de ter deixado de tomar atorvastatina, podendo colocar a vida em risco e levar a problemas nos rins.

Muito raros: podem afetar até 1 em 10.000 pessoas - Se desenvolver hematomas ou hemorragias não esperadas ou não habituais, pode estar subjacente um problema do fígado. Deve informar o quanto antes o seu médico. Outros efeitos secundários possíveis com Zarator : Os efeitos secundários frequentes (podem afetar até 1 em 10 pessoas) incluem: inflamação das fossas nasais, dor na garganta e sangramento nasal reações alérgicas aumento dos níveis de açúcar no sangue (se tem diabetes continue a controlar os seus níveis de açúcar no sangue), aumento da creatinaquinase no sangue dor de cabeça náuseas, obstipação (prisão de ventre), flatulência (libertação de gases com mais frequência), má digestão, diarreia dor nas articulações, nos músculos e nas costas resultados de análises ao sangue que mostram que a função do seu fígado pode sofrer alterações. Os efeitos secundários pouco frequentes (podem afetar até 1 em 100 pessoas) incluem: anorexia (disfunção alimentar que envolve a perda de apetite), aumento de peso, diminuição dos níveis de açúcar no sangue (se tem diabetes deve continuar a monitorizar cuidadosamente os seus níveis de açúcar no sangue) pesadelos, insónias (problemas em dormir) tonturas, dormência ou formigueiro nos dedos das mãos ou dos pés, redução da sensibilidade da pele ao toque ou à dor, alteração do paladar, perda de memória visão turva zumbidos nos ouvidos e/ou cabeça vómitos, arrotos, dor de barriga superior e inferior, pancreatite (inflamação do pâncreas que origina dor no estômago) hepatite (inflamação do fígado) erupção, erupção na pele e comichão, urticária, queda de cabelo APROVADO EM 11-09-

15 INFARMED

dor no pescoço, fadiga muscular fadiga, má disposição, fraqueza, dor no peito, inchaço especialmente nos tornozelos (edema), aumento da temperatura corporal análises à urina com resultados positivos quanto à presença de glóbulos brancos. Os efeitos secundários raros (podem afetar até 1 em 1.000 pessoas) incluem: distúrbios visuais hematomas ou hemorragias não esperadas colestase (amarelecimento da pele e da zona branca do olho) lesão nos tendões. Os efeitos secundários muito raros (podem afetar até 1 em 10.000 pessoas) incluem: reação alérgica – os sintomas podem incluir respiração sonora, aperto ou dor no peito, inchaço das pálpebras, face, lábios, boca, língua ou garganta, dificuldade respiratória , colapso perda de audição ginecomastia (aumento mamário nos homens). Efeitos secundários de frequência desconhecida: fraqueza muscular constante. Efeitos secundários possíveis comunicados após a utilização de algumas estatinas (medicamentos do mesmo tipo): dificuldades sexuais depressão (sensação de tristeza) problemas respiratórios incluindo tosse persistente e/ou falta de ar ou febre diabetes. Este efeito é mais provável se tem níveis de açúcar e gorduras no sangue elevados, tem excesso de peso e tem pressão arterial elevada. O seu médico irá monitorizá-lo enquanto estiver a tomar este medicamento. Comunicação de efeitos secundários Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não indicados neste folheto, fale com o seu médico ou farmacêutico. Também poderá comunicar efeitos secundários diretamente ao INFARMED, I.P. através dos contactos abaixo. Ao comunicar efeitos secundários, estará a ajudar a fornecer mais informações sobre a segurança deste medicamento.

INFARMED, I.P. Direção de Gestão do Risco de Medicamentos Parque da Saúde de Lisboa, Av. Brasil 53 1749-004 Lisboa Tel: +

1 21 798 71 40 F

ax: +

1 21 798 73 97 S?

?tio da internet: http://extranet.infarmed.pt/page.seram.frontoffice.seramhomepage E-mail: farmacovigilancia@infarmed.pt 5. Como conservar Zarator Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças. APROVADO EM 11-09-

