Zemplar

Para que serve Zemplar

Recomendações
Recorde-se que antes de tomar este medicamento deverá consultar o seu médico, a informação que lhe disponibilizamos é meramente orientativa e não substitui em nenhuma ocasião a consulta de um médico ou qualquer profissional de saúde.

LEMBRE-SE, NUNCA use esta informação para automedicar-se. A consulta de um médico é imprescindível.


APROVADO EM 19-08-

15 INFARMED F

olheto informativo: Informação para o utilizador Zemplar 1 micrograma Cápsulas Moles Paricalcitol Leia com atenção todo este folheto antes de começar a tomar este medicamento pois contém informação importante para si. - Conserve este folheto. Pode ter necessidade de o ler novamente. - Caso ainda tenha dúvidas, fale com o seu médico ou farmacêutico. - Este medicamento foi receitado apenas para si. Não deve dá-lo a outros. O medicamento pode ser-lhes prejudicial mesmo que apresentem os mesmos sinais de doença. - Se tiver quaisquer efeitos secundários incluindo possíveis efeitos secundários não indicados neste folheto, fale com o seu médico ou farmacêutico. Ver secção 4. O que contém este folheto: 1. O que é Zemplar e para que é utilizado 2. O que precisa de saber antes de tomar Zemplar 3. Como tomar Zemplar 4. Efeitos secundários possíveis 5. Como conservar Zemplar 6. Conteúdo da embalagem e outras informações 1. O que é Zemplar e para que é utilizado Zemplar é uma forma sintética da vitamina D ativa. A vitamina D ativa é necessária para o funcionamento normal de muitos tecidos do organismo, incluindo a hormona paratiroideia e os ossos.

Nas pessoas que têm função renal normal, esta forma ativa da vitamina D é produzida de forma natural pelos rins, mas em caso de insuficiência renal a produção de vitamina D ativa está marcadamente reduzida. Por conseguinte, Zemplar proporciona uma fonte de vitamina D ativa quando o organismo não consegue produzir quantidade suficiente e ajuda a evitar as consequências dos baixos níveis de vitamina D ativa nos doentes com doença renal (Estadios 3, 4 e 5) nomeadamente níveis elevados de hormona paratiroideia, que podem causar problemas ósseos. 2. O que precisa de saber antes de tomar Zemplar Não tome Zemplar -se tem alergia (hipersensibilidade) ao paricalcitol ou a qualquer outro componente de Zemplar (indicado na secção 6). -se tiver níveis muito elevados de cálcio ou de vitamina D no seu sangue. O seu médico dir-lhe-á se estas situações se aplicam ao seu caso Advertências e precauções APROVADO EM 19-08-

15 INFARMED

- Antes de iniciar o tratamento, é importante limitar a quantidade de fósforo na sua dieta. - Podem ser necessários medicamentos de ligação ao fosfato para controlar os níveis de fósforo. Se estiver a tomar ligantes de fosfato à base de cálcio, o seu médico pode precisar de ajustar a sua dose. - O seu médico pode necessitar fazer-lhe análises para controlar o seu tratamento. - Alguns doentes com doença renal crónica (estadios 3 e 4), revelaram um aumento dos níveis de creatinina sérica. No entanto, este aumento não se traduz numa redução da função renal. Outros medicamentos e Zemplar Informe o seu médico ou farmacêutico se estiver a tomar, tiver tomado recentemente, ou se vier a tomar outros medicamentos.

Alguns medicamentos podem afetar a ação de Zemplar ou tornar mais provável o aparecimento de efeitos secundários. É particularmente importante informar o seu médico se está a tomar cetoconazol (usado para tratar infeções fúngicas como por exemplo cândida ou aftas), colestiramina (utilizada para baixar os níveis de colesterol), medicamentos para o coração ou para a tensão arterial (por ex. digoxina e diuréticos) ou medicamentos contendo níveis elevados de cálcio. É também importante mencionar se está a tomar medicamentos que contêm magnésio ou alumínio, por exemplo, alguns tipos de medicamentos para a indigestão (antiácidos) e ligantes de fosfato. Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento. Zemplar com alimentos e bebidas Zemplar pode ser tomado com ou sem alimentos. Gravidez e aleitamento Se está grávida ou a amamentar, se pensa estar grávida ou planeia engravidar, consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar este medicamento.