15 INFARMED N?

?o utilize este medicamento após o prazo de validade impresso na embalagem após VAL. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado. O medicamento não necessita de quaisquer precauções especiais de conservação. Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente. 6. Conteúdo da embalagem e outras informações Qual a composição de Zarator A substância ativa é a atorvastatina. Cada comprimido revestido por película contém 10 mg de atorvastatina (na forma de atorvastatina cálcica tri-hidratada). Cada comprimido revestido por película contém 20 mg de atorvastatina (na forma de atorvastatina cálcica tri-hidratada). Cada comprimido revestido por película contém 40 mg de atorvastatina (na forma de atorvastatina cálcica tri-hidratada). Cada comprimido revestido por película contém 80 mg de atorvastatina (na forma de atorvastatina cálcica tri-hidratada). Os outros componentes de Zarator são: carbonato de cálcio, celulose microcristalina, lactose mono-hidratada, croscarmelose sódica, polissorbato 80, hidroxipropilcelulose, estearato de magnésio. O revestimento de Zarator contém hipromelose, macrogol 8000, dióxido de titânio (E171), talco e emulsão de simeticone contendo simeticone, emulsionantes esteáricos (triestearato de polietilenoglicol sorbitano, estearato de polioxietileno, glicéridos), espessantes (metilcelulose, goma xantana), ácido benzoico, ácido sórbico e ácido sulfúrico. Qual o aspeto de Zarator e conteúdo da embalagem Os comprimidos revestidos por película de Zarator 10 mg são brancos redondos e com 5,6 mm de diâmetro. Têm a gravação "10" numa face e "ATV" na outra face. Os comprimidos revestidos por película de Zarator 20 mg são brancos redondos e com 7,1 mm de diâmetro. Têm a gravação “20” numa face e "ATV" na outra face. Os comprimidos revestidos por película de Zarator 40 mg são brancos redondos e com 9,5 mm de diâmetro. Têm a gravação “40” numa face e "ATV" na outra face. Os comprimidos revestidos por película de Zarator 80 mg são brancos redondos e com 11,9 mm de diâmetro. Têm a gravação “80” numa face e "ATV" na outra face. Os blisters consistem em fitas contentoras de poliamida/folha de alumínio/cloreto de polivinilo e uma proteção revestida termosselada de folha de alumínio/vinilo. O frasco de HDPE contém exsicante e tem fecho resistente à abertura por crianças (pressionar e rodar). APROVADO EM 11-09-

15 INFARMED

Zarator está acondicionado em embalagens de 4, 7, 10, 14, 20, 28, 30, 50, 56, 84, 90, 98 e 100 comprimidos revestidos por película e em embalagens hospitalares de 50, 84, 100, 200 (10 x 20) ou 500 comprimidos revestidos por película e em frascos de HDPE contendo 90 comprimidos revestidos por película. É possível que não sejam comercializadas todas as apresentações. Este medicamento está disponível sob a forma de comprimidos para mastigar de 5 mg, 10 mg, 20 mg e 40 mg e sob a forma de comprimidos revestidos por película de 10 mg, 20 mg, 40 mg e 80 mg. Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante Titular da Autorização de Introdução no Mercado: Laboratórios Pfizer, Lda. Lagoas Park, Edifício 10 2740-271 Porto Salvo Fabricante: Pfizer Manufacturing Deutschland Gmb

H Mooswaldallee 1 79090 Freiburg Alemanha Este medicamento encontra-se autorizado nos Estados Membros do Espaço Económico Europeu (EEE) com os seguintes nomes: Áustria, Bulgária, República Checa Estónia, Hungria, Letónia, Lituânia, Polónia, Roménia, Eslováquia, Eslovénia Sortis Bélgica, Chipre, Finlândia, Grécia, Irlanda, Luxemburgo, Malta, Holanda, Noruega, Suécia, Reino Unido Lipitor Dinamarca, Islândia, Portugal, Espanha Zarator França Tahor Alemanha Atorvastatin Pfizer, Liprimar Itália Torvast, Totalip, Xarator Este folheto foi revisto pela última vez em


DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Edema: Acúmulo anormal de líquido nos espaços intercelulares dos tecidos ou em diferentes cavidades corporais (peritôneo, pleura, articulações, etc.).
  2. Febre: Elevação da temperatura corporal acima de um valor normal, estabelecido entre 36,7ºC e 37ºC, quando medida na boca.
  3. Hemorragia: Perda de sangue para um órgão interno (tubo digestivo, cavidade abdominal) ou para o exterior (ferimento arterial). De acordo com o volume e velocidade com a qual se produz o sangramento uma hemorragia pode produzir diferentes manifestações nas pessoas, desde taquicardia, sudorese, palidez cutânea, até o choque.
  4. Ginecomastia: Aumento anormal de uma ou ambas as glândulas mamárias no homem. Associa-se a diferentes enfermidades como cirrose, tumores testiculares, etc. Em certas ocasiões ocorrem de forma idiopática (ver).
  5. Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
  6. Pancreatite: Inflamação do pâncreas. A pancreatite aguda pode ser produzida por cálculos biliares, alcoolismo, drogas, etc. Pode ser uma doença grave e fatal. Os primeiros sintomas consistem em dor abdominal, vômitos e distensão abdominal.
  7. Pâncreas: Glândula de secreção endócrina (ver), por sua produção de insulina, glucagon e peptídios intestinais que são lançados na corrente sangüínea e exócrina (ver) por sua produção de potentes enzimas digestivas lançadas no intestino delgado. Localiza-se profundamente na cavidade abdominal e possui um tamanho aproximado de 15x7cm.
  8. Tala: Instrumento ortopédico utilizado freqüentemente para imobilizar uma articulação ou osso fraturado. Pode ser de gesso ou material plástico.
  9. Urticária: Reação alérgica manifestada na pele como elevações pruriginosas, acompanhadas de vermelhidão da mesma. Pode afetar uma parte ou a totalidade da pele. Em geral é autolimitada e cede em pouco tempo, podendo apresentar períodos de melhora e piora ao longo de vários dias.

Síguenos

X