Não existem dados suficientes sobre a utilização de paricalcitol em mulheres grávidas. Desconhece-se o risco potencial para o ser humano, pelo que o paricalcitol não deve ser utilizado durante a gravidez, a menos que tal seja claramente necessário. Desconhece-se se o paricalcitol passa através do leite do ser humano. Quando tomar Zemplar informe o seu médico antes de amamentar. Consulte o seu médico ou farmacêutico antes de tomar qualquer medicamento. Condução de veículos e utilização de máquinas Zemplar não deve afetar a sua capacidade de conduzir ou utilizar máquinas. Zemplar contém etanol. Este medicamento contém uma pequena quantidade de etanol (um álcool), menos de 100 mg por cápsula, que pode modificar ou aumentar o efeito de outros medicamentos. Isto pode ser prejudicial para pessoas que sofrem de doença hepática, alcoolismo, epilepsia, lesão ou doença cerebral, assim como nas mulheres grávidas ou a amamentar e em crianças. APROVADO EM 19-08-

15 INFARMED 3

. Como tomar Zemplar Tomar Zemplar sempre de acordo com as indicações do médico. Fale com o seu médico ou farmacêutico se tiver dúvidas. Doença renal crónica, Estadios 3 e 4 A dose habitual é uma cápsula diária ou em dias alternados, até três vezes por semana. O seu médico usará os resultados das suas análises para decidir qual a dose correta para si. Uma vez iniciado Zemplar , pode ser necessário ajustar a dose, dependendo da sua resposta ao tratamento. O seu médico ajudará a determinar a dose correta de Zemplar para si. Doença renal crónica, Estadio 5 A dose habitual é uma cápsula, em dias alternados, até três vezes por semana. O seu médico usará os resultados das suas análises para decidir qual a dose correta para si. Uma vez iniciado Zemplar , pode ser necessário ajustar a dose, dependendo da sua resposta ao tratamento. O seu médico ajudará a determinar a dose correta de Zemplar para si. Doença hepática Se sofrer de doença hepática ligeira a moderada, não será necessário ajustar a sua dose. No entanto, não existe experiência em doentes com doença hepática grave. Transplante renal A dose habitual é uma cápsula diária ou em dias alternados, até três vezes por semana.

O seu médico usará os resultados das suas análises para decidir qual a dose correta para si. Uma vez iniciado Zemplar , pode ser necessário ajustar a dose, dependendo da sua resposta ao tratamento. O seu médico ajudará a determinar a dose correta de Zemplar para si. Utilização em crianças e adolescentes Não existe informação sobre o uso de Zemplar em crianças. Utilização em idosos Existe experiência limitada sobre o uso de Zemplar em doentes com 65 anos de idade ou mais. Em geral, não se verificaram diferenças globais na segurança ou eficácia entre os doentes com 65 anos de idade ou mais e os doentes mais jovens. Se tomar mais Zemplar do que deveria Zemplar em excesso pode causar níveis anormalmente elevados de cálcio no sangue, o que pode ser prejudicial.

Os sintomas que podem surgir logo após a ingestão de demasiado Zemplar incluem uma sensação de fraqueza e/ou tonturas, dores de cabeça, náuseas (má disposição) ou vómitos (sentindo-se doente), boca seca, prisão de ventre, dores nos músculos ou ossos e um sabor metálico na boca. Os sintomas que podem desenvolver-se durante um período mais longo com demasiado Zemplar incluem perda de apetite, tonturas, perda de peso, irritação nos olhos, nariz a pingar, comichão na pele, sensação de calor e febre, perda de desejo sexual e dor abdominal grave (devido a inflamação do pâncreas) e pedras nos rins. A sua tensão arterial pode ser afetada e pode observar-se batimento cardíaco irregular (palpitações). Os resultados das análises de sangue e urina podem mostrar colesterol, ureia e azoto elevados e níveis elevados das enzimas hepáticas.

Zemplar APROVADO EM 19-08-

15 INFARMED

raramente pode causar alterações mentais incluindo confusão, tonturas, insónias ou nervosismo. Se tomar demasiado Zemplar ou tiver algum dos efeitos descritos acima, deve consultar um médico imediatamente. Caso se tenha esquecido de tomar Zemplar : Se esqueceu de tomar uma dose, tome-a logo que se lembre. No entanto, se estiver quase na hora de tomar a próxima dose, não tome a dose que se esqueceu de tomar; simplesmente continue a tomar Zemplar como lhe foi recomendado anteriormente (dose e hora) pelo seu médico. Não tome uma dose a dobrar para compensar uma dose que se esqueceu de tomar. Se parar de tomar Zemplar : A não ser que o seu médico lhe tenha dito para parar o tratamento, é importante continuar a tomar Zemplar de acordo com as instruções do seu médico. Caso ainda tenha dúvidas sobre a utilização deste medicamento, fale com o seu médico ou farmacêutico. 4. Efeitos secundários possíveis Como todos os medicamentos, Zemplar pode causar efeitos secundários, embora estes não se manifestem em todas as pessoas. Informe o seu médico imediatamente se sentir algum dos seguintes efeitos secundários: Efeitos secundários frequentes (podem afetar até 1 em 10 pessoas), observados em doentes durante o tratamento com paricalcitol cápsulas, incluem aumento dos níveis de cálcio no sangue, bem como da quantidade de cálcio x fosfato (em doentes com doença renal crónica significativa). Efeitos secundários pouco frequentes (podem afetar até 1 em 100 pessoas), observados em doentes durante o tratamento com paricalcitol cápsulas, incluem reações alérgicas (como por exemplo falta de ar, respiração asmática, erupção cutânea, comichão ou inchaço da face e lábios), diminuição dos níveis de hormona paratiroideia, diarreia, cãibras musculares, náuseas, tonturas, desconforto ou dor abdominal, vómitos, fraqueza, cansaço, erupção cutânea, pneumonia, perda de apetite, níveis elevados de fósforo, níveis aumentados de cálcio, sabor estranho na boca, batimento cardíaco irregular, prisão de ventre, boca seca, azia (refluxo ou indigestão), acne, comichão na pele, aftas, dores musculares, sensibilidade mamária, mal-estar, inchaço nas pernas, dor, níveis elevados de creatinina e alterações nos testes da função hepática. Se tiver uma reação alérgica, contacte o seu médico imediatamente. Notificação de suspeitas de reações adversas Se tiver quaisquer efeitos secundários, incluindo possíveis efeitos secundários não indicados neste folheto, fale com o seu médico, ou farmacêutico. Também poderá APROVADO EM 19-08-

15 INFARMED

comunicar efeitos secundários diretamente ao INFARMED, I.P. através dos contactos abaixo. Ao comunicar efeitos secundários, estará a ajudar a fornecer mais informações sobre a segurança deste medicamento.

INFARMED, I.P. Direção de Gestão do Risco de Medicamentos Parque da Saúde de Lisboa, Av. Brasil 53 1749-004 Lisboa Tel: +

1 21 798 7373 L

inha do Medicamento: 800222444 (gratuita) Fax: +

1 21 798 73 97 S?

?tio da internet: http://extranet.infarmed.pt/page.seram.frontoffice.seramhomepage E-mail: farmacovigilancia@infarmed.pt 5. Como conservar Zemplar Manter este medicamento fora da vista e do alcance das crianças. O medicamento não necessita de quaisquer precauções especiais de conservação. Não utilize Zemplar após o prazo de validade impresso na embalagem exterior e no rótulo, após EXP. O prazo de validade corresponde ao último dia do mês indicado. Não deite fora quaisquer medicamentos na canalização ou no lixo doméstico. Pergunte ao seu farmacêutico como deitar fora os medicamentos que já não utiliza. Estas medidas ajudarão a proteger o ambiente. 6. Conteúdo da embalagem e outras informações Qual a composição de Zemplar - A substância ativa é o paricalcitol. Cada cápsula mole contém 1 micrograma de paricalcitol. - Os outros componentes são: triglicéridos de cadeia média, etanol, butil- hidroxitolueno. - O revestimento da cápsula contém: gelatina, glicerol, água purificada, dióxido de titânio (E171), óxido de ferro negro (E172). - A tinta de impressão contém: propilenoglicol, óxido de ferro negro (E172), ftalato de acetato de polivinilo, polietilenoglicol 400, hidróxido de amónio. Qual o aspeto de Zemplar e conteúdo da embalagem Zemplar 1 micrograma cápsulas moles, é uma cápsula mole cinzenta, oval, com impressão de e ZA. Cada embalagem contém 1 ou 4 blisters. Cada blister contém 7 cápsulas. Titular da Autorização de Introdução no Mercado e Fabricante APROVADO EM 19-08-

15 INFARMED T

itular da Autorização de Introdução no Mercado: Abb

Vie, Lda. Estrada de Alfragide, 67 – Alfrapark – Edifício D 2610-008 Amadora Tel:

1908400 F

abricante: Aesica Queenborough Ltd, Queenborough, Kent ME11 5EL, Reino Unido. Abb

Vie Deutschland Gmb

H&Co.KG, Knollstrasse, 67061 Ludwigshafen, Alemanha Este folheto foi aprovado pela última vez em APROVADO EM 19-08-

15 INFARMED



DEFINIÇÕES MÉDICAS
  1. Febre: Elevação da temperatura corporal acima de um valor normal, estabelecido entre 36,7ºC e 37ºC, quando medida na boca.
  2. Náuseas: Vontade de vomitar. Forma parte do mecanismo complexo do vômito e pode ser acompanhada de sudorese, sialorréia (salivação excessiva), vertigem, etc.
  3. Pâncreas: Glândula de secreção endócrina (ver), por sua produção de insulina, glucagon e peptídios intestinais que são lançados na corrente sangüínea e exócrina (ver) por sua produção de potentes enzimas digestivas lançadas no intestino delgado. Localiza-se profundamente na cavidade abdominal e possui um tamanho aproximado de 15x7cm.
  4. Tala: Instrumento ortopédico utilizado freqüentemente para imobilizar uma articulação ou osso fraturado. Pode ser de gesso ou material plástico.
  5. Tecido: Conjunto de células de características semelhantes, organizadas em estruturas complexas para cumprir uma determinada função. Exemplo de tecido: o tecido ósseo encontra-se formado por osteócitos dispostos em uma matriz mineral para cumprir funções de sustentação.
  6. Uréia: Produto do metabolismo das proteínas. Indica de forma indireta a eficiência da função renal. Quando existe insuficiência renal, os valores de uréia elevam-se produzindo distúrbios variados (pericardite urêmica, encefalopatia urêmica, etc.).

Síguenos

X